Em campanha, Marcelo Belinati buscar ser oposição a Kireeff

E o deputado federal eleito Marcelo Belinati (PP) está em campanha para prefeito de Londrina. Ao ser questionado ele diz que não é o momento para isso, que está pensando na Câmara Federal, etc.

Mas não é bem assim. Sempre que tem oportunidade de estar na mídia, faz críticas às vezes veladas, às vezes diretas sobre a atual administração de Alexandre Kireeff.

E usa até a estratégia do tio, Antonio Belinati. Domingo, durante o programa Jogo do Poder, na CNT, ele usou a tradicional expressão do tiozão: “Não sou eu que estou dizendo….”, e dá-lhe porrada.

Reforma administrativa em Londrina, mais uma coisa que fica para o ano que vem

O prefeito Alexandre Kireeff (PSD) anunciou que iria compactar algumas secretarias, a ideia surgiu através do programa ‘Londrina pra frente’. Elas seriam divididas em dois temas: direitos humanos e desenvolvimento econômico. A única secretaria com garantia de estabilidade seria a secretaria do Meio Ambiente – mais por causa da gritaria dos ambientalistas – que mesmo assim, poderia se tornar uma Secretaria de Desenvolvimento Sustentável. Com a reforma administrativa o prefeito pretende diminuir de 30 para 20 as secretarias. Ele vai encaminhar o projeto de lei ainda este ano, mas  a discussão fica só para o ano que vem.

Como ficaria a divisão

Sec. Desenvolvimento Econômico Sec. Direitos Humanos
– Secretaria do Emprego e de Agricultura

– Instituto de Desenvolvimento Econômico de Londrina (Codel)

– Políticas voltadas à mulher, igualdade Racial, pessoas com deficiência, criança e adolescente  e grupo LBGT (Lésbicas,Gays, Bissexuais,Travestis, Transexuais e Transgêneros)

 

PT, o duro caminho entre a ficção e a realidade

No Brasil, período de eleição parece sessão de cinema,com raras exceções é pura ficção.

Por exemplo: a galera do PT falou o diabo da Marina Silva que tinha como uma das financiadoras de sua campanha a diretora de um grande banco.

Dilma não só também recebeu dinheiro dos bancos como também estava convidando banqueiros da iniciativa privada para assumir o comando do Banco Central.

A maioria dos partidários do PT sempre demonizou o agronegócio. E a Dilma convida quem para o ministério da Agricultura? Logo a principal representante das grandes empresas do agronegócio no País, Kátia Abreu.

E o óbvio pelo óbvio: O MST está invadindo propriedades rurais em protesto contra a indicação feita por Dilma.

Governador pode mexer no secretariado para fazer Belinatti deputado estadual

O governador Beto Richa (PSDB) e seus principais assessores estão quebrando a cabeça para resolver um impasse na Assembleia Legislativa. O tucano quer trazer novamente para a Assembleia o deputado Antônio Carlos Salles Belinati (PP) — que é filho do ex-prefeito de Londrina e ex-deputado estadual assumir uma secretaria de Estado. O PP, na última eleição, se coligou com o minúsculo PMN. Desta chapa foi reeleito Dr. Batista (PMN), e dois novatos foram eleitos – ambos do PP: José Carlos Schiavinatto, ex-prefeito de Toledo, e Maria Victória, filha da vice-governadora eleita Cida Borghetti e do ex-secretário de Indústria e Comércio Ricardo Barros. Um destes três pode assumir um cargo no Poder Executivo para abrir a vaga para Belinati. Segundo um dos assessores de Beto Richa, o que tem mais chance de virar secretário é Schiavinatto, porém, deve ser uma pasta de menor importância na administração.

http://www.bemparana.com.br/karlos/

Questão de Fases

 “A gestão é feita de fases. Ou tu fazes ou não fazes”.

Recomendação compilada por Armando Burd, na sua coluna no O Sul, dada por um candidato a secretário de Ivo Sartori, eleito pelo PMDB gaúcho.

Vacinação acaba esta semana

Nesta semana acaba a vacinação de poliomielite e sarampo.  A vacinação começou no último dia 8 de novembro. Até agora 6,4 milhões de crianças foram medicadas. O objetivo é imunizar 2,7 milhões de crianças contra a pólio e 10,6 milhões contra  o sarampo.

Saul Elkind vai receber pavimentação

Uma licitação foi aberta para contratação de uma empresa para pavimentação da Av. Saul Elkind. Além disso na avenida acontecerá a troca das calçadas por paver, instalação do piso tátil, rampas de acessibilidade, sistemas de drenagem, sinalização, plantio de árvores e colocação de lixeiras.

A revitalização vai sair em torno de R$ 4 milhões de recursos municipais, estaduais e federais. Porém,  a Prefeitura pretende utilizar apenas R$ 1.874.789 que é o contrato de pavimentação, do trecho de 2,5 quilômetros – entre a Rodovia Carlos  João Strass  e a Rua Angelina Ricci Vezozzo. O restante deste valor que serão liberados pelo Paraná Cidade ficará a disposição para o município para outra obra de pavimentação na cidade de Londrina. Quase R$ 700 mil também foram reservados para a construção da ciclovia.

Tá boa a briga pela presidência da Câmara de Londrina

No dia 18 de dezembro, os vereadores de Londrina escolhem o novo presidente da Câmara. Os possíveis candidatos seriam Péricles Deliberador, Wilson Bittencourt, Mário Takahashi, Elza Correia, Gustavo Richa e Jamil Janene. No entanto, a escolha de acordo com os vereadores, vai depender da posição do prefeito Alexandre Kireeff. O que se esperava é que o prefeito pudesse apoiar algum candidato. Porém ele já manifestou dizendo que irá acompanhar a escolha de “fora”. E que só entra neste jogo, caso haja algum pedido para equilibrar possíveis conflitos.

Promic 2015 ainda dá tempo

O Programa Municipal de Incentivo à Cultura (Promic) tem disponível cerca de R$ 3,9 milhões para investir. O prazo para as inscrições terminam hoje, às 18h. Os projetos podem ser voltados a ações de preservação da cidade, cinema, música, incentivo à leitura e interações em espaços públicos com arte. Para realizar as inscrições é só até hoje. Basta ir até a : Secretaria de Cultura: Rua Pio XII, 56. Mais informações acesse o site: www1.londrina.pr.gov.br/promic/ editais

Confira a distribuição da verba

Projetos Independentes – R$ 1,5 milhão

Projetos Independentes Livres – R$ 670 mil

Atividades Descentralizadas – R$ 280 mil

Atividades Transversais em Políticas Públicas – R$ 110 mil

Atividades Culturais em Distritos Rurais – R$ 120 mil

Atividades de Oficinas Formativas – R$ 320 mil

Projetos Estratégicos – R$ 1,3 milhão

Projetos de Vilas Culturais – R$ 500 mil

Audiência pública debate crise nos presídios

Atenção, hoje às 19h, na Câmara de Vereadores de Londrina ocorrerá um debate sobre a crise de segurança nas prisões. O presidente da Câmara, Rony Alves agendou a discussão depois da reunião com vários agentes penitenciários de Londrina, que descreveram várias situações. Espera-se no final do debate elaborar uma carta de intenções para o governador Beto Richa, com propostas de melhorias. A atenção para o assunto se deve ao fato de Londrina contar com duas penitenciárias estaduais (PEL I e PEL II). A audiência quer reunir o Sindicato dos Agentes Penitenciários do Paraná (Sindarspen), Pastoral Carcerária, além de professores e alunos do curso de Direito.