Belinati suspende licitações da administração Kireeff

O prefeito de Londrina, Marcelo Belinati, resolveu dar uma apertada geral nas torneiras do município. Ele decidiu suspender várias licitações que estavam em andamento. Ele alega que não há dinheiro para pagar os contratos caso sejam efetivados. “O déficit previsto para este ano na Prefeitura de Londrina é de mais de R$ 141 milhões. Diante da atual situação econômica, é preciso adotar medidas que ajudem a reduzir as despesas públicas. E é isso que estamos fazendo”, afirmou o prefeito.

Veja o que foi cancelado: (mais…)

Falta Cupim pra tanta cara de pau: Cunha quer mandato de volta

O ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), pediu ao Supremo Tribunal Federal para que anule o processo legislativo que terminou em sua cassação. Ele foi cassado em novembro do ano passado, acusado de ter mentido na CPI da Petrobras, por não dizer que tinha contas no exterior.

Novo secretário da Cultura chega na quarta

O novo Secretário da Cultura de Londrina, Caio Julio Cesaro, chega na próxima quarta-feira disposto a trabalhar muito. O convite foi feito a ele pelo prefeito Marcelo Belinati na última terça-feira.

Formado pela Universidade Estadual de Londrina e trabalhando há vários anos no Ministério da Cultura, disse que Belinati pediu a ele que ajudasse a consolidar a democratização e a inclusão social da cultura na cidade. “Nunca tiver qualquer vínculo partidário e sei que nossa cidade tem projetos culturais concretos e consolidados. Nosso objetivo é olhar a cultura na cidade sob todas as nuances, dialogando com a comunidade artística que é bem atuante”, disse Cesaro.

Segundo ele o Programa  Municipal de Incentivo a Cultura (Promic) é bem estruturado mas que pode melhorar. Também acredita que conseguirá inserir Londrina nas políticas nacionais de Cultura.

Câmara de Vereadores de Curitiba abre mão de R$ 54 milhões

do Portal CWB

O novo presidente da Câmara, Serginho do Posto (PSDB), disse nesta quinta-feira, 5, que vai abrir mão da construção de uma nova sede para a Casa. No ano passado os vereadores repassaram R$ 54 milhões para a para prefeitura. Em troca o município deveria construir, daqui dois anos, a nova sede do legislativo. “Os vereadores são unânimes de que esse não é o momento de se fazer um prédio novo”, disse Serginho. Para o acordo ser desfeito será preciso anular uma lei municipal aprovada ano passado, durante o repasse dos R$ 54 milhões. As informações são do Metro/Curitiba.

Alvaro e Osmar não vão aceitar o abraço dos afogados de Requião, afirma Pessuti

do blog do Fernando Tupan

Requião e Pessuti, de grandes parceiros a notórios inimigos

Orlando Pessuti (PMDB) disse que os irmãos Alvaro Dias (PV) e Osmar Dias (PDT) não vão aceitar o “abraço dos afogados” de Requião (PMDB) para as eleições de 2018. “Ele (Requião) tenta desesperadamente se articular dentro de uma cenário político do qual não faz mais parte. No Senado, é conhecido como espalha roda, ninguém o quer por perto. Alvaro e Osmar podem participar do campo de alianças do PMDB para 2018, mas é claro, sem Requião puxando todo mundo para baixo”, disse Pessuti.

Com feriados prolongados, indústria pode perder R$ 66,8 bilhões

A indústria pode deixar de ganhar este ano R$ 66,8 bilhões com nove feriados nacionais e três pontos facultativos previstos para 2017. A pesquisa é da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan). O valor é referente a 4,4% do PIB Industrial do país, o maior número desde 2008, segundo “O Custo Econômico dos Feriados Federais para a Indústria”.

Adeptos do Manual do Sexo Manual já tem um inimigo, é o deputado federal Marcelo Aguiar

O tal deputado Marcelo Aguiar (DEM-SP) quer tumultuar o prazer solitário. Ele apresentou um projeto à Câmara para vetar “conteúdos de sexo virtual, prostituição e sites pornográficos”. A informação foi divulgada pelo colunista Lauro Jardim do jornal O Globo.

Na justificativa diz que “há viciados em conteúdo pornô e masturbação”. “Estudos atualizados informam um aumento no número de viciados em conteúdo pornô e na masturbação, devido ao fácil acesso pela internet e à privacidade que o celular e o tablet proporcionam”.

