Londrina sob risco de Epidemia de Dengue. Praça Rocha Pombo mostra o descaso

A Praça Rocha Pombo, descaso do poder público

A própria Secretaria de Saúde de Londrina admite: o risco de uma epidemia de dengue na cidade é grande. O secretário municipal de Saúde, Felippe Machado, e sua equipe apresentaram, ontem o resultado do primeiro Levantamento Rápido de Infestação do Aedes aegypti (LIRAa) de 2018. De acordo com os dados obtidos, o Índice de Infestação Predial foi de 12,1%, o que significa que a cada 100 casas vistoriadas pelos agentes, 12 apresentaram focos positivos do mosquito.

A foto acima é da praça Rocha Pombo, que os maldosos chamam de Racha Pomba. É uma das mais bonitas de Londrina. E sua beleza contrasta com o total abandono e descaso. 
O resultado do levantamento feito pela prefeitura aponta situação de risco para uma epidemia de dengue. Isso porque o Ministério da Saúde classifica que, nos municípios com índice de infestação predial acima de 3,9%, há risco de surto da doença. Índice abaixo de 1% é considerado satisfatório, e entre 1% e 3,9% é considerado como situação de alerta.

Os dados foram apresentados na primeira reunião deste ano do Comitê Gestor Ampliado Contra a Dengue em Londrina. Segundo Machado, a Secretaria Municipal de Saúde analisa o resultado com muita preocupação, já que este é o LIRAa mais alto dos últimos quatro anos, para o mesmo período. O primeiro levantamento do ano de 2017 apontou o índice de 4,1%, em 2016 foi 8% e, em 2015, 10,1%. No último LIRAa de 2017, divulgado no final de novembro, o índice geral verificado foi de 4,3%.

3 comentários em “Londrina sob risco de Epidemia de Dengue. Praça Rocha Pombo mostra o descaso

  • 03/02/2018, 10:36 em 10:36
    Permalink

    Meu amigo, a situação é muito mais perigosa. O mesmo mosquito que espalha a dengue espalha a febre amarela, que virou endemia em nosso estado vizinho, São Paulo. O problema mostrado pelo blog, aqui em Londrina, tem dois responsáveis: o ministério da Saúde comandado pelo Barros, que é do partido do prefeito (por isso o prefeito fica caladinho mesmo que as verbas federais pra saúde não chegam a Londrina) e o próprio prefeito, que dorme em berço esplêndido. Até alguns anos atrás, os imóveis eram constantemente fiscalizados pelos agentes da saúde de combate à dengue. De um ano para cá eles praticamente desapareceram. Para alegria e felicidade dos mosquitos. E para o perigo de desgraça iminente dos londrinenses.

    Resposta
  • 05/02/2018, 09:52 em 09:52
    Permalink

    Marcelo, pelo amor que tem em Deus e respeito aos cidadãos de Londrina. Você é médico e tem consciência do risco. Tira esse cabra que esta alojado na Secretaria de Saúde. Não é do ramo e é muito fraco. Coloca um médico na pasta. Melhore essa equipe fraquísima que tema na Prefeitura em tempo. Começando pela saúde.

    Resposta
    • 07/02/2018, 10:31 em 10:31
      Permalink

      Mas tem que ser um médico que saiba administrar. Porque a maioria não sabe administrar nem a própria clínica….

      Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: