Projeto Jovens Águias

Escolas particulares e estaduais de toda região podem inscrever seus alunos no Projeto Jovens Águias da Universidade Norte do Paraná (Unopar). É oferecido um curso no período de um mês, para alunos do Ensino Médio, com o objetivo de despertar o interesse pela aviação. As aulas começam em março do ano que vem, os melhores alunos terão a oportunidade de realizarem voos panorâmicos. O projeto acontecerá em parte na Unopar (Jd. Piza) e Aeroclube de Londrina.

Aulas: de segunda a sexta – das 14h às 17h. As vagas são limitadas e as inscrições gratuitas. As inscrições só podem ser feitas por escolas junto a Coordenação do curso de Ciências Aeronaúticas , no período da manhã. Mais informações através do e-mail f[email protected] e telefone 3371-7840.

Foi até branda a punição ao Londrina

Se a punição ao Londrina Esporte Clube, determinada pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva não mudar, a equipe deveria ir para Aparecida do Norte, fazer um agradecimento especial.

Pela confusão durante a partida contra o Brasil de Pelotas no Estádio do Café, pelo segundo jogo da semifinal da Série D, saiu muito barato.

O Londrina foi punido com a perda de quatro mandos de campo. Dois deles serão cumpridos em estádio com no mínimo 100 quilômetros de distância da cidade e os outros dois no próprio Estádio do Café, mas com portões fechados. O time ainda vai ter que pagar R$ 20 mil de multa. Vários jogadores que participaram da confusão também receberam suspensões.

O Pelotas também foi punido. Vários de seus jogadores receberam suspensões.

O prejuízo é enorme, principalmente de imagem.

O fato é que o Londrina evoluiu muito nos últimos anos em alguns aspectos. Dentro de campo, é inegável. Em quatro anos o time saiu da draga da segunda divisão, em 2013 foi o time com melhor pontuação no Campeonato Paranaense, em 2014 foi Campeão Estadual e ainda classificou-se para a série C.

Fora de campo é que são elas.

Alguns profissionais que atuam no time ainda não entenderam que o futebol precisa ser administrado empresarialmente. E isso significa tratar bem seus clientes (torcedores), fornecedores, divulgadores (imprensa de modo geral), e parceiros de negócios (os adversários nas competições).

É inadmissível que seguranças que deveriam proteger, estejam lá para atrapalhar; é absurdo que gerentes e mordomos se portem como lutadores de MMA.

Por tudo isso, a punição foi branda.

Agora é possível fazer denúncia anônima pela internet

Crimes de violência e tráfico de drogas agora podem ser denunciados através do site “181 Narcodenúncia”. O novo instrumento foi criado pela Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná (Celepar). O atendimento por telefone e online é 24 horas por dia. A identidade da pessoa que faz a denúncia é preservada. A denúncia pode ser feita de qualquer cidade do estado. Para acessar o site do programa (www.181.pr.gov.br). Basta clicar na aba “Faça a sua denúncia”.

Sindecolon para de emitir carteiras de trabalho

Ontem filas se formaram em frente à Delegacia Regional do Ministério do Trabalho e do Emprego (MTE). Tudo isso porque o Sindicato dos Empregados do Comércio de Londrina (Sindecolon) parou com o atendimento para a emissão de carteira de trabalho. O Sindicato terminou a parceria afirmando que há falta de estrutura e orçamento. O MTE atende cerca de mil trabalhadores por mês e o Sindecolon despacha cerca de 500 pedidos.  Porém a carteira de trabalho ainda pode ser emitida em dois endereços:

– Avenida Rio Branco, 269 – Delegacia Regional do MTE.

-Sindicato Rural Patronal, ao lado da Exposição.

Força Tarefa vai à Suiça para investigar cartel dos trens que agia em São Paulo

Do Blog do Fausto Macedo/Estadão

Parte para Berna, Suíça, no início de dezembro, uma equipe de promotores de Justiça de São Paulo e procuradores da República. Missão: agilizar a obtenção de provas contra o cartel metroferroviário que, entre 1998 e 2008, conquistou contratos bilionários do Metrô e da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) e do Metrô do Distrito Federal, segundo a multinacional alemã Siemens.

A força-tarefa foi constituída pela Procuradoria-Geral de Justiça de São Paulo e pela Procuradoria-Geral da República.

Márcio Fernando Elias Rosa, chefe do Ministério Público do Estado de São Paulo, e Rodrigo Janot, chefe do Ministério Público Federal, reuniram-se nesta quinta feira, 13, para definir a formação da equipe e os detalhes para a viagem à Suíça.

A meta é solicitar, via cooperação internacional, todos os documentos relativos aos personagens do conluio, especialmente agentes públicos que se teriam beneficiado de um esquema de pagamento de propinas.

Em 2014, a Suíça já enviou extratos bancários de João Roberto Zaniboni, ex-diretor da CPTM, em cuja conta em Genebra foram depositados US$ 826 mil – para a Promotoria, dinheiro de propina.

