Nem o Tribunal de Contas aceita a “festa” da Sanepar com o dinheiro do consumidor

Nem o Tribunal de Contas do Paraná está engolindo o aumento estratosférico na tarifa de água anunciado pela Sanepar. A Agepar – Agência Reguladora do Paraná – que teoricamente deveria proteger o consumidor – autorizou um aumento de 12,13%, quase quatro vezes a inflação do período.

Para o Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioecônomicos (DIEESE), o aumento só beneficia os acionistas e prejudica os consumidores.

Na avaliação dos economistas, os acionistas passaram a ganhar muito mais, não somente pela evolução significativa do lucro líquido, mas também pelo aumento do percentual do lucro destinado aos acionistas que passou de 25% para 50% na forma de dividendos complementares já a partir de 2011.

“Em consequência desta política foram distribuídos em dividendos o montante de cerca de R$ 2 bilhões no período de 2011 a 2018, que em 2018 representou 41,15% do total dos investimentos realizados pela empresa (R$ 1,030 bilhão), percentual este que se manteve acima de 20% entre 2011 e 2018, que na média do período foi de 32,06% e que era de 9,37% em 2010”, esclarece o DIEESE.

Veja o que diz o Tribunal de Contas:

5 comentários em “Nem o Tribunal de Contas aceita a “festa” da Sanepar com o dinheiro do consumidor

  • 13/05/2019, 11:01 em 11:01
    Permalink

    Um absurdo esse aumento. Assusta o Governador Ratinho permitir isso. Completa falta de respeito com o Povo do Paraná.

    Resposta
  • 13/05/2019, 11:30 em 11:30
    Permalink

    Aqui no blog ninguém sabe quem é José chivocki Neto? Desembargador presente em momentos históricos de Londrina… Nem vou olhar os portais…. Depois que crítica o jornalismo feito em Londrina… Acham ruim ….

    Resposta
  • 13/05/2019, 13:22 em 13:22
    Permalink

    Igual os pedágios do Paraná?
    Fazem fogo de isqueiro e apagam na mão grande?

    Resposta
  • 13/05/2019, 15:24 em 15:24
    Permalink

    Quem vai fiscalizar a AGEPAR????????

    Resposta
  • 13/05/2019, 20:18 em 20:18
    Permalink

    O que o Tribunal de Contas é? Uma associação bolivariana? Deve ser. Enquanto o governador bolivariano Requião enfiava a Sanepar no buraco com suas tarifas defasadas e suas benesses à custa da empresa cobradas dos consumidores sem poder aquisitivo. Tem gente que ainda não entendeu que, finalmente, as empresas existem para dar lucros. Quanto mais lucro, mais sucesso. Por exemplo, a Petrobras agora não para de dar lucros. E a gente espera que a Petrobras não aceita a pressão dos bolivarianos para que a empresa ou o governo venda diesel barato só para agradar caminhoneiros. Os consumidores precisam entender que esse aumento na tarifa de água aparentemente excessivo é a compensação que a empresa está tendo pelos anos de descalabro nas tarifas baixas determinadas por um governo bolivariano. Requião e seu populismo bolivariano já era. Agora é a modernidade com Ratinho e Bolsonaro.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: