Relator da CCJ recomenda que seja aceita denúncia contra Temer

de O Globo

foto O Globo

O relator na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da denúncia contra o presidente Michel Temer, deputado Sergio Zveiter (PMDB-RJ), apresentou um parecer pela aceitação da peça acusatória de autoria do Ministério Público. Para ele, há indícios suficientes “de autoria e materialidade” para o recebimento da denúncia. Zveiter ressaltou que a Câmara faz análise política, mas também analisa o aspecto jurídico. O relator rebateu argumento da defesa ao dizer que ‘a denúncia não é inepta’.

Apesar de ser do mesmo partido de Temer, Zveiter já vinha indicando que votaria em prol da denúncia, pois acentuou que prepararia um documento de forma independente e em consonância com os preceitos jurídicos. Advogado de formação, o deputado presidiu por dois mandatos a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) no Rio.

— Por hora temos indícios que são sérios o suficiente para ensejar o recebimento da denúncia — afirmou Zveiter em seu parecer. Para ele, a denúncia “não é fantasiosa”.

Zveiter iniciou sua apresentação discorrendo sobre a denúncia apresentada pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Ele narra que a denúncia é relatada em cinco fases, sendo a quarta o recebimento da mala de dinheiro pelo ex-assessor especial de Temer Rodrigo Rocha Loures. Em seguida, antes de proferir seu voto, o relator discorre sobre a defesa protocolada por Mariz. E diz que a defesa responde à denuncia de forma “estruturada” em 98 páginas. Ele pontua que a defesa alega que há deficiências probatórias na denúncia. E que argumento principal constitui prova ilícita.

— Nós não podemos silenciar. É necessária a investigação dos fatos — continuou Zveiter em seu voto.

Zveiter também tentou desmontar um dos principais argumentos da defesa, de que a prova contra Temer, no caso as gravações feitas pelo dono da JBS, Joesley Batista, foi obtida de forma ilegal e por isso não deve ser considerada. O relator, que é advogado, disse que há 20 anos o Supremo Tribunal Federal (STF) vem admitindo que escutas ambientais sejam admitidas numa investigação.

— Há mais de duas décadas o Supremo já decidiu que é licita a coleta de provas sem o conhecimento do outro. É lícita a gravação ambiental. Isso não sou eu, é o Supremo Tribunal Federal que vem decidindo isso há 20 anos — disse o relator.

Após a conclusão da leitura do relatório, o advogado de Temer, Antônio Mariz, terá o mesmo tempo para defender o presidente das acusações. A denúncia foi apresentada pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e tem que ser autorizada pela Câmara para que o Supremo Tribunal Federal (STF) a analise.

Depois de a defesa se pronunciar, a expectativa é que haja um pedido de vista na CCJ. Com isso, a sessão fica suspensa por dois dias, e o debate sobre o assunto só deverá ser retomado na próxima quarta-feira.

Leia mais: https://oglobo.globo.com/brasil/relator-da-ccj-vota-contra-temer-pede-que-denuncia-seja-aceita-21574003#ixzz4mSrIgkgQ
stest

2 comentários em “Relator da CCJ recomenda que seja aceita denúncia contra Temer

  • 10/07/2017, 21:49 em 21:49
    Permalink

    Se depender da Globo, o deputado Maia (que não fez 3% na eleição para prefeito do Rio) assume amanhã. Para os tucanos, o inexpressivo deputado Maia assume a presidência logo depois do Temer aplicar o golpe contra os trabalhadores. Os tucanos são imorais: estão com Temer – e anunciam isso com todas as palavras – até a aprovação da “reforma” trabalhista. Traição anunciada: o traidor é traído.

    Resposta
  • 10/07/2017, 22:32 em 22:32
    Permalink

    O povo acabou de queimar uns bonecos com a caratonha do Temer na avenida Paulista. Com cobertura ao vivo da Globo. É o que diz o noticiário da Globo na internet. O Temer tá f$@#$o. Em breve vai pra casa… com tornozeleira eletrônica. É o prêmio para quem ajudou a derrubar a Dilma: cadeia não, só tornozeleira eletrônica. Os temeristas de Londrina (e são muitos!) devem estar bem chateados…

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *