Deputados querem que presos paguem pela tornozeleira

Os deputados aprovaram em segundo turno de votação o projeto de lei nº 98/2017, que determina que presos que tiverem deferida contra si medida de monitoramento eletrônico arquem com as despesas pela cessão onerosa do equipamento, bem como com as despesas de sua manutenção. A matéria, de autoria dos deputados Marcio Pacheco (PPL) e Gilberto Ribeiro (PRB), recebeu 36 votos favoráveis e dois votos contrários, na sessão plenária desta quarta-feira (25), na Assembleia Legislativa do Paraná. De acordo com a proposta, os apenados que tiverem condições financeiras de arcar com os custos de tornozeleiras, braceletes e chips subcutâneos, deverão fazê-lo. Com isso, o equipamento do Estado ficará destinado apenas a quem não tenha efetivamente condições de custeá-lo.

, , , ,

Temer quer mostrar que o País está avançando

Depois de livrar o próprio da reta ontem durante a sessão de ontem da Câmara Federal que barrou a investigação contra si, Michel Temer, o presidente, informa o colunista Cláudio Humberto, prepara a campanha de lançamento de um arrojado programa cujo objetivo é passar a sensação de recuperar o tempo perdido, com tantas denúncias, determinando a conclusão de mais de 4.000 obras inacabadas em todo o Brasil, no prazo máximo de um ano. Esse programa deve gerar milhares de empregos e deverá injetar na economia cerca de R$50 bilhões. Trata-se do “Agora é avançar”.

, , , , ,

Advogado diz que muitas das autuações da Receita, relativas a Publicano, serão derrubadas

Advogado Benedito Maciel Gões, que faz a defesa de alguns dos personagens envolvidos na Publicano contesta algumas informações do jornalista José Pedriali que publiquei no post logo abaixo. Segundo ele os valores autuados pela força tarefa não revelam, em hipótese alguma, valores deixados de serem cobrados pelos supostos desvios de condutas apontados pelo GAECO. Conforme o advogado, não representam, nem mesmo, o teor correto de sonegação fiscal dos empresários da regional de Londrina. (mais…)

, , , , , , ,

Escola sem Partido: adiada a votação do projeto na CCJ da Assembleia

E hoje durante a reunião da Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa do Paraná, que discutia o projeto Escola sem Partido, o presidente Nelson Justos chamou os manifestantes presentes – contrários e favoráveis ao projeto – de torcedores.

Aí alguém na muvuca gritou: “Não somos torcida, não somos time de futebol, somos cidadãos”.

O projeto recebeu vistas e a votação foi adiada.

 

, , , ,

Excelente notícia: Londrina ganha time de vôlei que vai disputar a Super Liga B

Bom, num lugar onde notícias positivas não são tão comuns, esta é boa demais.

Londrina está ganhando uma equipe de vôlei feminina.

A apresentação será nesta quinta-feira às 19h30 no Moringão durante um jogo festivo entre Adeps/Positivo de Londrina e Vôlei Nestlé.

O projeto é gerenciado pela ex-jogadora londrinense Elisângela. É uma parceria da Adeps com a Universidade Positivo (UP) e Colégio Positivo, empresas do Grupo Positivo que, recentemente, adquiriu a faculdade Arthur Thomas, em Londrina. (mais…)

, , , , ,

Canziani para o Senado?

Diz o blogueiro Zé Beto que o deputado Alex Canziani (PTB) – quase sócio na administração de Londrina – é um nome corrente nos bastidores do Centro Cívico e de Brasília como um novo nome para a disputa do Senado no ano que vem.

, , , , , , ,

Propina para Gleisi, foi no “fio do bigode”, diz ex-deputado Pedro Correia. Mas ela nem tem bigode!

