Bolsonaro chuta lista tríplice e indica Augusto Aras para Procurador Geral

Roberto Jayme/TSE

da Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro indicou o nome do subprocurador-geral da República Augusto Aras para o cargo de procurador geral da República, posto máximo do Ministério Público Federal no país. A indicação ainda precisará passar por sabatina na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado e depois ser aprovado pelo plenário da Casa. O anúncio da escolha foi feito pelo próprio presidente, há pouco, durante participação dele em evento no Ministério da Agricultura. 

“Acabei de indicar o senhor Augusto Aras para chefiar o Ministério Público Federal. Uma das coisas conversadas com ele, já era sua praxe também, é na questão ambiental, o respeito ao produtor rural e também o casamento da preservação do meio ambiente com o produtor”, disse o presidente. A Mensagem Presidencial com a indicação já foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União (DOU).

Com a decisão, Bolsonaro deixou de lado a tradicional lista tríplice elaborada pela Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR), e que havia escolhido, em primeiro lugar, o subprocurador-geral Mário Bonsaglia. Por lei, o presidente da República não é obrigado a seguir a lista tríplice. Bolsonaro já havia dado indícios de que poderia escolher um nome por fora da lista. Se confirmado pelo Congresso Nacional, Augusto Aras vai assumir o lugar da atual procuradora-geral da República Raquel Dodge, no cargo desde 2017, indicada pelo ex-presidente Michel Temer. O mandato de Dodge termina no próximo dia 17 de setembro.

Perfil

Augusto Aras ingressou no Ministério Público Federal (MPF) em 1987 e é doutor em direito constitucional pela PUC-SP. Foi Procurador Regional Eleitoral na Bahia (1991 a 1993), representante do MPF no Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), entre 2008 e 2010, e corregedor auxiliar do MPF. O suprocurador também é professor da Escola Superior do Ministério Público da União (ESMPU) desde 2002 e da Universidade Brasília (UnB), onde leciona direito comercial e eleitoral. Como membro do MPF, Aras também teve atuação em processos no Superior Tribunal de Justiça (STJ) e integrou o Conselho Superior do MPF, além de ter sido titular da 3ª Câmara de Coordenação e Revisão em matéria de Direito Econômico e do Consumidor do MPF.

3 comentários em “Bolsonaro chuta lista tríplice e indica Augusto Aras para Procurador Geral

  • 05/09/2019, 22:00 em 22:00
    Permalink

    Agora sim!… Finalmente o Brasil tem muito mais que um mero prezidente, tem um verdadeiro COMANDANTE. Bolsonaro vai acabar com o corporativismo que herdou do governo comunista petista. Quem comanda a PGR tem nome e sobrenome: Jair Messias Bolsonaro. Quem comanda a PF tem nome e sobrenome: Jair Messias Bolsonaro. Quem manda nos ministérios, na Receita e até nas escolas tem nome e sobrenome: Jair Messias Bolsonaro. Finalmente o Brasil está livre do democratismo petista. Daqui pra frente quem escolhe é Messias. Pra economizar o governo pode acabar de uma vez por todas com o poder dado a corporassões com essas listas triplices. Meu Messias, se os procuradores ficarem com muito mimimi, mostre pra eles a borduna que eles não vão azucrinar o governo nunca mais.

    Resposta
  • 06/09/2019, 08:56 em 08:56
    Permalink

    Certo ele. A Constituição diz que a prerrogativa é dele e ponto. Importante saber se o indicado é qualificado.

    Resposta
  • 06/09/2019, 11:42 em 11:42
    Permalink

    Mais uma “bordunada” na cabeça do Moro. Quá! Quá! Quá! Aras deve ser bem qualificado para ser escolhido pelo Bolsonaro: apoio do clã Bolsonaro e vocação para engavetador de rolos envolvendo o mesmo clã. E Aras deve acabar com a lava jato, que já cumpriu sua função de ferrar Lula e o PT. Agora chega! Com Aras na PGA, restará ao Dallagnol voltar a participar ativamente dos cultos da igreja batista. E o blogueiro caprichou no título da matéria da Agência Bolsonaro, digo, Agência Brasil. Na notícia chapa-branca o título é bem insosso: “Bolsonaro indica Augusto Aras para a PGR”. Quá! Quá! Quá!

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: