Barulho vindo por aí: Prefeitura vai cobrar IPTU das lojas maçônicas

Tem um assunto que está dando azia aos integrantes das lojas maçônicas de Londrina. Eles estão recebendo a informação de que as lojas terão que pagar IPTU.

A prefeitura já está fazendo o cálculo dos últimos cinco anos.

Uma delas vai ter que desembolsar R$ 140 mil.

Ocorre que até então as lojas eram consideradas isentas pois fazem benemerência, etc.

No entanto, segundo a Secretaria da Fazenda de Londrina, houve uma decisão do STF que não permite a imunidade para a maçonaria pois não considera a organização como religião.

O artigo. 150 da Constituição traz a imunidade para templos religiosos, o que não seria o caso da Maçonaria, segundo o STF.

Ratinho, a defesa da ditatura militar, sentado no próprio rabo

Boquirroto em muitos momentos, Rato pai, conhecido como Carlos Ratinho Massa, na última quarta, deu uma entrevista dizendo que apenas uma intervenção militar salvaria o país.

Ratinho sugeriu que uma intervenção militar “igual a de Singapura” seria a única forma de melhorar o Brasil. “O ditador chamou todos os denunciados e disse: ‘vocês têm 24 horas pra deixar o país ou serão fuzilados'”, disse.

Obviamente, ao dizer isso, estava sentado em cima do próprio rabo.

O calote na União tem origem em três empresas: Agropastoril Café no Bule Ltda (R$ 77,9 milhões); Agropecuária ACB Ltda (R$ 706,6 mil); e Massa & Massa Comunicação e Marcas Ltda (R$ 663 mil). As duas primeiras empresas com sede no Paraná e a última, no Rio Grande do Sul.

Londrina renova decreto de calamidade pública

E a cidade de Londrina, onde as pessoas voltaram a sorrir – talvez de desespero – anoiteceu com a informação de que o prefeito da cidade, Marcelo Belinati – que dizia que as contas do município eram as mais lindinhas do País – renovou o decreto de calamidade pública que havia assinado primeiramente em 2020.

DECRETO Nº 201 DE 19 DE FEVEREIRO DE 2021 (mais…)

Quase um anjo

O deputado Daniel Silveira, absolvido com louvor no conceito dos parlamentares federais com base em Londrina, quando era policial militar recebeu 60 sanções disciplinares. A informação consta de um processo administrativo da PM.

Na ficha policial, consta que o PM licenciado tinha “mau comportamento”. Por isso, Silveira ficou 26 dias presos e 54 detido — a prisão ocorre por transgressões mais graves, enquanto a detenção por casos menores.

Daniel Silveira recebeu, ainda na corporação, 14 repreensões e duas advertências, “ficando cristalina sua inadequação ao serviço policial militar”, conforme o boletim.

Deputados de Londrina votaram pela liberação do deputado preso

Os quatro deputados federais com base eleitoral em Londrina, Luisa Canziani (PTB), Diego Garcia (Podemos), Emerson Petriv (Pros) e Filipe Barros (PSL) votaram pela liberação do deputado Daniel Silveira.

Devem ter considerado uma coisa banal o que disse Silveira.

Veja aqui a transcrição do que disse o educado deputado. (O vídeo foi retirado do youtube)

Veja abaixo a transcrição do vídeo: (mais…)

Por 364 votos contra 130 Câmara mantém prisão de deputado Daniel Silveira

do G1

A Câmara dos Deputados decidiu nesta sexta-feira (19) manter na prisão o deputado Daniel Silveira (PSL-RJ), preso por decisão do Supremo Tribunal Federal (STF).

Foram 364 votos a favor da manutenção da prisão, 130 contra e 3 abstenções.

O placar superou em 107 votos o mínimo exigido para a aprovação do parecer da relatora, deputada Magda Mofatto (PP-GO), que recomendou manter preso o parlamentar — eram necessários pelo menos 257 votos (maioria absoluta; metade mais um) dos 513 deputados.

Avança PTB… só que não

Ungido presidente do PTB do Paraná pelo presidente nacional da sigla, o ilibado e ex-preso Roberto Jeferson, o empresário Edenilso Rossi Arnaldi, que já foi do PSD e do PMN, também tem história pra contar.

Na década de 2010, Arnaldi, dono da construtora Sial,  foi processado e preso no caso da corrupção e sobrepreço na proposta de construção do Anexo do Tribunal de Contas do Estado do Paraná.

Em 2015, conforme esta matéria da RPCTV (veja aqui) um funcionário do Tribunal de Contas foi flagrado saindo do escritório da Sial, em Curitiba, com uma bolsa recheada com 200 mil reais em espécie. Propina para facilitar a vida da construtora.

Esse é o novo PTB do Paraná, sempre avançando.

 

Coisa dos novatos no poder

Quem frequenta a prefeitura de Londrina e a Câmara de Vereadores está impressionado com a postura de alguns dos vereadores novatos.

Diz uma língua ferina: “Transitam entre a euforia desmedida, o deslumbre sem noção com uma pitada de soberba”.

O discurso de campanha já foi sepultado em 31 de dezembro de 2020.

Canziani fora do PTB

E o ex-deputado federal Alex Canziani oficializou hoje sua saída do PTB depois de 30 anos no partido.

Canziani ainda não definiu para onde irá, mas recebeu convites do PP, Podemos, PSD e sondagens de outras siglas.

Gaeco nas ruas de Ponta Grossa

O Núcleo de Ponta Grossa do Gaeco cumpre na manhã desta sexta-feira (19) dois mandados de busca e apreensão em investigação sobre possíveis crimes de peculato, supostamente praticados por ex-diretores-presidentes da Companhia de Habitação de Ponta Grossa (Prolar).

Lideranças protestam contra pedágio na PR 445

Da Assessoria

Lideranças comunitárias, produtores rurais, comerciantes, moradores de distritos, patrimônios e de diversas regiões de Londrina iniciam neste sábado (dia 20) uma mobilização para evitar a instalação de praça de pedágio na PR 445. Uma reunião às 8h30, em frente ao antigo posto Serrinha e ao entreposto da Cocamar, é a primeira ação do movimento “Não ao pedágio na PR 445”. (mais…)