Coletivo de Sindicatos pede “Diretas Já”

Da Assessoria

O Coletivo de Sindicatos de Londrina vai realizar um ato público no próximo domingo, dia 21, das 9 às 12h na Avenida Saul Elkind, (ao lado do número 5077) , para exigir a saída presidente Temer e a realização de novas eleições diretas. 

A realização do ato denominado “ Fora Temer – Diretas Já’ foi decidida em reunião extraordinária, realizada pelo Coletivo, nesta manhã, 18 na APP Sindicato, após a divulgação feita pelo Jornal O Globo, onde Temer é acusado de fazer parte do esquema de pagamento de propina para obter o silencio do ex-presidente da Câmara Federal, Eduardo Cunha.

“A máscara do governo Temer caiu, por isso o Coletivo de Sindicatos convida a todos os trabalhadores (as) para irem para as ruas exigir a saída deste governo e a realização de novas eleições diretas”, disse o presidente do Sindicato dos Eletricitários Sandro Runkel.

Para o ato, que ocorrerá ao lado da feira,  estão sendo convidados movimentos sociais, organizações não governamentais, empresários e população em geral. No local será instalado um caminhão de som, onde haverá oportunidades para discursos e apresentações artísticas.

O Coletivo que conta com apoio de todas as centrais sindicais, por meio de 34 sindicatos de Londrina e região  foi criado para protestar contra as reformas da previdência e trabalhista. Na próxima semana, um comboio com quatro ônibus sai de Londrina para Brasília para protestar contra o governo.

Um comentário em “Coletivo de Sindicatos pede “Diretas Já”

  • 15/06/2017, 19:23 em 19:23
    Permalink

    A derrubada de Temer é cortina de fumaça. Fosse quem fosse o presidente que insistisse numa reforma trabalhista na qual constasse a não obrigação do pagamento do imposto sindical e a movimentação seria a mesma.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *