MP cumpre mandado de buscas e apreensão em diversas cidades do Paraná

do MPPR

O Ministério Público do Paraná deflagrou na manhã desta quarta-feira, 14 de outubro, a Operação Networking, que investiga organização criminosa responsável por fraudar procedimentos licitatórios em diversos municípios do estado. Foram cumpridos 18 mandados de busca e apreensão em empresas, residências e gabinetes de órgãos públicos nos municípios de Umuarama, Perobal, Pérola, Tuneiras do Oeste, Cruzeiro do Oeste, Loanda, Porto Rico, Nova Aliança do Ivaí (todas no Noroeste do estado), Santa Cecília do Pavão (Norte Pioneiro), Pitanga (Centro-Sul) e Barracão (Sudoeste). (mais…)

Gaeco nas Ruas de Londrina. Prosseguimento da Operação Luz Oculta

Gaeco e o delegado Alan Flore passeando pelas ruas de Londrina recolhendo documentos e lâmpadas da rede pública de iluminação para análise. Investiga os contratos entre a empresa Energepar e a Sercomtel Iluminação.

Cadastramento para renda emergencial da Lei Aldir Blanc encerra amanhã

do N.Com

Encerra nesta quarta-feira (14) o prazo de cadastramento para o benefício de renda emergencial da Lei Aldir Blanc, para pessoa física. O auxílio é voltado aos trabalhadores da área cultural, que foram afetados pela pandemia do novo coronavírus, e será disponibilizado em três parcelas, no valor de R$600 cada. Para se cadastrar é necessário preencher formulário on-line da Secretaria Estadual da Comunicação Social e da Cultura, disponível no link www.sic.cultura.pr.gov.br/auxilio/renda.php. (mais…)

Operação Luz Oculta investiga contratos da Energepar com Sercomtel Iluminação

Telma Elorza
O LONDRINENSE

Agora é oficial: O Núcleo de Foz do Iguaçu da Divisão de Combate à Corrupção do Paraná abriu inquérito para investigar possíveis fraudes no contrato da Sercomtel Iluminação, de Londrina, com a empresa Energepar Empreendimentos Elétricos. Este é o terceiro inquérito envolvendo a empresa Energepar, que também está sendo investigada por contratos fraudulentos com as prefeituras de Foz do Iguaçu e Santa Terezinha de Itaipu, na chamada Operação Luz Oculta. (mais…)

Stephanes deve ser o novo presidente da Agepar

do CabezaNews

O governador Carlos Massa Ratinho Junior indicou o ex-ministro Reinhold Stephanes como diretor-presidente da Agência Reguladora do Paraná (Agepar).

A informação foi confirmada pela Comissão de Finanças da Assembleia Legislativa, que agendou a sabatina com Stephanes às 14h da próxima quarta-feira (21 de outubro). (mais…)

As dificuldades da campanha

Em toda a campanha eleitoral muda a forma como as equipes de produção devem entregar as mídias (as propagandas) para as emissoras de TV e de rádio.

Desta vez foi definido que para enviar os programas é preciso usar um dos 4 sites de upload (subidores) autorizados pela Justiça Eleitoral. Para cada upload a campanha paga R$ 60,00.

Mas nem todas as campanhas conseguiram enviar seus programas. Virou até discussão na Justiça eleitoral de Londrina.

Morre Padre Beffa, ex-prefeito de Arapongas

Arquivo TN Online

do Terceira Opinião

A comunidade católica está em luto. O Padre Antônio José Beffa, ex-prefeito de Arapongas na gestão de 2013-2016, morreu na segunda-feira (12), aos 75 anos. O sacerdote estava internado desde junho na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital do Coração em Londrina com quadro grave de pneumonia agravado por outros problemas de saúde. A morte foi comunicada oficialmente pelas redes sociais da Diocese de Apucarana. (leia mais)

Em Goioerê, MP cobra retorno das aulas presenciais

do Boca Santa

A promotora Simone Berci Françolin quer a volta das aulas presenciais em escolas de Goioerê.

Ela até se reuniu com o prefeito Pedro Coelho para falar do assunto.

Alegou preocupação com a evasão escolar e com casos de abandono de crianças, que ficam sozinhas em casa.

A prefeitura considera o retorno já inviável.

O assunto também será levado aos outros três municípios da comarca – Moreira SalesQuarto Centenário e Rancho Alegre do Oeste.

.

Com informações da Tribuna da Região

Grana do Fundo Eleitoral é motivo de tensão entre os candidatos nos partidos

Feriado, blogueiro também entra no ritmo desacelerado.

Mas o wathsapp não para. E uma das principais reclamações dos candidatos a prefeito de Londrina, e acredito de todo o Paraná, é: cadê o dinheiro do Fundo Eleitoral prometido?

Ocorre que o Fundo Eleitoral (2 bilhões), destinados às campanhas, é dinheiro bagarai olhando o valor absoluto. Porém, quando se sabe que o número de candidatos a prefeito chegou a 19 mil e de vereadores, 533 mil candidatos, sobra pouco ou nada para cada um.

E essa é a grita geral. Candidatos a prefeito e a vereador contavam com o dinheirinho, os caraminguás, do fundo partidário,  e estão percebendo que o quais quais não vai chegar, e quando chega, cai na conta só dos candidatos que são mais queridos da direções regionais ou nacionais.

Fogo amigo(?) na coligação do candidato a prefeito Marcelo Belinati

Fogo amigo?

O candidato do PSDB, Cesar Augusto Cavalari (Cesar do UBER) ingressou na Justiça Eleitoral com pedido de impugnação do candidato Gustavo Richa (PTB).

A alegação é de que Gustavo Richa, que era coordenador do Procon, deixou o órgão depois do prazo de desincompatibilização.

Curiosamente os dois partidos dos litigantes fazem parte da coligação do candidato a prefeito Marcelo Belinati (PP).

Águila é o primeiro a ter candidatura deferida

O candidato do MDB Águila Misuta foi o primeiro a ter deferido o registro da candidatura a prefeito de Londrina.

Segundo a legislação eleitoral até 20 dias antes das eleições qualquer partido ou coligação pode trocar o nome do cabeça de chapa. (mais…)