Religião e Política

por Regina Escudero

Sou Cristã, faço parte de uma igreja presbiteriana em Londrina(que não é a citada nessa reportagem) e me envergonho da postura que vem sendo tomada por parte de algumas das nossas Igrejas evangélicas ao disponibilizarem seus púlpitos para serem usados como palanques políticos-eleitorais e de aliciamento, e por vezes constrangimento, de seus fiéis. A atitude do Pastor Emerson Patriota me fez lembrar dos tempos dos coronéis que li nos livros de história e que assisti nos vestígios da ditadura que vivenciei nos anos de 1970. Não é ilegal, mas é imoral!Citando o autor do livro Religião e Política, Paul Freston, em entrevista dada ao coletivo Bereia sobre o caso : “A igreja enquanto instituição (seja congregação local ou denominação nacional), e sobretudo os pastores, devem ficar distantes dos embates partidários. Isso não é só para o bem do país; em primeiro lugar, é para o bem da igreja e do evangelho. É para preservar a autoridade pastoral, para não deixar que o discurso religioso, baseado na Bíblia, se contagie com contingências partidárias volúveis e incertas. O pastor que mobiliza a sua igreja em função da viabilização de determinado partido está pondo em perigo a autoridade do seu discurso religioso, rebaixando-o ao nível de seus compromissos políticos pessoais.”

Regina Escudero é professora da Universidade Estadual de Londrina

One thought on “Religião e Política

  • 01/02/2020, 23:32 em 23:32
    Permalink

    Esse pastor aí da foto é a perfeita piada pronta. O segundo nome dele é Patriota mas apoia a criação de um partido liderado por um verdadeiro e escancarado entreguista. E o que ele diz no culto, não fosse seu rebanho que lhe deve dizer sempre amém e ouvi-lo caladinho, também parece piadinha. Diz o Patriota, e ele dá a entender que concorda, que lhe disseram que é mais difícil entrar nesse partido do que em algumas igrejas por aí e que, pra entrar no partido do defensor da ditadura e de tortura o miliciano, digo, militante do partido tem que ter mais vida idônea do que algumas igrejas existem. KKK Esse pastor é um comédia! Amém.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: