Vem fácil vai mais fácil ainda: Auditor fiscal gastou até R$ 15 mil por mês com programas sexuais

O auditor fiscal  preso da Receita Estadual, Luiz Antônio de Souza investigado por manter relações sexuais com adolescentes , chegou a pagar até R$ 15 mil ao mês com programas. O auditor também é investigado pelo esquema de propina na Receita Estadual, na Operação Publicanos. Cerca de 30 pessoas são investigadas entre funcionários do órgão e empresários. Este auditor foi preso em janeiro com uma adolescente, em um motel conhecido da cidade.

Atenção comerciantes, golpe novo na praça. Não caia nessa.

O telefone toca na loja e o golpista, do outro lado da linha, faz um pedido de compra de produtos.

Feito o pedido o cara diz que está depositando o cheque na conta da empresa.

O dono da empresa verifica a conta no banco e vê que foi feito um depósito bancário, em cheque, mas com valor superior ao da nota fiscal, bem maior do que foi vendido.

Horas depois o fulano liga novamente para a empresa diz que a secretária errou e depositou um valor maior e pede para que a loja devolva a diferença depositando o valor na conta X.

Pois é, geralmente o depósito para pagar a compra é feito com cheque roubado e demora para ser compensado. A intenção do golpista é que o empresário faça a devolução da “diferença” o mais rápido possível, desaparecendo como dinheiro.

Quando  o dono da loja percebe o golpe, dançou.

Muita gente tem caído no golpe.

Espalhe a notícia.

O bom humor de Kireeff, segundo Oscar Bordin

Adoro o bom humor do Prefeito Alexandre Kireeff , ele quer duplicar a PR 445 até Mauá da Serra, enquanto isto o londrinense leva 30 minutos para atravessar um trecho de 5 Km na Via Expressa. Quer dizer: vai ser mais rápido eu ir a Tamarana do que cruzar uma avenida na minha cidade.

Oscar Alberto Bordin, empresário

, ,

Lembram do Alerta Fiscal?

Do Angelo Rigon

No início de 2011, a Secretaria de Fazenda do Paraná realizou a operação Alerta Fiscal, mobilizando auditores fiscais e procuradores do Estado para tentar recuperar bilhões sonegados por empresas, muitas delas brigando na justiça somente para atrasar o pagamento de tributos ao governo. A primeira cidade escolhida para a operação foi Maringá, e não por acaso.

No entanto, até agora, o Gaeco só descobriu em Londrina sinais de um grande esquema de sonegação e ‘venda’ de descontos, em troca de propina, envolvendo funcionários da Receita Estadual. Se as investigações chegarão a Maringá? Isso é outra história.

 

Nem com binóculo. Aprovação de presidente cai para 12%

De acordo com pesquisa divulgada pela Confederação Nacional da Indústria, atualmente, apenas 12% aprovam o governo da presidente Dilma Rousseff. Os que avaliam o governo de Dilma como ruim ou péssimo é de 64%. A pesquisa foi realizada com mais de duas mil pessoas, dos dias 21 e 25 de março, a margem de erros é de 2 pontos percentuais para mais ou par a menos.

A deselegância do PSC e de Ratinho Junior

E o PSC do Paraná, cujo dono é Ratinho Junior, tem ajudado em muito a piorar a imagem do governador Beto Richa – como se isso fosse possível no momento. Junior é Secretário de Desenvolvimento Urbano do governo Richa.

Nos últimos dias a propaganda do PSC nas emissoras de rádio e TV,  têm dito que o partido tem obras e ações em 391 municípios do Paraná – o Estado tem 399 cidades. A impressão que se tem é que é o PSC que faz e acontece.

Na verdade coloca no seu portfólio obras e ações do governo do Paraná como se fossem particularmente suas e não do governo Richa.

Num momento em que Richa busca desesperadamente uma agenda positiva, a ação de Ratinho Junior e seu partido, é de uma deselegância impar.

Zé Ruela tem o remédio

Zé Ruela, lá da vila Recreio, observador de todas as mídias, blogs, portais, jornais, sinais de fumaça e batidas de tambor está comovido.

Ele explica que está comovido com o esforço gigantesco de personagens da imprensa  na tentativa de faz a defesa sistemática do governador Beto Richa. Também está comovido com o contrário. Dos que fazem de tudo para atacá-lo.

E Zé Ruela dá o remédio para tudo isso: Ler tudo com atenção e com desconfiança e tirar suas próprias conclusões.

