“Conselheiras da Copel orientam acompanhamento da situação da Sercomtel

A mais recente reunião do conselho de administração da Copel, realizada em 13 de junho aprovou, entre outras coisas, a política de dividendos da companhia. Entre os demais temas tratados, as conselheiras Leila Abraham Loria e Olga Stankevicius Colpo registraram o seu descontentamento com relação à demora na implementação do plano de trabalho para análise de desinvestimento de ativos não estratégicos da companhia.
As conselheiras também registraram a orientação de que a situação da Sercomtel e eventuais efeitos que o tema pode causar à Copel sejam acompanhados de perto, “inclusive mantendo contatos permanentes junto à Anatel, a fim de que a companhia não seja prejudicada neste processo”.
Os conselheiros de administração pediram que seja apresentado ao colegiado um sumário executivo sobre a situação da Sercomtel com o resultado dos trabalhos da consultoria contratada para avaliar o empreendimento e, ainda, com as conclusões do parecer jurídico contratado.
O conselheiro Rogério Perna orientou que a governança na Sercomtel seja recomposta. Em especial que sejam supridas as vagas em aberto nos conselhos da empresa por pessoas indicadas pela Copel.”

Fonte: O Estado de São Paulo

3 comentários em ““Conselheiras da Copel orientam acompanhamento da situação da Sercomtel

  • 29/06/2018, 09:00 em 09:00
    Permalink

    Começo do fim.
    Em agosto a Sercomtel será declarada caduca.
    E aí é o fim.

    Resposta
  • 29/06/2018, 09:58 em 09:58
    Permalink

    Uma empresa que não tem diretor comercial há 4 meses e é acumulada por uma aposentada indicada pela Copel por ser esposa do Luiz Abi, a prima e o primo distante de Beto Richa, quer o que da vida.

    https://www.sercomtel.com.br/institucional/sercomtel/

    Diretora Administrativa
    Eloiza Fernandes Pinheiro Abi Antoun

    Diretor Comercial
    Eloiza Fernandes Pinheiro Abi Antoun

    Anatel decretará o fim da empresa em julho.
    Por isso a Copel dirigida por um pepista de 4 costados e de Prudentópolis aliado da familia Barros de Maringá (Jonel Iurk), dá de ombros para a prefeitura do PP de Londrina.
    Conselheiras falaram o óbvio.

    Resposta
  • 05/07/2018, 08:58 em 08:58
    Permalink

    Raul, Diretoria Comercial sempre existiu, o que nunca existiu de fato foi um diretor comercial descente, principalmente nos últimos anos em que neguinho vinha só pra fazer seu pé de meia enquanto a empresa ia se dirigindo direto para o brejo. Pergunta aos funcionários.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: