Sete auditores condenados na Publicano 6

Reprodução RPCDa Folha de Londrina/Guilherme Marconi

O juiz da 3ª Vara Criminal de Londrina, Juliano Nanuncio, condenou sete auditores fiscais da Receita Estadual do Paraná a oito anos e sete meses pelos crimes de formação de quadrilha e corrupção passiva tributária no âmbito da Operação Publicano 6. Nesta fase, o MP (Ministério Público) apontou que os funcionários do órgão fazendário exigiram vantagem pecuniária indevida para não fiscalizar as cargas de cerveja transportadas irregularmente pela Debal Distribuidora, empresa sediada em Londrina, deixando de recolher os tributos devidos nas operações em postos fiscais do Estado.  (mais…)

Começa amanhã a reforma do Pronto Atendimento Infantil de Londrina

Inaugurado em 1999, ainda no século passado, o Pronto Atendimento Infantil de Londrina vai ser reformado, ou praticamente reconstruído. Sem ter passado por uma reforma ampla desde então, o prédio tem muitas infiltrações, rachaduras, etc.

As obras estão orçadas em R$ 3,5 milhões. E se iniciam pelo térreo – nível da Avenida Duque de Caxias.

Enquanto acontecem as obras, toda a estrutura do PAI será transferida para o prédio do antigo Hospital Ortopédico, na esquina das avenidas Duque de Caxias e JK.

Será que reduz a farra?

crédito Orlando Kissner/Alep

Projeto de lei de autoria do deputado Tiago Amaral (PSB) propõe tornar obrigatória a publicação de jetons pagos pelo governo do estado. Pelo projeto deverão ser publicados todos os atos com informações de quem paga, os valores e formas de remunerações referentes a jeton, que é a gratificação recebida pela participação em reuniões de órgãos de deliberação.   (mais…)

Adeus IAPAR

foto AEN

O governador Ratinho Jr entregou hoje um novo pacote de medidas para “enxugar a máquina pública”, a tal reforma administrativa.

Entre as decisões está a de agrupar em uma autarquia só o Iapar, o CPRA e a Emater, que passará a se chamar Desenvolvimento Rural do Paraná sob o guarda-chuva da Secretaria de Meio Ambiente.

A Codapar será liquidada.

Segundo o governo só com estas ações serão economizados 16 milhões por ano.

Ouça o que diz o Secretário Guto Silva sobre as mudanças no IAPAR.

Lula Livre na Argentina, agora vai

Agora vai. O candidato Alberto Fernández, vencedor das prévias para a presidência da Argentina, visitou Lula e defendeu sua libertação.

Brasil com recessão técnica

do G1

A economia brasileira registrou retração de 0,13% no segundo trimestre de 2019, segundo o Índice de Atividade Econômica (IBC-Br), uma espécie de “prévia” do Produto Interno Bruto (PIB), divulgado pelo Banco Central (BC) nesta segunda-feira (12).

(mais…)

Lavagem de dinheiro: Ex-governador Fernando Pimentel, de Minas, alvo da Operação Monograma

Do G1

A Polícia Federal (PF) realiza, na manhã de hoje a Operação Monograma contra crimes eleitorais e lavagem de dinheiro. Estão sendo cumpridos dois mandados de busca e apreensão em endereços ligados ao ex-governador de Minas Gerais Fernando Pimentel (PT). (mais…)

A confusão do MDB de Curitiba

Diz o blogueiro e jornalista atuante Fernando Tupan que um filiado entrou com o pedido de anulação da convenção do MDB de Curitiba, na semana passada, e agora o presidente estadual, João Arruda vai precisar nomear uma comissão e um relator para iniciar a tramitação do requerimento. (mais…)

Novos deputados, velhas práticas: despesa com viagens internacionais aumenta 82%

da Gazeta do Povo

A nova Câmara dos Deputados, com quase 50% de renovação na última eleição, aumentou em 82% as despesas com viagens internacionais no primeiro semestre deste ano. Foram R$ 2,67 milhões em passagens e diárias, contra R$ 1,47 milhão gasto no mesmo período do ano passado. A novata Luísa Canziani (PTB-PR) pagou R$ 36,6 mil por passagens para China, Indonésia e Vietnã, em comitiva de 13 deputados acompanhando a ministra da Agricultura, Teresa Cristina, em maio. No mesmo trajeto, o deputado Zé Silva (SD-MG) gastou R$ 14 mil em passagens. O custo total da “missão” ficou em R$ 344 mil. (mais…)

