Pega-pra-capá na disputa pela Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa

Para zero surpresa de qualquer vivente desta terra dos pinheirais, o deputado Ademar Traiano reelegeu-se para a presidência da Assembleia Legislativa do Paraná.

Mas se para a mesa diretora não houve novidades, a disputa pela Comissão de Constituição e Justiça está pegando fogo. Há quem diga que seja a mais acirrada dos últimos tempos.

Dois deputados do mesmo partido e com força na casa querem ocupar a presidência da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), porta de entrada de todos os projetos do governo e dos deputados.

A mesa executiva trabalha pelo nome de Luiz Claudio Romanelli. Mas vindo da nova geração da política cresceu na disputa o nome de Tiago Amaral.

Amigos, amigos, poder à parte.

Romanelli conta com a sua conhecida força e com a imagem de quem sempre ocupará os postos mais importantes da casa. Tiago Amaral conta com o apoio de outros deputados e lideranças jovens que estão chegando na Assembleia.

Mais do que a presidência da CCJ, o que pode estar em jogo é a hegemonia no comando das decisões da casa.

Até aqui ninguém vislumbra um acordo. O certo é que nada está certo. E, como se diz no futebol, o jogo só termina quando acaba.

Compartilhe
Leia Também
Comente

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Buscar
Anúncios
Paçocast
Anúncios