10 deputados do Rio são presos em mais uma fase da Lava Jato

Joias e dinheiro apreendidos em um dos endereços da Operação Furna da Onça — Foto: Reprodução/PF

do G1

A Polícia Federal prendeu 20 pessoas em um desdobramento da Operação Lava Jato na manhã desta quinta-feira (8). Dos 22 mandados de prisão, 10 são contra deputados estaduais do Rio de Janeiro. As investigações apontam que os envolvidos recebiam propinas mensais que variavam de R$ 20 mil a R$ 100 mil – além de cargos.

O deputado estadual Chiquinho da Mangueira (PSC), presidente da escola de samba, foi preso por volta das 7h25 desta quinta-feira; André Corrêa (DEM), seu colega de Alerj e ex-secretário de Meio Ambiente, às 8h10.

Três dos parlamentares foram presos no ano passado: Jorge Picciani, Paulo Melo e Edson Albertassi, todos do MDB.

Em um dos endereços, agentes apreenderam joias e dinheiro em espécie.

G1 entrou em contato com a defesa dos envolvidos e aguarda resposta. (leia mais)

Um comentário em “10 deputados do Rio são presos em mais uma fase da Lava Jato

  • 09/11/2018, 13:34 em 13:34
    Permalink

    Xiiiii… A PF azedou o manjar do Messias! O candidato a presidente da Assembleia Legislativa do RJ, apoiado pela turma do Messias Bolsonaro, foi levado ao xilindró. Que chato pra quem combate a corrupção… só do PT. Quá! Quá! Quá!

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: