Chico Brasileiro é eleito prefeito de Foz com 56% dos votos

As eleições suplementares em Foz do Iguaçu aconteceram ontem. O candidato Chico Brasileiro (PSD), venceu as eleições com 69.469 votos (56,35%) dos votos válidos. Ele havia disputado as eleições o ano passado e ficou em primeiro lugar depois que omais votado na época, Paulo Mac Donald Ghisi (PDT), que teve a candidatura indeferida pela Justiça Eleitoral por improbidade administrativa. Ele já foi vereador em dois mandatos (2000-2004).

Justiça bloqueia bens do ex-prefeito de Londrina, Nedson Micheleti

Do G1

A Justiça determinou o bloqueio de bens do ex-prefeito de Londrina, Nedson Micheleti e outros integrantes da administração municipal na gestão 2005-2008. O pedido foi feito pelo Ministério Público do Paraná (MP-PR) que propôs uma ação civil pública após encontrar irregularidades em uma licitação para compra de veículos.

(mais…)

STJ autoriza que Beto Richa seja investigado

do G1

A ministra do Superior Tribunal de Justiça Nancy Andrighi autorizou ontem a abertura de inquérito para investigar se o governador do Paraná, Beto Richa (PSDB), tem envolvimento com supostas fraudes envolvendo o Porto de Paranaguá.

O pedido de abertura de inquérito foi feito pelo vice-procurador-geral da República, José Bonifácio Andrada. A apuração, que está em segredo de justiça, cita suspeitas de corrupção “na concessão de licença ambiental pelo Instituto Ambiental do Paraná”.

Moro condena Eduardo cunha a 15 anos de xilindró

Da Folha de São Paulo

O juiz Sergio Moro, da 13ª Vara Federal em Curitiba, condenou o ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB) pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e evasão fraudulenta de divisas. Somadas, as penas chegam a 15 anos e quatro meses de prisão. (mais…)

O Camaleão Osmar Dias

Paulista de Quatá e criado em Maringá, Osmar Dias transformou-se num camaleão da política no Paraná.

Com passagens pelo PMDB, PSDB, PDT, Dias vai dançando conforme toca a banda.

Ruralista de quatro costados, abraçou a causa petista/lulista até recentemente. Parça de Dilma, esteve na vice-presidência do Banco do Brasil até o último suspiro.

Agora, em campanha pelo governo do Paraná, faz de conta que nunca esteve com os companheiros e tenta se distanciar da rejeição que o PT vem sofrendo no Estado.

Assim é a política.

480 vereadores do Norte do Paraná aprendem em Londrina a fiscalizar os prefeitos

 

480 vereadores de 110 municípios da região Norte do Paraná estão em Londrina participando de um treinamento para desenvolver técnicas de fiscalização da gestão do dinheiro público nas prefeituras.

O evento, que está sendo realizado em parceria entre a Associação dos Municípios do Médio Paranapanema e Tribunal de Contas do Paraná. (mais…)

Audiência Pública discute, neste momento, a liberação da cerveja nos estádios

Está acontecendo neste momento, na Assembleia Legislativa do Paraná, a audiência pública que discute o projeto para a liberação de bebida alcoolica nos estádios de futebol do Estado.

Estão participando deputados, dirigentes de clubes – Elizeu Elias está representando o Londrina – promotoria pública, Federação das Indústrias do Estado do Paraná, Polícia Civil e Militar.

O projeto foi assinado por 11 deputados, entre eles o líder do governador Beto Richa, Luiz Cláudio Romanelli. O texto já foi aprovado pelas comissões de Esportes; Constituição e Justiça; Indústria Comércio, Emprego e Renda. Só falta ser aprovado pela Comissão de Defesa do Consumidor, antes de ir ao plenário.

Chegou a hora de Ricardo Barros?

Da Isto É

Depois de Geddel Vieira Lima, Ricardo Barros pode ser o segundo ministro do governo Temer a receber punição da Comissão de Ética da Presidência da República. As promessas de uso de verba da União para construir unidades de saúde, feitas em comícios nas últimas eleições no Paraná, colocaram o ministro na mira do colegiado. O caso será julgado nessa segunda-feira 27. O grau da pena vai da sanção pública à recomendação ao presidente para demitir Sua Excia.

Delator diz que Duda Mendonça pediu imóvel, mas só levou ‘bufunfa’

O marqueteiro Duda Mendonça solicitou à Odebrecht, segundo um ex-executivo da empresa, um apartamento como parte de seu pagamento por ter atuado na campanha de Paulo Skaf (PMDB) ao governo do Estado de São Paulo, em 2014, informa os jornalistas Bela Megale, Letícia Casado e Camila Mattoso, direto de Brasília, à Folha de São Paulo. 
Em depoimento à Justiça Eleitoral, Hilberto Mascarenhas, que era o responsável pelo departamento de operações estruturadas da Odebrecht no início de 2015, disse que negou a solicitação. A Folha teve acesso à íntegra do depoimento.

