Goleiro Bruno volta para a cadeia

de O Globo

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) determinou nesta terça-feira o retorno imediato do goleiro Bruno Fernandes à prisão. Em 24 de fevereiro, o ministro Marco Aurélio Mello, do STF, concedeu habeas corpus para libertar o jogador – que foi sentenciado a 22 anos e três meses pelo assassinato de Eliza Samudio, com quem teve um filho. O ministro argumentou que a condenação ainda não foi confirmada em segunda instância e, por isso, o réu poderia recorrer em liberdade. Mas a maioria do colegiado discordou e decidiu mandar o jogador de volta para a prisão. (mais…)

Resultado da ExpoLondrina surpreende com movimentação financeira 40% superior a 2016

Da Assessoria

Total de visitações também registrou crescimento e bateu em quase 551 mil

Alavancado pelo grande volume de propostas de financiamento, que cresceu mais de 64% este ano, a movimentação econômica global da 57ª Exposição Agropecuária e Industrial de Londrina pode chegar a R$ 566.766.000,00 – um acréscimo de cerca de 40% sobre os R$ 400 milhões do ano passado. Os resultados foram apresentados na manhã desta terça-feira, 25 de abril, pelo presidente da Sociedade Rural do Paraná, Afranio Brandão, pelo vice-presidente, Antonio Sampaio; e o diretor secretário, Paulo Nolasco. (mais…)

A surpresa: a elite tem muita culpa

da coluna Esplanada/Leandro Mazzini

Ele chegou quieto como mineiro e falou brabo como gaúcho que é. O prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan, foi a revelação entre palestrantes do LIDE, o fórum empresarial comandado por João Dória Jr em Foz do Iguaçu no último feriadão.

Desceu lenha

Na frente de ministros e congressistas — alguns deles citados na Lava Jato –, Marchezan defendeu que é hora de a elite, culpada pelo estado da situação em que o Brasil se encontra, solucionar e reformar este País de vez. Foi aplaudido de pé por um minuto.

http://opiniaoenoticia.com.br/brasil/pe-na-porta/

Só para os ricos e endinheirados

do Fernando Tupan

O encontro da Lide, em Foz do Iguaçu, era só para a nata do empresariado paranaense e que passa longe da crise. Três dias para participar do encontro na cidade custava até R$ 45 mil, com direito a hospedagem em um resort conhecido, com campo de golfe e uma BMW disponível para passeios na Argentina, como ida ao cassino, e ao Paraguai. Havia opções de estadias baratas. Mas sem o charme da pompa. Nem a presença do governador Beto Richa (PSDB) e do presidenciável João Dória (PSDB) animaram os políticos locais. O preço salgado da estadia afugentou os deputados estaduais, que preferiram ir para as bases eleitorais. Afinal, no ano que vem acontecerá a eleição pós-delação da Odebrecht e deverá ser uma das mais baratas batalhas pelo voto da história.

Professores da UEL têm aposentadorias canceladas

Cerca de 80 processos de aposentadoria de professores da Universidade Estadual de Londrina (UEL) estão travados devido decisão do Tribunal de Contas do Paraná. Os docentes que estavam de licença desde 2016, aguardavam a concessão de aposentadoria e tiveram que retornar ao trabalho. Para o Tribunal de Contas, a gratificação por tempo integral de dedicação exclusiva, não pode ser acrescentada a aposentadoria, por ser considerada vantagem de natureza transitória, que deve ser proporcional ao tempo de contribuição.

Os pingos nos Is da Sercomtel e a possibilidade de mais crise a partir de amanhã

É óbvio que no poder público e todas as empresas ligadas ao poder público precisam e devem ser o mais transparente possível.

Considerando a matéria da Folha de Londrina, o presidente da telefônica Sercomtel, Carlos Adati, mostra números horripilantes na tarde desta segunda-feira em entrevista coletiva. Um deles mostra que o faturamento anual da empresa é praticamente do tamanho da dívida, isso se a dívida não for muito maior ainda.

Politicamente o presidente Adati – se todos os números forem corretos – coloca os pingos nos Is, tira o dele da reta já que começou a administrar a empresa em janeiro e joga no colo das administrações anteriores.

Por outro lado, como reagirá o mercado? Se a Sercomtel estivesse participando da Bolsa de Valores e convocasse a imprensa para dizer exatamente o que está dizendo hoje, o que aconteceria com a empresa? Quem é do mercado diz que a atitude, se fosse uma empresa privada, simplesmente afundaria de vez a dita cuja.

Qual fornecedor vai querer fazer negócios com a Sercomtel se ela está quase insolvente?

Outra coisa, além das diretorias da empresa que já passaram por alí, sempre recheadas de políticos ou apadrinhados políticos, pra que serve o Conselho de Administração se a empresa chegou a este ponto?

 

Kireeff é agora apresentador de programa de rádio

E o ex-prefeito de Londrina, Alexandre Kireeff agora vai dar uma de apresentador de rádio. Ele fará um programa na Folha FM. Radio Blog 102,1. Será uma vez por semana, às segundas às 22hs.

Ele sonha em ser candidato a governador do Paraná e, para isso, está fazendo um trabalho pesado para permanecer em evidência.

Aliás, nada de novo. Político que faz programa de rádio ou tv para ser lembrado tem em todos os cantos do País. É uma velha prática política.

Também não é novidade na vida dele.

Antes de ser candidato a prefeito, Kireeff foi apresentava um programa de entrevistas na MultiTv Cidades, emissora de TV a cabo que na época pertencia a sua família e mais alguns sócios. O mesmo programa chegou a ser retransmitido pela TV CNT local, por um breve período.

Três partidos preocupam Temer

Gabriel Mascarenhas destaca na coluna Painel, da revista Veja, que Michel Temer virou a lupa na direção de três bancadas da Câmara: PSB, PTB e PPS. O Planalto identificou que as traições durante a votação da proposta de urgência da reforma trabalhista, na semana passada, vieram de deputados dessas legendas.
Parte da turma já foi devidamente enquadrada. E, claro, se o comportamento infiel persistir, quem tem cargo no governo perderá a boquinha.

Página 1 de 44212345...102030...Última »