Vacina para Joanete

do Zé Beto
Do Goela de Ouro

Dois médicos do noroeste paranaense indicaram declaração de comorbidades para seus clientes – e eles pediram a vacina. Na hora da imunização, os vacinadores consultaram a Classificação Internacional de Doenças (CID), pelos números indicados, e barraram a vacinação. Elas não eram classificadas como comorbidades porque uma era tabagismo e a outra joanete. Inconformados, os médicos foram ao Conselho Regional de Medicina para reclamar das equipes de vacinação. A turma da enfermagem foi pra cima por causa do absurdo da situação. A entidade ficou muda.

Policia Civil realiza operação em Londrina

A Delegacia da Mulher em Londrina realiza nesta manhã (14) a “OPERAÇÃO 72” que visa cumprir 15 Mandados de Prisão e Busca e Apreensão em alvos ligados a violência doméstica e tráfico de drogas no bairro Novo Amparo.
Cerca de 50 policiais civis estão nas ruas cumprindo as diligências, inclusive com o emprego do Grupo de Operações Aéreas.

*Da Assessoria

Curitiba fez um escambo de tipos de vacinas com Londrina

Londrina mandou para Curitiba 4.500 doses de Astrazeneca. Já Curitiba mandou 4.500 doses de Sinovac para Londrina. O motivo ninguém entendeu até descobrir que ela prometeu vacinar toda a Unimed.

A Secretaria de Saúde de Curitiba queria vacinar todo pessoal da Unimed e ganhar 90 dias para a segunda dose.

Por que Belinati atendeu a Greca sem o Ministério da Saúde ser avisado antes e ter autorizado é um mistério

Ratinho Jr deve anunciar novas regras para combater a pandemia

O governador Ratinho jr vai retomar as restrições no Paraná para o combate da pandemia. Segundo o secretário Beto Preto estão ocorrendo acidentes de trânsito em excesso durante esse periodo e isso tem sido muito complicado para os hospitais já que há falta de leitos em todo o Estado.

As novas regras devem ser apresentadas nos próximos dias.

Estudo mostra o abandono de trabalhadores da cultura do Paraná, fruto da malversação de recursos da Lei Aldir Blanc

do Observatório da Cultura do Brasil

80% dos recursos dos editais premiaram Curitiba, prejudicando demais municípios do estado; R$ 55 milhões, que correspondem a maior parte dos recursos disponíveis, não foram utilizados, em plena pandemia

Estudo emitido pelo Observatório da Cultura do Brasil, com dados, indicadores sociais e aspectos jurídicos, demonstra as irregularidades ocorridas na aplicação dos recursos da lei Aldir Blanc no Estado do Paraná. (mais…)

Ainda sobre a Cohab. Salários generosos

Hoje na Cohab são 23 cargos comissionados.

É isso mesmo que você leu, 23.

O menor salário entre os comissionados é de R$ 2.422,00. O maior, o do presidente, é de R$ 22.123.00.

Apenas duas pessoas recebem menos de R$ 3 mil.

Ivo Akio é o Cara

A charge abaixo é uma colaboração do chargista, jornalista, designer Ivo Akio.

Akio é um dos mais talentosos chargistas que esse mundão já produziu. Por muitos anos fizemos uma boa parceria na Folha de Londrina. Eu era editor de Política e do Informe Folha.

A arte de Akio transbordava nas páginas do jornal.

No Informe Folha, era sucesso sempre. Traço único, mordaz, ácido. Do jeito que eu gosto.

Obrigado pela colaboração Ivo Akio.

De porta em porta defendendo o tratamento precoce

E um grupo autodenominado Unidos Contra a Covid Londrina está indo de casa em casa em algumas regiões da cidade para divulgar o tratamento precoce que, diga-se, todas as entidades médicas afirmam categoricamente que “não existe tratamento precoce” para a doença.

O panfleto mostra que o grupo defende o uso da ivermectina e da hidroxicloroquina.

Aliás, o leitor que enviou o panfleto disse que a pessoa que entregou a ele estava sem máscara e mesmo assim gastou um tempo tentando convencê-lo.

O fim da Cohab

O Núcleo Interdisciplinar de Gestão Pública – NIGEP, da Universidade Estadual de Londrina, está fazendo um trabalho minucioso sobre a Cohab- Companhia de Habitação de Londrina.

E, segundo um ex-diretor da Cohab, o núcleo, que ainda não apresentou o resultado, está chegando a óbvia conclusão que a empresa praticamente não tem mais qualquer função a não ser abrigar apadrinhados do gestor do momento que recebem polpudos salários pagos pelo contribuinte.

Há algumas décadas a Cohab era até necessária, ainda sendo responsável por construir casas populares. Hoje não é mais. Anda servido apenas pra fazer política.

Nos últimos anos praticamente não construiu casas. E soma prejuízos mensais há muito tempo.

Não há futuro para a Cohab. Vai acabar se transformando em uma diretoria e olhe lá.