(mais…)

Sindicato dos delegados da Polícia Civil mostra números que confirmam o caos na Segurança em Londrina

A Câmara de Vereadores de Londrina, a pedido do vereador Jairo Tamura,  solicitou ao Sindicato dos Delegados de Polícia do Paraná informações sobre a estrutura da Polícia Civil em Londrina.

O documento chegou e mostra uma situação estarrecedora.

Há delegacias que não tem sequer delegados. Uma delas é a de Homicidios. Exatamente o que você leu, a delegacia de Homicídios está sem delegado.

Informa o Sindicato que “somente no mês de dezembro de 2016 a cidade de Londrina registrou 29 (vinte e nove) homicídios, quase um por dia e, pasme, quando consideramos o período compreendido entre os meses de outubro de 2016 até a presente data (23/03/2017) foram mais de 90 (noventa) fatos delitivos de homicídio“. (mais…)

Operação Carne Fraca: ‘Falta de ética, de respeito’, reclamou alvo da Carne Fraca a assessor de deputado do PMDB

Interceptação telefônica da Polícia Federal, na Operação Carne Fraca, pegou o chefe da Unidade Técnica Regional de Agricultura de Londrina/PR – UTRA/Londrina, Juarez José Santana, reclamando com Heuler Martins, o assessor do deputado João Arruda (PMDB-PR), em 22 de março de 2016, sobre uma ‘fiscalização surpresa’. Na ligação, Juarez Santana pede ao assessor Heuler Martins para ‘o João dar uma chamada’ no fiscal agropecuário Daniel Gonçalves Filho, que, segundo a investigação, é ‘o que o líder e principal articulador do bando criminoso’.

(mais…)

JBS consegue fazer ainda mais bobagem.

O novo filme publicitário da JBS traz depoimentos de funcionários sobre os padrões de qualidade do grupo e suas marcas, como Friboi e Seara. O comercial foi publicado ontem no YouTube e veiculado nos principais canais da TV aberta.

Com o título “JBS: Qualidade é prioridade”, a parte do filme que mais chamou a atenção dos internautas foi o fato de o prazo de validade da picanha mostrada ter vencido em maio de 2013.

Lava Jato: Rodrigo Janot dá um sacode no Ministro Gilmar Mendes

De o Estadão

BRASÍLIA – O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, fez um duro discurso em defesa da Lava Jato, da Procuradoria-Geral da República, afirmando que o Ministério Público Federal não realiza coletivas de imprensa em “off” e rebatendo as críticas feitas nesta terça-feira, 21, pelo ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), que acusou a PGR de praticar crimes de vazamento de conteúdos sigilosos de investigações.

Foto: Dida Sampaio/Estadão
Rodrigo Janot

Janot se reuniu com o presidente Michel Temer em seu gabinete

Apesar de não ter mencionado o ministro do STF em seu discurso, Janot fez críticas à atuação política de Gilmar Mendes. Janot chamou de “mentira” a informação de que a PGR realiza “coletivas de imprensa em ‘off'”, que foi divulgada pela ombudsman da Folha de S. Paulo, Paula Cesarino Costa, em texto publicado no domingo. (mais…)

Pedreira Cafezal: Prefeito que tal repensar: de Lixão para Área de Esportes, Cultura e Lazer

Alí no Bairro Cafezal, em Londrina, tem uma pedreira.

Lá nos anos 1995/96 o então presidente da Câmara, Célio Guergoletto, elaborou um projeto para transformar o lugar em um centro de artes e lazer, com palco para peças teatrais, espaço para esportes, etc. A ideia não era nova. Guergoletto baseava-se no sucesso da Pedreira Paulo Leminski e na Opera de Arame – também construída numa pedreira de Curitiba.

O projeto foi apresentado ao então prefeito Luiz Eduardo Cheida, na época, no PT. A ideia foi devidamente engavetada.

De lá para cá a área chegou a ser usada para um depósito de moagem de entulho. Mas esportistas não se deram por vencidos e passaram a usar a pedreira para a prática de rapel.

Bom, agora o prefeito atual, Marcelo Belinati, anunciou que a pedreira servirá como depósito de restos de pode de árvores feitas na cidade.

Li agora há pouco a crítica do professor Dr Sérgio Alencar Parra:

“Como Educador Físico e docente da Universidade Estadual de Londrina, venho apresentar minha indignação, pois ali realizamos atividades de Rapel e outras atividades físicas e de lazer. Esperamos de Vs. que ali se faça urbanização para melhor utilizar aquele magnífico espaço a exemplo dos de Curitiba. Em tempo, por favor considere nossas colocações”, disse Parra.

Em uma cidade com tão poucas áreas de lazer gratuito para a comunidade, transformar a pedreira em Lixão, é algo a se repensar.