Ministério Público é favorável ao julgamento de Moro

do Fernando Tupan

O procurador do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) Marcelo Godoy, do Ministério Público Eleitoral manifestou-se pelo julgamento de “procedência parcial dos pedidos formulados nas Ações de Investigação Judicial Eleitoral a fim de que se reconheça a prática de abuso do poder econômico, com a consequente cassação da chapa eleita para o cargo majoritário de Senador da República e decretação da inelegibilidade dos Srs. Sergio Fernando Moro e Luís Felipe Cunha.”

Sergio Moro vem sendo perseguido pela esquerda que deseja a cabeça dele por revelar o esquema de corrupção nos governos petistas de Luiz Inácio Lula da Silva e de Dilma Rousseff.

Mas o parecer pode não ser acatado pelo relator ou pelos pares, como aconteceu no caso de Deltan Dallagnol (Novo), o MPE pediu o arquivamento e os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) não acompanharam a instrução.

Compartilhe
Leia Também
Comente

Um comentário

  1. Desesperançado

    Fico imaginando se este mesmo desempenho fosse isonômico e atingisse toda a classe política! Será que sobraria algum político?! Se Deltan Dallagnol e Sergio Moro fosse impedido de ser candidato, este espetáculo deprimente de perseguição política não colocaria mais lenha na fogueira de um Brasil dividido! O que o TSE tem a dizer com o voto dos milhões de eleitores dos dois políticos?! Vote e depois nós avaliamos se o seu voto será validado por nós! E ainda tem gente que acredita em nossa democracia tupiniquim! Ainda bem que nada é eterno, a história é cíclica! A esquerda que hoje governa, amanhã deixará o poder, e espero que o judiciário não seja aparelhado outra vez!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Buscar
Anúncios
Paçocast
Anúncios