Luiz Vassallo/ Estadão

O ex-deputado Pedro Corrêa (ex-PP) afirmou que propinas de R$ 1 milhão oriundas do suposto ‘caixa’ de seu partido junto à Diretoria de Abastecimento da Petrobrás à campanha de Gleisi Hoffmann (PT) ao Senado, em 2010, foram acertadas ‘no fio do bigode’. A presidente do PT e seu marido, o ex-ministro Paulo Bernardo, são réus por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no STF. (mais…)

, , , , , ,

UEL perdeu a oportunidade de ser pioneira em Ensino à Distância

Olha, às vezes a Universidade Estadual de Londrina dá umas pisadas no tomate.

Esta história é uma delas.

Relembra o jornalista Naym Libos, em sua coluna no jornal Impacto sobre a oportunidade que a Universidade perdeu de ser pioneira no ensino à distância e faturar fortunas que poderiam ser reinvestidas na instituição.

Veja o que escreveu Libos (mais…)

, , , , ,

Luiz Antonio vai depor hoje

O auditor fiscal Luiz Antonio de Souza, delator premiado, aliás, muito premiado, vai depor hoje novamente na Justiça de Londrina.

Ele está envolvido até o pescoço na Operação Publicano  – esquemaço de cobrança de propinas na Receita Estadual do Paraná – e também no caso de exploração sexual de menores.

Aliás, vamos falar sério né, o cara estava envolvido em pedofilia e a Justiça o liberou porque decidiu colaborar – está solto, morando em Paranaguá. É pra acabar né.

, , , , ,

Belinati diz que Leônidas faz “desserviço para a cidade”

Não é de agora que o ex-deputado Moysés Leônidas e o prefeito Marcelo Belinati andam se estranhando.

Leônidas sempre esteve no grupo do ex-prefeito Antonio Belinati, tiozão de Marcelo Belinati – foi inclusive seu secretário na prefeitura. Mas, desde o começo da administração Marcelo Belinati, Leônidas tem feito críticas pesadas à conduta administrativa dele.

E no fim de semana, a coisa desandou de vez.

Veja o que os dois escreveram no facebook: (mais…)

, , , ,

Bate boca entre prefeito Marcelo Belinati e o ex-deputado Moysés Leônidas

E no fim de semana um tremendo bate-boca entre o ex-deputado estadual Moysés Leônidas, que também foi secretário na administração de Antonio Belinati, e o atual prefeito de Londrina, Marcelo Belinati.

E tudo por conta de um post do ex-deputado. No post de Leônidas, no seu perfil do facebbok, ele diz: Sercomtel. Na crise nomearam mais dois diretores, 23 mil cada.

E começou a confusão. O prefeito Marcelo Belinati diz que a informação de Leônidas é mentirosa. Leônidas, em determinado momento, diz que leu neste blog.

Não é verdade.

O blog, em momento algum, disse que a Sercomtel contratrou MAIS dois diretores. E nem falou qualquer valor de salário. O que o blog disse, e está registrado, é que o funcionário de carreira Luiz Shiroma vai assumir a diretoria financeira, no lugar de Claudemir Molina, que deixou a empresa. Já na diretoria da Sercomtel Participações o cotado para entrar é Agnaldo Aversani. (confira o post aqui)

Deu pra entender ou o blog vai ter que desenhar?

 

, , , ,

Olha quem está na Copel. Manda no Londrina, dirige a empresa de eletricidade

E quem é diretor de empresa controlada pela Copel?
Ele, Sergio Luiz Malucelli, que de gestor de futebol do Londrina Esporte Clube e sócio proprietário da SM Sports aparece na Cutia Empreendimentos Eólicos como diretor adjunto, onde Jamar Rossoni, primo do deputado Valdir Rossoni (Chefe da Casa Civil de Beto Richa) é presidente.
Na mesma empresa no Conselho Fiscal tem os secretários de Richa, Deonilson Roldo e Norberto Ortigara (Chefe de Gabinete e Comunicação Social – Agricultura) e no Conselho de Administração Fábio Antonio Dallazem, Ricardo Rothstein e Jamar Rossoni Clivatti. http://bit.ly/2hRwxas
, , , ,