PMB vai se chamar Partido Brasil

O Partido da Mulher Brasileira – que sempre teve crise de identidade de gênero já que em muitos estados e municípios os presidentes da sigla eram homens – vai mudar de nome.

Vai se chamar Partido Brasil 35.

Na argumentação o comando do partido diz que muitos homens que se elegeram pelo PMB tinham constrangimento por causa do nome da legenda e deixavam o partido.

Curioso, na hora de assinar a ficha de filiação e usar o partido para se eleger não houve constrangimento.

Tasso Jereissati vai apoiar Eduardo Leite nas prévias do PSDB

do G1

O senador Tasso Jereissati (PSDB-CE) anunciou, na tarde desta terça-feira (28), a desistência das prévias do PSDB e apoio ao governador do RS Eduardo Leite, para a Presidência da República nas eleições do próximo ano.

“O governador do Rio Grande do Sul tem todas as qualidades que um homem público tem para nos representar neste momento. Esse cara pensa igual a mim. Temos uma afinidade também de postura ética, de compromisso com a democracia. Por essa razão, estou aqui hoje dizendo que não sou candidato nas prévias, mas isso não quer dizer que eu não estou na luta”, destacou Jereissati.

(mais…)

Distanciamento, e não é pela covid

do Angelo Rigon

O governador Carlos Massa Ratinho Junior cumprimenta o deputado estadual Evandro Araújo, ontem à noite, na inauguração da mais recente reforma do prédio da Acim. Ao lado, o prefeito Ulisses Maia e Ricardo Barros.

Aliás, algo que muita gente achou estranha na cerimônia foi que desta vez os deputados estaduais e federais presentes só tiveram seus nomes citados, mas nenhum foi chamado para o palco. Nem o deputado federal e líder do governo Bolsonaro na Câmara dos Deputados foi chamado.

(mais…)

Juíza denuncia jornalista que postou a participação dela em protestos

Foto Regina Utsumi

do Sindijor Norte

Parece uma daquelas situações absurdas que lidamos em tempos de autoritarismo, mas aconteceu nesta segunda-feira (27). O jornalista e Secretário Geral do Sindijor Norte PRJosé Maschio, teve de comparecer ao 5º Distrito Policial de Londrina para prestar esclarecimentos sobre uma publicação que fez no dia 11 de setembro. Nas redes sociais, Maschio denunciou a participação da juíza da 6ª Vara Criminal de LondrinaIsabelle Papafanurakis Ferreira Noronha nas manifestações de 7 de setembro, que tinham pautas antidemocráticas, como o fechamento do Supremo Tribunal Federal (STF). (mais…)

Profis renegociou 107 milhões

do N.Com

A Prefeitura de Londrina realizou, no último sábado (25), mais um plantão de atendimento para negociação de dívidas municipais pelo Programa de Regularização Fiscal (Profis) 2021. Neste dia, foram realizados 108 atendimentos, que totalizaram 93 negociações de débitos como IPTU, ISS e outros, o que representou R$ 198.196,14. Com mais essa ação, agora a Secretaria Municipal de Fazenda registra R$ 107.498.105,50 em valores negociados pelo Profis neste ano. (mais…)

Governo podia dar uma força

Aliás uma boa saída para amenizar a crise energética é o governo começar a incentivar, inclusive com financiamentos baratos, a proliferação de energia solar doméstica.

Mas, infelizmente, não é isso que se vê. Ao contrário, os governos, inclusive o do Paraná, ignora o monopólio da sua empresa Copel, e atocha preços abusivos para contentar os sócios que não param de receber dividendos bem robustos.

Saída para a crise hídrica

Recém lançado, o Programa Paraná Energia Rural Renovável (RenovaPR) já teve 829 projetos de geração própria de energia solar e biogás acatados pelo Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná (IDR), totalizando R$ 144 milhões em investimentos previstos. A conclusão dos técnicos é que a crise hídrica estimula a busca de fontes renováveis e aquece o mercado de equipamentos. (mais…)

Justiça de Rolândia mantém suspensão do reajuste dos salários dos servidores

Juiz de Rolândia , Marcos Rogério César Rocha, indeferiu o pedido do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais da cidade de suspender o decreto do prefeito Ailton Maistro que, através de um decreto, suspendeu o reajuste salarial da categoria.

Veja a decisão:

A velha estratégia repetida com pequenas vairações inúmeras vezes

Analista da política bagaça do Palácio Iguaçu tem absoluta certeza que o governo do Paraná, ao término dos contratos com as concessionárias do Pedágio, em 27 de novembro, irá liberar as cancelas até que as novas empresas assumam o novo contrato isso lá no segundo semestre de 2022.

A estratégia é agradar o eleitor e garantir a reeleição sem muitos percalços.

Lerner fez quase isso ao derrubar pela metade o valor das tarifas quando disputou a reeleição.

Requião prometeu baixar ou acabar com o pedágio e conquistou a eleição.

Nem é preciso conhecer com alguma profundidade  a história para saber o que aconteceu.