4,9 Bilhões para torrar nas eleições municipais

Apesar das críticas feitas pelo presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), e de tentativas de última hora para reduzir o repasse público destinado a custear campanhas em 2024, o Congresso aprovou na tarde desta sexta, 22, a reserva de 4,9 bilhões do orçamento com essa finalidade. O valor representa o dobro do gasto nas últimas eleições municipais – em 2020, foram 2,5 bilhões de reais já atualizados.

A aprovação uniu mais uma vez parlamentares que sustentam o governo Luiz Inácio Lula da Silva e que compõem a oposição. Apesar de se dizer pessoalmente contrária ao fundão, a deputada Bia Kicis (PL-DF), por exemplo, representando a minoria, liberou seus colegas a votar com os petistas, que defenderam o valor de quase 5 bilhões para campanhas de candidatos a prefeito, vice-prefeito e vereadores.

Da Veja

 

Compartilhe
Leia Também
Comente

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Buscar
Anúncios
Paçocast
Anúncios