Bolsonaro, o mito, recomenda “fazer cocô dia sim, dia não”

do Valor Econômico

O presidente Jair Bolsonaro recomendou “fazer cocô dia sim, dia não” para melhorar a vida de quem sofre com a poluição ambiental. Em tom de ironia, ele fez a afirmação quando questionado se é possível conciliar crescimento e preservação. E recomendou ao repórter que fez a pergunta que coma menos. “É só você deixar de comer menos um pouquinho”, “, respondeu. “Você fala para mim em poluição ambiental. É só você fazer cocô dia sim, dia não, que melhora bastante a nossa vida também.” (leia mais)

Itaipu e a farra das passagens aéreas e mordomias para o Judiciário

do Zé Beto

A revista eletrônica Crusoé escarafunchou os bastidores exoneração do diretor jurídico da Itaipu, Cezar Zilioto. Sobrou pra todo mundo, mesmo porque, segundo a reportagem, o advogado era protegido dos ministros Gilmar Mendes e Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal. “Usina de mordomias” é a chamada da capa.  “Hotéis cinco estrelas, voos em classe executiva e férias esticadas: documentos obtidos por Crusoé mostram como Itaipu virou uma generosa fonte de recursos para bancar a doce vida de altas autoridades do Judiciário”. Segundo a reportagem de Caio Junqueira e Matheus Coutinho, o general Silva e Luna, que assumiu a diretoria geral este ano, trocou a maior parte da diretoria, rescindiu contratos com entidades jurídicas, mas teve dificuldade em demitir quem os assinava, ou seja, Zilioto. “O esforço de Gilmar e Toffoli para mantê-lo foi grande”, informa a revista. Isso durou até que um dossiê com detalhes da farra dos patrocínios na diretoria jurídica chegou ao Palácio do Planalto. “Foi o suficiente para que a exoneração, antes complicada, saísse”.

Segundo a Crusoé, a lista dos magistrados que de alguma forma tiveram despesas custeadas pelos cofres de Itaipu inclui seis dos onze ministros do Supremo Tribunal Federal: o atual presidente da corte, José Antonio Dias Toffoli, Alexandre de Moraes, Luiz Fux, Gilmar Mendes, Marco Aurélio Mello e Ricardo Lewandowski. Também aparecem na lista o presidente do Superior Tribunal de Justiça, João Otávio de Noronha, e outros 18 ministros da corte. O rol de juízes de primeira instância e desembargadores é ainda mais extenso.

, , ,

Mais um quer ser candidato a prefeito pelo NOVO

Mais um de olho na cadeira do prefeito Marcelo Belinati. O ex-secretário de Gestão no governo Kireeff, Rogério Carlos Dias, ex-servidor da Polícia Federal, também se inscreveu para o processo seletivo dos candidatos a Prefeito do NOVO. Além dele, o empresário Nelson Tsukahara também está inscrito.

Sonegação em alta

Marcello Casal Jr./Agência Brasil

A Receita Federal informou hoje, em Brasília, que iniciou mais uma etapa das ações do Projeto Malha Fiscal da Pessoa Jurídica. O foco é a falta de recolhimento do Imposto de Renda Pessoa Jurídica e da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL). O total de indícios de sonegação verificado nesta operação, para o ano-calendário de 2015, é de aproximadamente R$ 1,2 bilhão.

Segundo a Receita, foram enviadas cartas a 12.171 empresas de todo o país avisando sobre montantes de créditos declarados e recolhidos.

“As inconsistências encontradas pelo Fisco podem ser consultadas em demonstrativo anexo à carta, e as orientações para autorregularização no próprio corpo da carta”, disse a Receita.

Para confirmar a veracidade das cartas enviadas, a Receita Federal encaminhou mensagem para a caixa postal dos contribuintes, que podem ser acessadas por meio do e-CAC.

A Receita orienta que aqueles que ainda não foram intimados, ao identificarem equívoco na prestação de informações ao Fisco, podem também promover a autorregularização, evitando, assim, procedimentos de fiscalização que poderão acarretar em multa de ofício de 75%, além do acréscimo de juros de mora.

De acordo com a Receita, os indícios constatados no projeto surgiram a partir do cruzamento de informações eletrônicas, com o objetivo de verificar a consistência entre as informações fornecidas pela própria Escrituração Contábil Fiscal do contribuinte e o documento de constituição de crédito tributário.

*Da Agência Brasil

Programão neste sábado em Londrina

Expositores de produtos naturais e orgânicos, praça de alimentação com hambúrguer, pastel, coxinha, torresmo, chope artesanal e coocks, espaço para crianças e música ao vivo são algumas das atrações da Feira na Praça, agendada para este sábado (10) no Calçadão de Londrina. (mais…)

É muito

Do Angelo Rigon
O Ministério Público Federal quer R$ 250 milhões da Construtora J. Malucelli e mais R$ 20 milhões de Joel Malucelli para fechar um acordo de leniência para que o empresário seja condenado a 2 anos e meio de prisão domiciliar. Joel Malucelli acha que é muito.