MPF pede ajuda ao Líbano para encontrar Luiz Abi

do Contraponto

Réu na Operação Integração e por inúmeras vezes com sua presença requisitada pela Justiça, o primo-distante Luiz Abi Antoun viajou está no Líbano desde que foi solto por um habeas corpus de Gilmar Mendes, em setembro do ano passado. Acometido de uma insistente tosse comprida, vem apresentando atestados médicos libaneses que recomendam repouso e o proíbem de fazer a viagem de volta.

Mesmo assim, oficiais de justiça têm procurado Luiz Abi no endereço residencial que está registrado nos autos – rua Piauí, em Londrina – o que, claro, resulta na impossibilidade de citá-lo para comparecer às audiências judiciais.

Numa das visitas, o oficial de justiça anotou que a esposa do réu, Heloísa Pinheiro, informou que “o Sr. Luiz Abi Antoun encontra-se no Líbano para um tratamento de saúde e não tem previsão de retorno; que não sabe informar o endereço que ele se encontra e nem o número de telefone”. A certidão foi anexada nos autos do processo sobre a Operação Integração que tramita na 23.ª Vara Criminal sob os cuidados do juiz federal Paulo Sérgio Ribeiro.

Diante da evasão do réu, o procurador Deltan Dallagnol pediu ao juiz que expeça uma carta rogatória – uma forma de comunicação entre o judiciário de países diferentes – para que o Ministério Público Federal, por meio da Secretaria de Cooperação Internacional da Procuradoria Geral da República (PGR), peça ajuda ao governo do Líbano para localizar Luiz Abi no país.

Luiz Abi é procurado também pela 13.ª Vara Criminal de Curitiba, como réu da ação penal que trata da Operação Rádio Patrulha.

4 comentários em “MPF pede ajuda ao Líbano para encontrar Luiz Abi

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: