Operação do MP visa prefeitos de Porecatu e Faxinal

O Ministério Público do Paraná, por meio da Subprocuradoria-Geral de Justiça para Assuntos Jurídicos, com o apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e do Núcleo de Londrina do Grupo Especializado na Proteção do Patrimônio Público e no Combate à Improbidade Administrativa (Gepatria), cumpre nesta terça-feira, 1º de agosto, 25 mandados de busca e apreensão no âmbito da Operação Framework, que apura a prática de crimes contra a administração pública (fraudes a licitações e peculatos, dentre outros delitos).

As investigações foram autorizadas pelo Tribunal de Justiça do Estado do Paraná – que expediu as ordens judiciais –, em razão do foro por prerrogativa de função de dois dos investigados (os prefeitos de Faxinal, Ylson Cantagall e Fábio Andrade, de Porecatu). Os mandados foram cumpridos em Curitiba, Ponta Grossa, Londrina, Arapongas, Faxinal, Porecatu e Alvorada do Sul.

O procedimento investigatório criminal da Subprocuradoria-Geral de Justiça para Assuntos Jurídicos tramita em segredo de justiça, de forma a assegurar a efetividade das apurações.

Compartilhe
Leia Também
Comente

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Buscar
Anúncios
Paçocast
Anúncios