A Suíça também liberou papéis que incriminam o conselheiro afastado do Tribunal de Contas do Estado (TCE) Robson Marinho, mas no âmbito de outra investigação, sobre contrato da área de energia envolvendo a Alstom – multinacional francesa que também integrou o cartel metroferroviário.

A força-tarefa de promotores de Justiça e procuradores da República vai pedir documentos sobre lobistas das multinacionais do cartel que, por meio de empresas de consultoria, teriam realizado o pagamento de propinas.(leia mais)

Diretoria da Infraero apresenta Plano Diretor para Aeroporto de Londrina. Empresários querem despachante de cargas internacionais

Quem sabe agora o Aeroporto José Richa, de Londrina, começa a ter a importância estratégica que merece.

No próximo dia 25 vão se reunir na Associação Comercial e Industrial de Londrina o diretor comercial da Infraero, André Luiz Marques de Barros, a equipe dele, representantes da Infraero de Londrina e Regional Sul (Porto Alegre), o presidente da Acil, Valter Orsi, o prefeito de Londrina Alexandre Kireeff, empresários e presidentes de várias entidades, deputados federais e estaduais.

André Barros, virá de Brasília para apresentar o escopo inicial  do Plano Diretor do Aeroporto de Londrina – Carga e Passageiros. Já as entidades querem conversar com Barros sobre a possibilidade de se criar em Londrina um escritório despachante para as cargas internacionais. Ocorre que hoje, toda vez que uma empresa precisa enviar  uma carga para fora do país, tem que recorrer ao despachante da Infraero em Maringá, consumindo tempo e dinheiro.

 

 

Hauly espera que Dilma não seja revanchista e sancione o Dia Nacional do Macarrão

Pronto, o mundo gastronômico tem o que comemorar.

Já está nas mãos da presidente Dilma Rousseff a lei que tornará o dia 25 de outubro no Dia Nacional do Macarrão.

A lei, que começou a ser gestada em 2004, é de autoria do deputado federal Luiz Carlos Hauly (PSDB) e foi feito a pedido da Associação Brasileira da Indústria Alimentícia.

Todos esperam que a presidente Dilma, mesmo sendo do PT, e curtindo uma picanha, não seja revanchista e sancione a lei que irá mudar o paradigma das massas no país.

 

Sistema de iluminação poderia custar R$ 180 milhões

A partir do ano que vem, a Sercomtel começa a cuidar do sistema de iluminação pública de Londrina. A municipalização do serviço é uma exigência da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). A previsão é que sejam instaladas lâmpadas de LED. A modernização do sistema começa no segundo semestre de 2015 e o serviço poderia custar R$ 180 milhões. O presidente da Sercomtel, Christian Schneider, explicou que a defasagem na taxa de iluminação pública é de 89%%, pelo contribuinte. Em dois ou três anos o município, segundo ele, teria que discutir a correção  da taxa. Atualmente são 60 mil pontos de luz – a instalação das lâmpadas de LED, custa entre R$ 2,5 mil e R$ 3 mil  por ponto de luz – para todos os pontos de luz da cidade o serviço custaria entre R$ 150 milhões e R$ 180 milhões.

Veja os nomes de todos os presos na nova fase da Operação Lava a Jato

Estadão/Fausto Macedo e Ricardo Brandt

São Paulo – Em nova fase da Operação Lava Jato, a Polícia Federal prendeu na manhã desta sexta-feira, 14, o ex-diretor de Serviços da Petrobrás Renato Duque e outras 17 pessoas suspeitas de envolvimento em um esquema de lavagem de dinheiro que teria movimentado R$ 10 bilhões. Na sétima etapa da Lava Jato, a PF também prendeu executivos e fez buscas e apreensão em sete das maiores empreiteiras do País, apontadas como o braço financeiro de um esquema de corrupção na estatal. Veja os mandados de prisão decretados pela Justiça Federal:

Prisão preventiva: 
1. Eduardo Hermelino Leite, da Construtora Camargo Correa;
2. José Ricardo Nogueira Breghirolli, da OAS;
3. Agenor Franklin Magalhães Medeiros, da OAS;
4. Sergio Cunha Mendes, da Mendes Júnior;
5. Gerson de Mello Almada, da Engevix;
6. Erton Medeiros Fonseca, da Galvão Engenharia.

Prisão temporária:
1) Dalton dos Santos Avancini, presidente da Construtora Camargo Correa;
2) João Ricardo Auler, da Construtora Camargo Correa;
3) Mateus Coutinho de Sá Oliveira, da OAS;
4) Alexandre Portela Barbosa, da OAS;
5) José Aldemário Pinheiro Filho, presidente da OAS
6) Ednaldo Alves da Silva, da UTC;
7) Carlos Eduardo Strauch Albero, da Engevix;
8) Newton Prado Júnior, da Engevix;
9) Otto Garrido Sparenberg, da IESA;
10)Valdir Lima Carreiro, da IESA;
11) Ricardo Ribeiro Pessoa, da UTC;
12) Walmir Pinheiro Santana, da UTC;
13) Othon Zanoide de Moraes Filho, da Queiroz Galvão;
14) Ildefonso Colares Filho, da Queiroz Galvão;
15) Jayme Alves de Oliveira Filho, subordinado de Alberto Youssef;
16) Adarico Negromonte Filho, subordinado de Alberto Youssef;
17) Carlos Alberto da Costa Siva, emissário das empreiteiras;
18) Renato de Souza Duque, ex-diretor da Petrobrás;
19) Fernando Antonio Falcão Soares, lobista

