29 pessoas denunciadas no Rolo do IPTU

Lembra daquele rolo do IPTU que pipocou aqui no blog várias vezes, de um grupo que estava se dando bem na prefeitura fazendo desaparecer a dívida em troca de propina?

Pois bem, ontem o Ministério Público do Paraná, por meio da 4ª Promotoria de Justiça de Londrina, Norte Central do estado, apresentou ação civil pública contra 29 pessoas e duas empresas por conta de ilegalidades praticadas no Departamento de Cadastro Imobiliário da prefeitura da cidade. As irregularidades foram apuradas no âmbito da Operação Password, realizada pelo MPPR no ano passado. (mais…)

Prefeito tem bens bloqueados no Paraná

do MPPR

O Juízo da Vara Cível de Cerro Azul, na Região Metropolitana de Curitiba, determinou liminarmente o bloqueio de bens do prefeito e do secretário de Transportes de Doutor Ulysses, município da comarca. Ambos são réus em ação civil pública por ato de improbidade administrativa ajuizada pela Promotoria de Justiça de Cerro Azul. Pela decisão, os bens do prefeito foram bloqueados em R$ 19.839,24, e os do secretário, em R$ 1.698,00. (mais…)

Dava pra economizar, ou não

 

 

Há tempos a prefeitura de Londrina busca locais para abrigar alguns de seus setores. Vários órgãos da prefeitura estão em lugares alugados.

Enquanto isso está quase abandonado um baita prédio no Parque Industrial Francisco Sciarra, novo e sofrendo com a ação de vândalos que já roubaram a fiação elétrica, torneiras e outras coisas.

(mais…)

A responsa da CCJ na Assembleia

Tiago Amaral, de novo na CCJ

Confirmado.

O delegado Fernando Francischini, campeão de votos no Paraná – 427 mil votos – e surfando na onda bolsonarista, ungido pelo Palácio Iguaçu, é o novo presidente da Comissão de Constituição e Justiça.

E pela terceira vez, o deputado e advogado londrinense Tiago Amaral será novamente membro CCJ.

Depois da presidência da Casa, a CCJ é o espaço mais disputado. Aliás, disputado a tapa. O motivo é claro. É ali que começa a tramitação dos projetos, avaliado se são constitucionais, etc.

“A responsabilidade do que nós votamos aqui é fundamental inclusive para que a gente tenha qualidade na pauta que colocamos no plenário. É importante que muito mais do que coleguismos, que a gente tenha pela CCJ o respeito ao regimento de forma  muito especial à nossa constituição, às nossas competências e às leis que nos regem sob pena de não sermos apenas mais uma comissão”, disse Tiago Amaral, durante a instalação da CCJ na tarde desta terça-feira.

Sercomtel, de novo as mesmas práticas

Se o chefe pode, porque não os outros também acabam se sentindo no direito de seguir o exemplo.

Volta e meia a prefeitura de Londrina nomeia mais um parça para suas fileiras. Cohab, CMTU e alguns outros setores são os que mais abrigam cabos eleitorais, amigos do dono da caneta ou de deputados amigos do dono da caneta. (mais…)

Tribunal de Contas dá recado direto a UEL

Nananinanão!

O Tribunal de Contas do Paraná mandou um recado direto para a Universidade Estadual de Londrina e para as demais instituições estaduais de ensino superior. (mais…)

Bombeiros e Vigilância Sanitária acompanham trabalho do GAECO

A CBN/Londrina apurou que estão sendo feitas buscas em seis imóveis do grupo pertencente a Clinica Psiquiátrica de Londrina.

A clínica já foi investigada em 2010. (mais…)

Gaeco apura fraude em grupo que tem clínicas psiquiátricas em Londrina

O Gaeco está na Clinica de Psiquiatria de Londrina, que fica na rua Castro Alves. Segundo o promotor Leandro Antunes, a operação é em conjunto com a Promotoria de Saúde. “Apuramos a eventual prática de ilícitos pelas clínicas do grupo. De adulteração de documentos a fraude contra o Sistema Público de Saúde”, disse Antunes ao jornalista Neto Almeida da Rádio  Paiquerê AM.

São seis mandados de busca e apreensão. Ainda conforme o promotor há denúncias de que o grupo atrasava a liberação – alta – de pacientes para continuar recebendo do Sus.

Gaeco na área

Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado ativo e operante hoje em Londrina. Um dos algos seria uma clínica psiquiatra.

Em breve mais informações.

CCJ vai ficar com Francischini?

E hoje será decidido quem comandará a Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia do Paraná. O nome do governo Ratinho Jr para o cargo é o do deputado Fernando Francischini.

Aliás, dizem alguns parlamentares, que o governo não está medindo esforços para que isso aconteça.

Ainda entro em depressão

Os vereadores de Londrina tem um grupo de whats app. Volta e meia este blogueiro é citado. Nunca de forma elogiosa.

Ainda entro em depressão.

Francischini quase dono da CCJ

Quem deve ficar com a presidência da Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa do Paraná é o deputado Fernando Francischini. É o que rola nos bastidores.

A eleição será amanhã.

Porém, como diz um deputado, a Assembleia não dorme e as madrugadas são muito ativas.

 

Cinco aditivos… que maravilha

Justiça determina indisponibilidade de faturamento da concessionária Viapar

do MPF

A pedido de procuradores da força-tarefa Lava Jato do Ministério Público Federal no Paraná (MPF/PR) em conjunto com procuradores de Paranavaí, Ponta Grossa e Apucarana que atuam na operação Integração e seus desdobramentos, o juízo da 1ª Vara Federal de Curitiba concedeu liminar que determina a imediata indisponibilidade de 33% da receita bruta da concessionária Viapar. Além disso, a decisão também determinou que suas controladoras (Queiroz Galvão, Carioca Engenharia e Cowan Engenharia) depositem em juízo 11% do valor que receberam da Viapar a partir de 2018. (mais…)

“Recuar para avançar” Nelson Justus desiste da CCJ na Assembleia

Deputado Nelson Justus (Foto: Sandro Nascimento – Alep)

Comandanta da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) na Assembleia Legislativa do Paraná nos últimos anos, e com uma vontade imensa de continuar no cargo, o deputado Nelson Justos anunciou agora há pouco que está fora da disputa pela função. Disse ele que é um jogo de cartas marcadas e, depois de 16 eleições vitoriosas, e com 70 anos, não queria começar uma carreira de perdedor agora. Segundo ele há momentos que é melhor recuar para depois avançar. Disse que vai se candidatar à CCJ daqui dois anos.

Justus é um dos principais nomes citados no escândalo Diários Secretos, denunciado pela RPC, em que foram apresentados diversos casos de desvios de dinheiro da Assembleia.

Ouça o reclame de Justus