Veja como votaram os deputados do Paraná

Paraná
Dep Alex Canziani – sim
Dep Alfredo Kaeffer – sim
Dep Aliel Machado – não
Dep Assis do Couto – não
Dep Cristiane Yared – sim
Dep Diego Garcia – sim
Dep Dirceu Sperafico – sim
Dep Enio Verri – não
Dep Evandro Roman – sim
Dep Francischini – sim
Dep Giacobo – sim
Dep Hermes Parcianelo – sim
Dep João Arruda – sim
Dep Leandre – sim
Dep Leopoldo Meyer – sim
Dep Luciano Ducci – sim
Dep Luiz Carlos Hauly – sim
Dep Luiz Nishimori – sim
Dep Marcelo – sim
Dep Nelson Meurer – sim
Dep Nelson Padovani – sim
Dep Osmar Serraglio – sim
Dep Paulo Martins – sim
Dep Ricardo Barros – sim
Dep Rubens Bueno – sim
Dep Sandro Alex – sim
Dep Sergio Souza – sim
Dep Takayama – sim
Dep Toninho – sim
Dep Zeca Dirceu – não

Governo também está confiante

Se a oposição comemora, a situação faz o mesmo. Pelas contas do governo há parlamentares suficientes para barrar o afastamento da presidente Dilma.

Oposição está confiante no impeachment

do Anagonista

Luiz Carlos Hauly, do PSDB do Paraná, ziguezagueia pelo Salão Verde da Câmara com o resultado dos mapas do impeachment em mãos.

“Aqui estão os números. O governo não tem um terço da Câmara. O parlamento e a população estão contra a Dilma”, diz.

As contas do Vem Pra Rua, dos partidos da oposição, do Estadão e até da Folha indicam o impeachment

 

Para descontrair, a história do Homem Borboleta, de Parati

, , , , , , ,

Governo foi alertado sobre os problemas no Hospital Universitário

Ainda em fevereiro, a reitora da Universidade Estadual de Londrina, Berenice Jordão, solicitou apoio ao prefeito Alexandre Kireeff para que ele intercedesse junto ao governo do Paraná, para que as contratações para a Universidade e HU ocorressem logo para evitar o caos.

Kireeff foi a Curitiba e entregou pessoalmente o documento, recheado de números e informações, para o então secretário chefe da Casa Civil, Eduardo Sciarra, pedindo providências para a contratação de servidores.

Passados dois meses, não houve resposta do governo do Paraná.13036537_1056692247709994_706267583_o

 

Armas brancas apreendidas em Brasilia

Do Diário do Poder

A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) voltou a apreender armas brancas que estavam com integrantes do MST. O flagrante ocorreu, nesta sexta-feira (15) às 12h30, próximo ao Estádio Nacional Mané Garrincha.
Os policiais encontraram 15 facões, um tipo de estilingue e barras de ferro em dois ônibus que vinham da cidade de Maralina-GO com destino ao acampamento montado no estacionamento do Mané Garrincha.

Os abjetos ficaram em posse da PM e o grupo foi liberado.

Essa é a segunda vez, nesta semana, que armas brancas são encontradas com manifestantes. Na terça-feira (12), depois de uma denúncia a PM encontrou um punhal, um machado, um taco de madeira e um spray de pimenta com integrantes do mesmo acampamento, mas que estava localizado no estacionamento do Teatro Nacional.

Faltam 100 médicos em Londrina

A falta de profissionais da saúde em Londrina não é novidade. Segundo um levantamento da Comissão de Seguridade Social da Câmara de Vereadores, o déficit de médicos em Londrina é de 100 médicos. O resultado do estudo será apresentado na próxima segunda-feira ao secretário de Saúde, Gilberto Martin e ao Ministério Público (MP). De acordo com a saúde, atualmente, há 561 vagas, mas apenas 465 estão ocupadas.

E na Expô, o Minha Água Mina Vida

Depois de pagar Seis Reaus pela garrafinha de água na Expô Londrina, há quem diga que será solicitado ao Banco do Brasil, sempre presente no evento, algum tipo de financiamento, tipo “Minha Garrafinha d’Água, Minha Vida”, para hidratar a família nos futuros passeios ao Parque Ney Braga. Talvez, em suaves prestações.

Caravanas seguem para Brasília

Este fim de semana Brasília será uma festa. Há inúmeros ônibus carregados com militantes dirigindo-se à capital Federal.

Dos dois times.

Os do grupo Fora Dilma e os do grupo Fica Dilma.

Do grupo Fora Dilma há caravanas saindo de Curitiba, Londrina e outras cidades do Paraná. Destas mesmas cidades saem grupos do Fica Dilma.

Vergonha para o governo. Centro de Queimados de Londrina para de atender

Enquanto o governador Beto Richa voltava para Curitiba, uma péssima notícia começava a circular em Londrina. Hoje de manhã a diretoria do Hospital Universitário anunciou a suspensão de consultas no Centro de Tratamento de Queimados (CTQ). É um problema gravíssimo, pois apenas Curitiba tem um centro de atendimento a queimados.

A alegação é a falta de pessoal, equipamentos e dinheiro para manter o centro funcionando.

Enquanto isso a mídia do governador Beto Richa continua batendo que o Paraná é o estado com maior equilíbrio financeiro, etc, etc.