O governo Richa, ao contrário da mulher de César, não consegue mostrar que é honesto

“À mulher de César não basta ser honesta, deve parecer honesta

A frase acima deveria ser autoexplicativa.

Mas, para o governador Beto Richa (PSDB), parece ser necessário colocar legenda ou contratar um tradutor intérprete.

É assustador como o governo Richa faz de tudo para demonstrar que as práticas políticas em seu governo são o que há de mais arcaico no mundo moderno. Talvez o clã Sarney consiga se equiparar ao que está acontecendo no governo do Paraná.

No discurso do governador as palavras são de moralidade. Mas que moralidade é esta que não se sustenta a uma simples pesquisa no diário oficial, nas relações pessoais, nas relações políticas?

Richa dizia não ter relações próximas com o primo Luiz Abi, tese tão frágil que caiu por terra segundos depois de ele ter pronunciado a informação.

Richa não se importa com o fato de seu parceiro de corridas, Márcio Albuquerque, ex-delegado da Receita Estadual, estar sendo acusado de ser o chefe de uma quadrilha que vem assaltado empresas e empresários, cobrando propinas astronômicas.

Richa tem prazer em se aliar a caciques políticos como Ricardo Barros, em Maringá e Antonio Belinati, em Londrina – só para citar alguns – que respondem a caminhões de processos de todos os tipos.

E a bandalheira parece ser seguida pelos seus assessores diretos.

O fotógrafo Marcelo Caramori, envolvido até o último clique em denúncias de prostituição e abuso sexual de menores, era comissionado do seu governo.

O ex-prefeito de Tamarana, Beto Siena, condenado por fraudes grotescas quando era prefeito, também virou seu assessor – porém, dias atrás, depois que este blog escancarou o caso, pediu exoneração do cargo.

E agora, mais uma benesse das tantas que Richa e seus parceiros concedem a apaniguados foi denunciada hoje no blog pelo jornalista José Maschio. A mulher do Secretário de Segurança, Fernando Francischini, Flávia Carolina, ganhou um cargo de assessora da Sanepar, com salário de R$ 13 mil.

Que exemplo está dando este governo, que exemplo está dando este ex-delegado da Polícia Federal, intitulado Secretário de Segurança.

Não há governo que aguente uma farra destas.

Não há cofre público que suporte tanta sangria para agradar os amigos e apaniguados.

Governador, nas próximas vezes em que o senhor for questionado sobre moralidade, o silêncio é a melhor alternativa.

5 comentários em “O governo Richa, ao contrário da mulher de César, não consegue mostrar que é honesto

  • 15/04/2015, 14:07 em 14:07
    Permalink

    Depois esta sujeito quer ser tratado com respeito, o cara vive cercado de vagabundos, e com seu curriculo entraria no PT, facilmente.Mentiroso, pilantra, cara de pau…..temos e que meter o braço nestes descarados.

    Resposta
    • 12/02/2016, 12:53 em 12:53
      Permalink

      Peguei no Claudio HumbertoSumie7o de doae7e3o…Destinate1rio da carga, o Instituto Adventista, de Se3o Paulo, discute se enratre1 na Justie7a em raze3o do sumie7o de US$ 6 milhf5es em roupas e brinquedos doados a criane7as pobres pela Solidary, entidade internacional de emprese1rios, sediada em Miami.pode ir e0 Justie7aOs vinte conteaineres com roupas e brinquedos sumiram do porto de Santos he1 dois anos, apf3s o deputado federal Vicente Ce2ndido (PT-SP), ligado aos adventistas, intermediar nos EUA a ajuda humanite1ria.Onde tem maracutaia, sempre tem um petista presente.

      Resposta
  • 15/04/2015, 22:25 em 22:25
    Permalink

    Desculpe-me colega agitado, se o Richa fosse do PT ele já teria sido cassado, estaria sendo investigado por policiais federais, julgado pelo juiz Moro; o primo dele estaria preso há 6 meses até delatar qualquer um, o ex-chefe da Receita Estadual já estaria preso depois de ser caçado incansavelmente por forças policiais… E, finalmente, com certeza o Richa já teria sido expulso do PT.

    Resposta
  • 16/04/2015, 01:05 em 01:05
    Permalink

    Já foram reiniciadas as nomeações para cargos em comissão, DAS, CC, C e outras letrinhas que engordam mensalmente a conta de muitos cabos eleitorais de luxo.. Só consultar o Diário Oficial. Aqui na República de Londrina, quem tem QI…tem preferência. Luiz Abi, grande indicador, está em recesso forçado pelo Gaeco e MP, sobrando Luiz Carlos Hauly, o Durval Amaral e seu filho deputado. Engraçado que esses comissionados não levantam a voz em defesa do governador Beto Richa, quer nas redes sociais, blogs, imprensa e mesmo nas rodinhas politicas do calçadão. Ficam todos na surdina. Medo de quê?

    Resposta
  • 16/04/2015, 10:44 em 10:44
    Permalink

    Naym, fácil jogar pedra né. Conta para os bolinhos qtas letrinhas dessas vc obteve nos Governos Lerner e depois Requiao… Reclama pq cortaram sua boquinha né salim. Kkkkkkkk

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: