Coronavirus: Mulher dá festa para mais de 70 pessoas e é presa em Apucarana

do Terceira Opinião

Uma festa clandestina foi encerrada pela Polícia Militar (PM), na noite de sábado (30), após denúncias de pertubação do sossego. O evento foi realizado em frente a uma casa no Residencial Sumatra I, em Apucarana e tinha mais de 70 pessoas sem máscaras de proteção contra a Covid-19. A moradora e organizadora da festa, uma jovem de 25 anos, foi presa e encaminhada à delegacia. (leia mais)

A Nova Política 2

Vocês lembram quando o PT estava no poder e distribuía verbas generosas para financiar blogueiros, portais, tuiteiros e outros parceiros da esquerda que atacavam adversários?

Pois bem.

Tudo Mudou. Ou não né.

Mostra reportagem do Globo que canais no Youtube que defendem o fechamento do Congresso e do STF são abastecidos por verbas publicitárias de estatais. (mais…)

A Nova Política

da CNN

O governo Bolsonaro nomeou para a presidência do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) Marcelo Lopes da Ponte, mais um nome vinculado ao centrão na Câmara dos Deputados. Antes, Ponte atuava como chefe de gabinete do senador Ciro Nogueira (PP-PI). (mais…)

Prefeitura de Londrina repassa 5 milhões para a Garantinorte

A prefeitura de Londrina repassou hoje R$ 5 milhões para a Garantinorte, instituição que funciona como avalista de empréstimos para micro, pequenas e médias empresas. A verba originariamente estava na Câmara e foi liberada pelos vereadores para auxiliar as empresas com dificuldades por causa da pandemia.

O objetivo é facilitar a obtenção de crédito junto aos agentes financeiros com juros e prazos acessíveis, além de oferecer assessoria financeira para investir pelo caminho seguro. (mais…)

24 mortos em Londrina

O boletim sobre a situação do coronavírus divulgado diariamente pela Prefeitura de Londrina traz os números deste domingo (31). Com mais 10 exames confirmados para coronavírus, Londrina chega a 413 casos positivos da doença. Estão recuperados 197 pacientes, porém houve 24 óbitos. (mais…)

Cresce o número de homicídios em Londrina

do Portal Paiquerê

O município de Londrina registrou 28 homicídios dolosos no primeiro trimestre deste ano. Nos três primeiros meses do ano passado, a secretaria da Segurança Pública do Paraná havia registrado 12 homicídios em Londrina, ou seja, o aumento é de mais de 100%. (leia mais)

Agora é lei

Sancionada essa semana, a Lei 20.225 põe fim a uma discussão que se arrasta há pelo menos dez anos entre o governo do estado e as universidades estaduais.
A lei regulamenta a situação de cargos e funções dentro da estrutura administrativa das universidades, contemplando tanto o ensino como as atividades de saúde desenvolvidas nos hospitais universitários. (mais…)

Pode sobrar para os prefeitos

Prefeitos que coloquem as barbas de molho, os que não tiverem barbas, as penugens. Prefeitas também fiquem atentas.

A lista com os nomes dos servidores públicos que receberam o auxílio liberado pelo governo federal para o enfrentamento da crise está nas mãos da Polícia Federal e do Ministério Público Federal.

As prefeituras vão ter que investigar se houve irregularidade. Se os prefeitos não fizerem isso podem sem enquadrados em crime de responsabilidade.

Paraná deixou de arrecadar mais de 1 bi de ICMS

do Fernando Tupan
O Governo do Estado deixou de arrecadar R$ 1,2 bilhão em Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) em 2020 em função da pandemia provocada pelo novo coronavírus. O resultado real é a soma das perdas já registradas em abril (R$ 448 milhões) e maio (R$ 800 milhões). (mais…)

Sem valentias: Weintraub ficou em silêncio no depoimento à Polícia Federal

Valente nas redes sociais e em reuniões ministeriais a portas fechadas, o ministro da Educação (?) Abraham Weintraub manteve-se em silêncio em seu depoimento à Polícia Federal nesta sexta-feira, 29. Ficou pianinho.

A estratégia teria sido combinada com o Palácio do Planalto.

Segundo o Antagonista, sem perspectiva de uma análise do HC preventivo impetrado por André Mendonça, o ministro recorreu ao “plano B” de ficar em silêncio, sob o argumento de que o inquérito do STF é inconstitucional.