Empresário de Londrina é preso acusado de financiar ônibus que levaram golpistas a Brasília

Deu no G1 que um homem foi preso em Londrina, em uma operação da Polícia Federal (PF) deflagrada hoje contra envolvidos nos atos golpistas do último dia 8 em Brasília (DF). Claudio Mazzia é suspeito de organizar uma excursão de 20 ônibus para a capital do país após uma publicação nas redes sociais.

Na casa do diretor de uma construtora, a corporação ainda cumpriu um mandado de busca e apreensão. Até a publicação desta reportagem, a PF também não havia informado sobre apreensões no local. À RPC, o irmão de Claudio, Ederson André Mazia, afirmou que o suspeito não é responsável por nenhum financiamento dos atos e que ele é um “patriota” que não concorda com a política atual.

Disse ainda que ele nunca foi a Brasília.

“Ele diz que o irmão não financiou nada, que é uma pessoa normal, um empresário, que nesse tempo aí não concorda com a situação política. […] Ele simplesmente participou de alguns eventos que foi até o Tiro de Guerra, mas como patriota”, afirmou.

Irmão de homem preso em operação da PF afirmou que Claudio Mazzia não financiou nenhum ato — Foto: Reprodução/RPC

Irmão de homem preso em operação da PF afirmou que Claudio Mazzia não financiou nenhum ato — Foto: Reprodução/RPC

Sobre a postagem nas redes sociais, o advogado disse ainda que se trata de uma montagem usando o nome do irmão.

O objetivo da operação é identificar pessoas que participaram, financiaram ou incentivaram as ações de destruição aos prédios dos Três Poderes da República.

PF cumpre mandados de prisão e de busca e apreensão no Paraná contra envolvidos em atos golpistas em Brasília — Foto: Reprodução

PF cumpre mandados de prisão e de busca e apreensão no Paraná contra envolvidos em atos golpistas em Brasília — Foto: Reprodução

Em todo o país, a operação cumpre 11 mandados de prisão preventiva e 27 mandados de busca e apreensão. A ação ocorre simultaneamente no Paraná, outros quatro estados e no Distrito Federal.

Ainda de acordo com a PF, os fatos investigados “constituem, em tese, os crimes de”:

  • abolição violenta do Estado Democrático de Direito;
  • golpe de Estado;
  • associação criminosa;
  • incitação ao crime;
  • destruição e deterioração ou inutilização de bem especialmente protegido.
Compartilhe
Leia Também
Comente

7 Comments

  1. Irmão

    Ele foi delegado da Adesg em Londrina no início dos anos 2000.

    1. Betinho Soares

      É isso aí! Deve ter aprendido a ser golpista na Escola Superior de Golpe, digo, de Guerra. Não há um estudante de História que não sabe que a Adesg era (ou é, né?) o “sindicato” de militares e de civis que apoiaram o golpe militar de 64. E viva a democracia! Fascistas não destruirão o Estado Democrático de Direito.

  2. Décio Paulino

    Por enquanto, são só investigados. A Polícia Federal deve ter fortes provas para determinar a prisão dos golpistas mas devem ter o direito de se defenderam. Aliás, direito que era negado aos presos políticos que se opunham à ditadura militar instaurada em 64. Só espero que o julgamento desses golpistas não tenha por trás a interferência de associações de militares nem de entidade secreta, grupos influentes em nosso país na defesa do movimento golpista que tentou derrubar o resultado de uma eleição democrática. Para os fascistas que financiaram, participaram e apoiaram o golpe que desaguou nos atos terroristas de 8 de janeiro, só uma coisa: XILINDRÓ!

  3. Campos

    A turma de golpistas que está sendo levada à prisão tem uma longa lista de possíveis crimes cometidos: abolição violenta do Estado Democrático de Direito, dano qualificado, golpe de Estado, associação criminosa, incitação ao crime e destruição e deterioração ou inutilização de bem especialmente protegido. O que parecia ser uma guerra de ocupação fácil e facilitada pode se transformar em problemas sérios: despesas estratosféricas com bons advogados e até mesmo um longo período recolhido a penitenciárias federais. Não extariam sendo expostos como terroristas de extrema-direita se tivessem lido o Código Penal e, apenas isto, respeitado o resultado de uma eleição democrática. Muitos devem se ferrar até pra servir de lição a outros patriotários.

  4. Genildo

    Blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá blá. É o que penso sobre a opinião dos canhotos.

    1. Leone Loreto

      Parabenz! Finaumente temos alguem do nosso grupo de direita que so con uma palavra acaba com este conversero de canhotos. Parabenz, sr. genildo, o senhor que é um jenio da direita de nossa cidade me reprezenta.

  5. Mateus Oliveira

    A PF na cola só de um londrinense? É pouco. Cadê o financiador dos carros de som que ficava todo dia circulando pela cidade anunciando mensagem golpista? Cadê aquelas subcelebridades políticas que ficavam promovendo carreata a favor do presidente golpista e contra as medidas civilizatórias contra a covid? Estão quietinhos, não é mesmo? Cuidado, democratas, eles estão quietinhos, mas não estão mortos; estão prontos para outra aventura fascista. Aqueles fascitoides que foram no domingo, dia 8, na Higienópolis, comemorar o terrorismo bolsonarista em Brasília também merecem uma visita da PF. É gente perigosa e violenta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Buscar
Anúncios
Paçocast
Anúncios