CCR já manda nos aeroportos do Sul, inclusive de Londrina

do TradMap

A CCR (CCRO3) comunicou na quarta-feira, 20, que sua controlada Concessionária do Bloco Sul assinou um contrato de concessão com a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) de nove aeroportos localizados na região Sul do país pelo prazo de 30 anos. 

O contrato compreende serviços para a ampliação, manutenção e exploração da infraestrutura aeroportuária dos aeroportos de Curitiba (PR), Foz do Iguaçu (PR), Londrina (PR)Bacacheri (PR), Navegantes (SC), Joinville (SC), Pelotas (RS), Uruguaiana (RS) e Bagé (RS). 

No começo desta semana, a CCR ainda assinou contrato de concessão de seis aeroportos localizados em Goiânia (GO), São Luís (MA), Teresina (PI), Palmas (TO), Petrolina (PE) e Imperatriz (MA), com a Concessionária Bloco Central, pelo prazo de 30 anos. 

Assim, a empresa soma 15 ativos, que, considerando ambos os blocos, registraram um total de aproximadamente 19,9 milhões de passageiros em 2019 e de 8,3 milhões, em 2020, de acordo com dados da Infraero.  

Segundo a Infraero, somente o Bloco Sul contou com um total de cerca de 12,4 milhões de passageiros em 2019 e de 4,8 milhões, em 2020. 

Em dia de perdas generalizadas na Bolsa, as ações da companhia (CCRO3) operam em queda nesta quinta-feira, 21. Por volta das 14h45, os papéis recuavam 3,30%, a R$ 12,00. 

3 thoughts on “CCR já manda nos aeroportos do Sul, inclusive de Londrina

  • 23/10/2021, 09:26 em 09:26
    Permalink

    Com toda certeza, daqui pra frente, vão acabar aquelas reclamações contra os órgãos públicos responsáveis pela administração do aeroporto de Londrina. Sim, com o aeroporto nas mãos do setor privado, tudo ali será uma maravilha. Sem corrupção e a incompetência do setor público, as tarifas serão baixinhas. O ambiente será tão bom que os viajantes vão chegar horas adiantadas do voo só pra usufruírem das delícias do “novo” aeroporto. E o prefeito, a Infraero e o bispo não vão ser mais incomodados com reclamações. Apenas dirão: – Vão reclamar pra CCR!

    Resposta
    • 23/10/2021, 17:01 em 17:01
      Permalink

      Não faz sentido privatizar aeroportos e manter a Infraero e o cabidão, cargos comissionados e salários polpudos.
      Tem que fechar isso!
      No lado da CCR, ela só visa o lucro fácil e não vai entregar o que prometeu, como SEMPRE aconteceu.
      Esse leilão onde ela arrematou essa quantidade absurda de aeroportos foi uma fraude do começo ao fim.
      Me cobrem no futuro.

      Resposta
      • 25/10/2021, 13:31 em 13:31
        Permalink

        Sr. Theophilo, pode ir juntando suas informações e, no futuro, o senhor poderá escrever um livro com o título “Privataria Bolsonarista”. Prepare-se; vai ser mais volumoso que as 344 páginas o livro “A Privataria Tucana”, do jornalista Amaury Ribeiro Jr.

        Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: