A conta, doutora!

A deputada Christiane Yared (PL-PR) é alvo de processo movido por agência de comunicação de Brasília numa suposta dívida de R$ 300 mil, da sua campanha eleitoral de 2018. A ação é movida pela banca Alcoforado Advogados Associados. Haverá tentativa de acordo em audiência semana que vem. (mais…)

Suspensa licitação para decoração do Natal de Maringá

do TCE

Foi suspenso, por medida cautelar do Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR), o Pregão Presencial nº 223/2019, lançado pelo Município de Maringá. A licitação objetiva a contratação, pelo valor máximo de R$ 822.438,00, de serviços de manutenção de ornamentos que serão utilizados na decoração de Natal da cidade entre 15 de novembro deste ano e 19 de janeiro de 2020. (mais…)

Prefeitura pede na Justiça revogação de doação de terreno a empresa de Gás

A prefeitura de Londrina está reivindicando na Justiça a revogação da doação de uma área de 8 mil metros quadrados a empresa Gastech.

O município alega que houve irregularidades na tramitação da doação e que ficou comprovado que vereadores da época receberam benefícios para aprovar a doação. O “cabeça” da operação, diz a ação, foi o então vereador Henrique Mesquita de Almeida Barros.

Os três senadores do Paraná estarão no PODEMOS

E o Senador Flávio Arns, informa Fernando Tupan, decidiu mesmo e está fora do REDE. Ele vai assinar a ficha de filiação ao PODEMOS que passará a ter 12 senadores.

Aliás, serão três senadores do Paraná no partido: Alvaro Dias, Oriovisto e Flávio Arns.

Vereador de Jataizinho é cassado. Acusação: homofobia e racismo

Jataizinho não pode reclamar de marasmo na sua política local.

Nos últimos meses a polícia tem frequentado a Câmara de Vereadores para conter ânimos. Volta e meia o giroflex é visto em frente à Casa de Leis.

E ontem, mais emoção. Por seis votos a dois, foi cassado o mandato do vereador Antônio Brandão de Oliveira Netto (PTC).

Ele foi acusado de falta de decoro parlamentar. Toninho Oliveira, como é mais conhecido, teria proferido palavras homofóbicas e racistas contra o também vereador Igor Sabará.

Sincoval ingressa com ação para que comércio abra aos sábados e domingos

O Sindicato do Comércio Varejista de Londrina ingressou com uma ação na Justiça para que o comércio da cidade possa abrir todos os dias da semana, inclusive domingos. É o que informa o jornalista Alberto D’Angele, da RPC/TV.

A ação quer que a prefeitura deixe de multar as empresas que abram fora do horário atual.

“A lei ora atacada, ofende dispositivos da Constituição Federal que incorporaram, expressamente, os princípios que balizam a Lex Legum, sendo substancialmente inconstitucional. É matéria pacífica que os municípios não têm
competência, para vedar o funcionamento do comércio em sábados, domingos ou em qualquer outro dia da semana”.

Veja a integra da ação abaixo

Sinceramente: é pouco deputado para muito salário

Quase verteu uma lágrima do olho direito deste blogueiro de tanta pena. É de cortar o coração o que está acontecendo com a renda do deputado estadual Luiz Carlos Martins.

Ele, que é radialista por profissão, reclamou que está ganhando pouco de salário na Assembleia. Todos os meses caem na conta bancária dele R$ 25 mil. Mas para ele é pouco.

Em 2018, segundo o IBGE, o salário médio do brasileiro foi de R$ 1.373,00. Só na Assembleia ele ganha o equivalente ao salário somado de 18 brasileiros. E ele considera pouco.

O salário médio de um radialista no Paraná é de R$ 2.232,83.

Luiz Carlos Martins recebe R$ 25 mil na Assembleia. E ele considera pouco.

Reforçando a bancada para disputar o comando do Senado

Aliás o Podemos, comandado pelo senador Alvaro Dias, tem feito arrastão. Recentemente filiou o senador Reguffe (DF), e a senadora Selma Arruda (MT), ex- PSL. Já são 11 senadores do Podemos e a bancada deve aumentar. O senador Flávio Arns, do Rede, deve também migrar para o Podemos.

Com as novas adesões o partido só tem bancada menor do que o MDB.

A meta de Alvaro Dias é ser presidente do Senado

César Silvestre deve comandar o Podemos no Paraná

E o prefeito de Guarapuava, César Silvestre, vai deixar o Cidadania e assumir o comando do Podemos no Paraná.

A vaga de presidente estadual está aberta desde que o empresário Marcelo Almeida deixou o comando da sigla.

O convite foi feito pelo senador Álvaro Dias.

Nos próximos dias ele fará o anúncio. A posse na presidência estadual será em outubro.

Contas de três deputados do Paraná invadidas por hackers

Informa o intrépido jornalista Fernando Tupan que três deputados do Paraná tiveram suas contas no Telegram hackeadas.

São eles: o deputado estadual Fernando Francischini (PSL) e os deputados federais Felipe Francischini (PSL) e Gleisi Hoffmann (PT).

Apesar dos problemas de segurança e a vulnerabilidade do aplicativo, os três falam que não irão deletar o programa, assim como o “Whats” também fácil de ser hackeado.

DER diz que não há risco no viaduto da Madre Leonia com PR 445

Rachaduras no viaduto na Rodovia PR 445, que passa sobre a Avenida Madre Leonia, em Londrina, está deixando muita gente preocupada.

Parte da pista chegou a ser interditada hoje.

Segundo o DER, seus engenheiros e o projetista da Obra de Arte Especial em questão estão no local.

Foi verificada uma abertura na junta de dilatação entre o viaduto existente e a extensão que foi executada à época da duplicação da PR-445. As duas se comportam como estruturas independentes, tendo suas próprias fundações.

De acordo com o projetista responsável pela obra e o engenheiro que acompanhou sua implantação, não há danos estruturais nem qualquer risco de colapso.

Não há necessidade de interditar a via.

A recuperação do pavimento será providenciada após a melhora do tempo.

PODEMOS fica sem presidente no Paraná

O presidente da comissão provisória estadual do PODEMOS, Marcelo Almeida está deixando o cargo. Diz ele que trabalhou intensamente para que o partido crescesse no Estado – o partido está funcionando em mais de 150 cidades – mas que agora, com outros compromissos profissionais, deixará a função.

O novo presidente deverá ser definido em breve.

Saldo de empregos foi positivo em agosto

Pelo quinto mês seguido, o Brasil teve saldo positivo no emprego formal. Em agosto, a expansão foi de 121.387 vagas, decorrente de 1.382.407 admissões e de 1.261.020 desligamentos. As informações são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado nesta quarta-feira (25) pela Secretaria de Trabalho da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia.