Confusão na Câmara de Curitiba, vereador alega que email com mensagens racistas é falso

O Partido PATRIOTA do Paraná, através de seu Presidente Estadual, Nivaldo Ramos, repudia a divulgação do, segundo ele, falso e-mail atribuído ao vereador de Curitiba Sidnei Toaldo.

Dias atrás o vereador Renato Freitas, do PT, alvo de uma ação  da Comissão de Etica por conta de sua participação em uma manifestação na Igreja do Rosário, no Largo da Ordem, em Curitiba, no mês de fevereiro. O email, que partiu da conta [email protected] é carregada de ofensas racistas contra Freitas.

Toaldo é o relator do processo. Ele nega ter enviado o email para Freitas.

NOTA OFICIAL DO PATRIOTA

O vereador Sidnei Toaldo tem uma trajetória política que engrandece o PATRIOTA de Curitiba e do Paraná.

Sua atuação na Câmara Municipal de Vereadores de Curitiba é ilibada e tem sido de grande relevância para a construção de uma Curitiba melhor e mais justa.

Com o mesmo empenho e lisura, o Vereador Sidnei Toaldo atuou como relator do caso Renato Freitas, junto ao Conselho de Ética da Câmara Municipal de Vereadores de Curitiba.
E por este motivo, está sendo vítima de calúnias, intrigas e falsas acusações.

Tais ilações serão esclarecidas pelas vias legais.

A Polícia Civil já foi acionada para investigar a autoria da invasão ao sistema interno Câmara Municipal de de Vereadores de Curitiba.

Em nota, a Câmara Municipal disse que, preliminarmente, manifesta indignação quanto ao teor do e-mail e, segundo a Assessoria da Câmara, serão disponibilizadas todas as informações necessárias às autoridades para apurar o ocorrido, “com o fim de proteger a segurança de dados de todos os usuários desta Casa Legislativa”.

O Vereador Sidnei Toaldo conta com o apoio irrestrito e total confiança do PATRIOTA do Paraná.

Curitiba, 11 de maio de 2022

Nivaldo Ramos
Presidente Estadual

Leia Também

Quando a ideologia é usada apenas para politicagem

A depender da Câmara Municipal de Londrina, a Câmara dos Deputados, em Brasília, não precisa...

Bolsonaro, em 20 segundos, faz um estrago entre os pretendentes que disputam o Senado no Paraná

Ontem em Maringá, o presidente Jair Bolsonaro, que visitava a Expoingá, foi questionado sobre a...

Hoje, debate no canal Lugar da Fala: Racismo na UEL

Comente!

guest
3 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Campos
Campos
12 dias atrás

O e-mail talvez seja falso, mas o vereador Sidnei Toaldo não perdoou o vereador petista na Comissão de Ética. A Mitra da Arquidiocese de Curitiba já disse que não houve invasão da igreja durante a missa e já aceitou o pedido de desculpas do vereador petista. Aliás, a Arquidiocese de Curitiba até pediu que o vereador Renato Freitas não seja cassado. Depois de condenado na Comissão de Ética, o vereador petista será julgado no plenário da Câmara. Vamos ver se os vereadores católicos vão seguir o pedido da Arquidiocese.

Campos
Campos
12 dias atrás

Quem está babando para ferrar o vereador negro do PT é a bancada evangélica da Câmara de Curitiba. Os membros da bancada evangélica já pediram a cassação do vereador tempos atrás. É que o vereador chamou os pastores de trambiqueiros, charlatães e picaretas porque eles defendiam, durante a pandemia, o kit covid do Bolsonaro. Ele chegou a usar a expressão, no auge da polêmica, “pequenas igrejas, grandes negócios”. A turma do Bolsonaro quer ver o vereador Renato Freitas fora da Câmara. Eles não suportam um petista negro, pobre, vindo da periferia e que ostenta com orgulho uma cabeleira black power. Esses reacionários não passarão!

Campos
Campos
Reply to  Campos
12 dias atrás

Corrigindo. Os pastores que o vereador chamou de trambiqueiros são os pastores vereadores da Câmara de Curitiba, todos eles bolsonaristas e adeptos do tratamento de covid à base de ivermectina.