Marcelo Aguiar (DEM)

Segundo o deputado, os jovens já estão sendo chamados de autossexuais. “Essas pessoas têm mais prazer com sexo solitário do que com o proporcionado pelo método tradicional”, relatou.

Janene é vereador pela 4ª vez

Segundo suplente da coligação PP/PTB, Jamil Janene tomou posse na

Ontem, Jamil Janene (PP/PTB) tomou posse na Câmara dos Vereadores de Londrina. Com a licença dos vereadores Fernando Madureira e Tio Douglas para exercer outros cargos no governo executivo (respectivamente como presidente da Fundação de Esportes de Londrina e da Administração dos Cemitérios e Serviços Funerários), Janene pôde assumir o cargo de vereador pela quarta vez.

E na arca de Belinati, sobem mais e mais políticos

Marcelo Urbaneja, do Sindiserv, e Marcelo Belinati, pura amizade. Foto Sindiserv

E entre uma oração e outra, o prefeito de Londrina, que deseja ser elogiado até por Deus, vai compondo sua equipe com integrantes de trocentos partidos. O novo presidente da Caixa de Previdência dos Servidores – Caapsml, é o servidor Marcos Urbaneja (PDT), que foi candidato a vice-prefeito na chapa encabeçada pela ex-vereadora Sandra Graça.

Marcos Urbaneja é irmão do presidente do Sindicato dos Servidores, Marcelo Urbaneja.

Já nos conselhos das empresas comandas pela prefeitura, a leva de políticos amigos é imensa. Do presidente do PRTB – Ciro Novaes, ao braço direito do deputado Alex Canziani (PTB), Paulo Renato, ambos no Conselho da Cohab. Além de integrantes do PSDB, PRP, etc, etc.

É Furacão ou Coxa?

A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) ganhou um inusitado apelido no departamento de propinas da Construtora Odebrecht. A petista é chamada de “Coxa”. O problema é que Gleisi torce para o Atlético-PR. Foi dois palitos para os piadistas encontrar uma foto da senadora com a camisa do Atlético Paranaense e perguntar: É Furacão ou Coxa??

E onde estava o Tio Bila?

Na transmissão do cargo de Alexandre Kireeff (PSD) ao ex-deputado federal Marcelo Belinati (PP) estavam presentes Alex Canziani (PTB) e o suplente no exercício da vaga de deputado em Brasília, Reinhold Stephanes (PSD), que demonstrava claramente seu desconforto em relação ao ex-parceiro Kireeff. Após as preces dos dois religiosos falaram solenemente Alexandre e Marcelo, o que saia e o que entrava, sendo que Stephanes e Canziani declinaram da honraria.

Entre os presentes todos os familiares de Belinati menos o Tio Bila, Antonio Casemiro Belinati, que se fez representar pelo filho Antonio Carlos, ex deputado estadual do PP.

A falta de Sêo Antonio é um indício de que ele está afastado do primeiro contato com o sobrinho e sua equipe de administração?

Ai aquela foto que tanto estrago já fez

Foto: N.Com

Enquanto o prefeito de Londrina, Marcelo Belinati, médico e advogado, reunia a equipe para uma oração no gabinete  – cada vez que eu vejo esta cena tão repetida por alguns políticos, fico arrepiado com o resultado demagógico que isso implica – antes de iniciar a jornada de quatro anos à frente da Prefeitura, a UPA do Jardim do Sol registrava quase 10 horas de espera para atendimento.

Óbvio que não dá para cobrar do prefeito, em seu primeiro dia de trabalho, a solução de um problema que se arrasta há tempos. Mas é só um alerta que é preciso, mais do que orações, muito trabalho para resolver o que será o calcanhar de aquiles do médico e advogado.

 

Novo secretário da Cultura de Londrina terá que devolver R$ 500 mil à prefeitura

E o novo Secretário de Cultura de Londrina, Clodoaldo Salustiano Moraes, conhecido como Aldo Moraes, que já foi secretário da mesma pasta no governo de Barbosa Neto, foi condenado pelo Tribunal de Justiça do Paraná, em 2015, a restituir à prefeitura de Londrina R$ 500 mil (valores corrigidos) referentes ao Programa Municipal de Incentivo e Apoio a Cultura.

Músico e maestro, Aldo Moraes, não teria feito a prestação de contas adequadamente de projetos culturais do qual participou.