16 investigados que sofreram bloqueios bancários:
1) Eduardo Hermelino Leite
2) Dalton dos Santos Avancini
3) João Ricardo Auler
4) José Ricardo Nogueira Breghirolli
5) José Aldemário Pinheiro Filho
6) Agenor Franklin Magalhaes Medeiros
7) Ricardo Ribeiro Pessoa
8) Walmir Pinheiro Santana
9) Sérgio Cunha Mendes
10) Gerson de Mello Almada
11) Othon Zanoide de Moraes Filho
12) Ildefonso Colares Filho
13) Valdir Lima Carreiro
14) Erton Medeiros Fonseca
15) Fernando Antonio Falcão Soares
16) Renato de Souza Duque

“O cara” e a cara do prefeito contador de causos

O prefeito Kireeff, em sua versão contador de causos, mais uma vez “devaneou” eu seu discurso no aniversário da Caapsml.

Disse ele que viajou muito pelos sertões brasileiros ao som de “Boiadeiro”, cantada pelo coral Tempos Dourados em homenagem ao 58º aniversário da Caapsml. Lembrou de uma picada de cobra peçonhenta quando andava pelas estradas de terra e dos mais de 5 quilômetros a serem caminhados até o cavalo que o levaria para o atendimento. “Não tive medo de morrer e entendi que havia conquistado o equilíbrio, a tranquilidade para toda e qualquer decisão, perfil que tem me ajudado muito à frente da prefeitura”, disse o contador de história Kireeff.

A cobra morreu?

Bem…. o prefeito passou para vários outros temas sem concluir o desfecho de tão emocionante história e já ia se despedindo quando um aposentado questionou: e a cobra, morreu prefeito?

Kireeff concluiu então seu “causo”: olha só posso dizer que 45 dias depois voltei no mesmo local e matei a cobra. Se a cobra estava esperando; se era a mesma e se foi mesmo assim….vamos ficar sem saber.

Planejando uma Caapsml mais forte

O prefeito de Londrina, Alexandre Kireeff (PSD), declarou ontem que 2015 será “o ano da Caapsml”. Durante a cerimônia de comemoração do 58º aniversário da instituição, realizada na sede da OAB, ele ressaltou a importância de fortalecer a instituição e prepará-la para os desafios de médio e longo prazos. A Caixa de Assistência, Aposentadoria e Pensões dos Servidores Municipais atende hoje cerca de 9 mil servidores e cerca de 3 mil aposentados e pensionistas. Kireeff elogiou e parabenizou o trabalho que vem sendo desenvolvido pelo superintendente Denilson Novaes.

Um passo a frente

Sugestões não vão faltar para embasar o prefeito na hora de decidir os rumos da Caapsml. Também ontem a noite a comissão formada por servidores da instituição, da secretaria de governo, câmara de vereadores, procuradoria , controladoria e da associação dos aposentados entregou a Kireeff um documento com propostas para fazer frente ao déficit atuarial – diferença entre o volume de arrecadação e o volume do custo das aposentadorias.

Valentes

Considerada uma das Caixas de previdência municipais melhor gerenciadas do país, ainda assim, a Caapsml tem enfrentado vários desafios práticos com “ valentia” já que o comprimento do cobertor de Londrina é curto… Melhorou o atendimento, ampliou sua rede de contato com seu público com várias ações e implantou “produtos” de comunicação como uma página do FB e uma cartilha.

Movimentando a cidade

A Caapsml movimenta anualmente R$ 40 milhões na cidade, na área de saúde através do plano de saúde, com assistência médica e exames. Em 2015 deverão ser cerca de R$50 mihões.
Do total do orçamento do município, a Caapsml deve receber em 2015 cerca de R250 milhões, lembrando que estes recursos não são propriamente investimentos e sim relativos aos recolhimentos dos fatores previdenciário patronal e do trabalhador previstos em lei.
Compondo este total estão cerca de R$ 50 milhões; volume gerado pelo plano de saúde pago pelos servidores.

Operação Lava A Jato prende diretores e executivos de várias empreiteiras.

Da F.São Paulo

A Polícia Federal, dando continuidade à Operação Lava a Jato, está cumprindo hoje 85 mandados de prisão, busca e apreensão. Vários executivos de grandes construtoras foram presos – Mendes Junior, Odebrecht, Queiroz Galvão, UTC, OAS, Camargo Correia, Engevix, Galvão Engenharia e Iesa.

A justiça mandou bloquear também os bens de 36 destes executivos no valor de R$ 720 milhões.

Também foi preso o ex-diretor da Petrobras, Renato Duque. Ao lado, Ricardo Pessoa, presidente da UTC, é levado à Polícia Federal.

300 policiais estão trabalhando na operação. (leia mais aqui)