 

Youssef disse que gerou trabalho, e é verdade

O doleiro londrinense, Alberto Youssef fez um desabafo. Disse que sempre “teve atividades lícitas e também pagou impostos e gerou  empregos”.

É a mais pura verdade.

O que ele anda dando trabalho para o Ministério Público, pra promotores, policiais do GAECO, Juízes, advogados, cardiologistas… não é brincadeira.

Contas de Nedson Micheleti serão votadas hoje

É comovente a celeridade – leia com cara de ironia – com que as contas de ex-agentes públicos são analisadas pelo Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE).

Hoje a Câmara de Vereadores vai discutir a prestação de contas do ex-prefeito de Londrina, Nedson Micheleti, do exercício financeiro de 2007, conforme o Acórdão de Parecer Prévio n° 415/14, do TCE.

O TCE-PR conclui pela regularidade das contas de Micheleti com ressalvas, uma vez que as falhas identificadas – relacionadas a repasses ao INSS e pagamento de precatórios – não causaram prejuízo ao Tesouro Municipal. As comissões de Justiça e de Finanças do Legislativo, durante reunião pública conjunta realizada na última segunda-feira acolheram os pareceres das assessorias técnicas e emitiram parecer favorável à aprovação das contas referentes ao exeRcício de 2007. Quorum: 13 votos favoráveis.

Comissão quer regulamentar prostituição. Abrindo o próprio negócio

Projeto de lei do deputado Jean Wyllys (Psol-RJ) regulamenta  a atividade de profissionais do sexo. Foram criadas comissões para analisar a propostas (PL4211/12). A proposta quer dar direito aos profissionais acesso a saúde, direito do trabalho, segurança pública e dignidade humana.

Vai facilitar a vida de quem quer abrir o próprio negócio.

DPVAT e IPVA vencem a partir de segunda

O Imposto sobre Propriedade de Veículo Automotor (IPVA) e o Seguro Obrigatório (DPVAT) devem ser pagos a partir do dia 6 de abril. No IPVA, é possível pagar à vista com desconto de 3% de 6 a 17 de abril. Cada vencimento varia de acordo com a placa, para verificar é só ver através do site do Renavam (www.fazenda.pr.gov.br). Também se pode dividir o pagamento em três vezes.

Como cada prefeitura pensa sua publicidade. Umas muito, outras… veja bem

Em Foz do Iguaçu a Justiça proíbe que a prefeitura continue fazendo propaganda sem que antes resolva o problema da UTI pediátrica na cidade.

Em emissoras de rádio de Londrina rola solto uma campanha da prefeitura de Maringá, enaltecendo como a cidade é bem resolvida, chique e boa pra morar.

Já em Londrina ninguém sabe o que é publicidade oficial há anos e e anos. Não se deseja o abuso como é o caso desta campanha de Maringá, que apenas faz oba-oba com a administração. Porém, no caso de Londrina, a questão é de saúde pública. Há, por exemplo, o problema crescente da dengue que precisa ser controlado e campanhas educativas ajudariam muito.

 

Justiça proíbe prefeitura de gastar em publicidade antes de restabelecer atividades de UTI pediátrica

Do Ministério Público do Paraná

Decisão da Vara da Infância e da Juventude de Foz do Iguaçu, no Oeste paranaense, determinou o bloqueio das verbas de publicidade do Município até que sejam resolvidos os problemas encontrados nos serviços de pediatria do Hospital Municipal Padre Germano Lauck. A principal irregularidade é a falta de uma equipe médica especializada para prestar o atendimento na UTI pediátrica do hospital.
A 9ª Promotoria de Justiça de Foz ingressou com ação civil pública para que não houvesse a interrupção dos serviços da UTI pediátrica do hospital após receber, em fevereiro, comunicação de prestadores de serviços da Fundação Municipal de Saúde informando que a partir de 28 de fevereiro deixariam de prestar serviços na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) pediátrica e na clínica pediátrica do hospital por conta de uma série de carências que os impediriam de realizar um trabalho eficiente. Leia mais

Eletrocutado pelo preço!

Um dos primos que controlam o setor de energia no Paraná anda com o orçamento em alta voltagem. Saiu por R$ 6,3 milhões o contrato de três anos da manutenção da iluminação pública de Foz do Iguaçu (PR). É metade do estimado pelo diretor municipal, Hélio Samek. Ele é primo de Jorge, presidente da vizinha Itaipu Binacional.

http://www.pampa.com.br/novo/jornalosul/colunista.php?colunista=LeandroMazzini