Eunício Oliveira apaga as luzes, corta o microfone e adia votação da Reforma Trabalhista

da Folha São Paulo

Escuridão no Senado – foto F.São Paulo

A sessão do Senado em que estava prevista a análise da reforma trabalhista nesta terça-feira (11) foi suspensa por volta do meio-dia depois que um protesto da oposição impediu o presidente da Casa, Eunício Oliveira (PMDB-CE), de sentar-se à mesa.

Irritado, o peemedebista desligou os microfones, apagou as luzes e deixou o plenário dizendo que “nem na ditadura se fazia isso”.

A senadora Fátima Bezerra (PT-RN), acompanhada das senadores Gleisi Hoffmann (PT-PR) e Vanessa Grazziotin (PC do B- AM), se recusou a levantar da cadeira.

Ainda em pé, Eunício Oliveira suspendeu a sessão. Depois, as luzes do plenário foram apagadas e os microfones, desligados.

“Não, não tem pela ordem, não. Eu vou assumir e vou desligar o som. Com licença, Fátima, com licença. Está encerrada a sessão e não tem som enquanto eu não sentar à presidência da mesa” , disse o peemedebista.(leia mais)

3 comentários em “Eunício Oliveira apaga as luzes, corta o microfone e adia votação da Reforma Trabalhista

  • 11/07/2017, 17:09 em 17:09
    Permalink

    Bravas senadoras da oposição. Com coragem e determinação estão defendendo especialmente as mulheres trabalhadoras, as que serão mais duramente atingidas por essa falsa reforma trabalhista e, por extensão, todos os trabalhadores. É bom lembrar também que as mulheres serão as mais castigadas com a igualmente falsa reforma previdenciária.

    Resposta
  • 11/07/2017, 20:55 em 20:55
    Permalink

    E a reforma foi aprovada. Perdem os trabalhadores. Mas o país perde também. A maioria daqueles parlamentares que aprovaram a reforma trabalhista, como o Hauly e o Canziani, nunca revelaram aos seus eleitores suas reais intenções com relação aos direitos dos trabalhadores. As relações entre trabalhadores e patrões vai piorar muito. Mas existe um lado divertido. A primeira vítima das novas leis trabalhistas é um conhecido meu: um coxinha! Seu patrão há tempos demite sem contratar substitutos, um pouco por causa da crise, um pouco porque estava esperando as novas leis trabalhistas. Meu conhecido está certo de que será demitido e em seu lugar entrará um pejotizado. Chora, mula!

    Resposta
  • 12/07/2017, 09:37 em 09:37
    Permalink

    Oba! Daqui pra frente, só trabalho intermitente!

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *