Não é só Bolsonaro os que acham que o STF pisa na caixa de tomate

De O Sul

Pesquisa Quaest diz que 74% do Brasil reprovam decisões do STF anulando até punições a corruptores confessos na Lava Jato. E ainda acham que a indignação geral tem a ver apenas com bolsonaristas.

Compartilhe
Leia Também
Comente

11 Comments

  1. Campos

    Se na pergunta a premissa de que o STF anulou até punições a corruptores confessos na Lava Jato, esses 74% até que estão de bom tamanho. O resultado dos críticos aos STF deveria ter sido de 110%! Não conheço a pesquisa, mas o problema do STF vai muito mais longe do que a opinião de quem pouco ou nada conhece a legislação jurídica do país mas posa de jurista desde um púlpito de igreja evangélica até um blog qualquer do universo digital.

  2. Genildo

    Se o resultado deveria ser de 110% de indignação com a anulação de penas aos corruptores confessos, por qual motivo não praticam a indignação não votando em corruptos e seus apoiadores?

  3. Henrique

    O STF ja cruzou a linha a muito tempo. São os donos do Brasil

  4. Décio Paulino

    É claro que o STF já cometeu erros. A autorização de prisão após condenação em segunda instância foi seguramente a mais grave por violar o preceito constitucional da prisão somente após trânsito em julgado. Porém, atualmente, no caso de tentativa de golpe miliciano-militar, o STF está se redimindo de erros anteriores. Punir criminosos, sejam cidadãos comuns, políticos bem votados ou golpistas pertencentes às Forças Armadas, é a mais eficiente contribuição que o STF está dando para a manutenção do Estado Democrático de Direito.

    1. Fábio

      Punir pessoas, sem materialidade comprovada com pena maior que homicídio qualificado… você só pode estar de brincadeira argumentando isso. Se é contra os que eu não gosto tudo bem então?

      1. Décio Paulino

        Quem deve estar de brincadeira é você. Impossível não constatar a materialidade dos crimes contra o estado democrático de direito quando os criminosos os expuseram aos montes na própria internet. Além dessas provas, muitas outras estão sendo encontradas em celulares e computadores dos suspeitos. Também recomendo a leitura do art. 359, itens L e M, da lei 14.197 de 1º de setembro de 1921. Você se lembra de quem era presidente nessa data? Pois é, essa lei, que certamente o golpista-mor pretendia usar contra os verdadeiros democratas deste país, leva as assinatura de: J. Bolsonaro, Anderson Torres, Braga Netto, Damares Alves e Augusto Heleno, tudo golpista da primeira hora.

        1. Fábio

          Fácil notar que vossa excelência não entende absolutamente nada de direito e apenas repete o absurdo alegado pelos deuses do supremo olimpo federal.
          Quem foi identificado quebrando precisa sim pagar pelos crimes, quem foi preso e não tem materialidade comprovada precisa ser solto e indenizado.
          Você deve conhecer o principio da inocência… e como petista fiel que aparenta ser deve ser contra prisão antes do transito em julgado também.
          Hora de ativar a coerência

  5. Carlos Marques

    A gangue do Bolsonaro não pensa que o STF pisa na caixa de tomate. Essa gangue pensa que é dona do STF, que é dona do país, que receberam esse país como herança desde 1500. Esses canalhas acreditam que eles não precisam se submeter às leis aplicadas aos demais brasileiros. Ameaçam agredir fisicamente ministros do STF e até de morte e defendem que esse é um direito deles, que eles têm o direito ilimitado de liberdade de expressão. E os imbecis também defendem que a república, por ter sido proclamada por um marechal, continua até hoje sob a tutela de militares. Aliás, ainda bem que alguns militares que veem seu trabalho institucional com profissionalismo não serviram de capacho para os interesses vis do bolsonarismo. A gangue do Bolsonaro se acha tão acima das leis que já estão pressionando autoridades e a sociedade em geral para que seja beneficiada por uma anistia antes mesmo de condenação final.

      1. Carlos Marques

        Não, amigão, ameaça a autoridade existe desde que surgiram autoridades. Ninguém tem o direito de ameaçar seja quem for. Justificar um erro com o erro dos outros é confessar complacência com o crime. Mas, cá entre nós, os bolsonaristas que ameaçam (e não são apenas autoridades suas vítimas) já chegaram ao patamar dos mestres dos mestres no quesito. Pra esses é cana mesmo.

  6. Há Lagoas

    Que bom que ainda existe 1/4 de brasileiros que ainda acreditam em nosso judiciário tupiniquim! Apesar de admirar estes esperançosos incorrigíveis, sou cético com relação a essa expectação! De qualquer forma, mesmo que de forma inocente, é necessário que uns poucos mantenha a chama da esperança!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Buscar
Anúncios
Paçocast
Anúncios