Quando chegar a notificação, prefeitura vai recorrer

A prefeitura de Londrina ainda não foi notificada pelo Tribunal de Justiça sobre a decisão da desembargadora Maria Aparecida Blanco de Lima que obriga o comércio da cidade a ser fechado novamente.

Como não foi notificada, a prefeitura não emitiu ainda nenhum comunicado para o comércio. Ou seja, pelo jeito, pode continuar aberto até que o município receba a notificação.

Na live que está fazendo neste momento, o prefeito Marcelo Belinati, disse que decisão judicial se cumpre, mas que a prefeitura vai recorrer em todas as instâncias possíveis.

Belinati não escondeu a irritação com a decisão da desembargadora. Segundo ele a decisão não foi baseada no que a cidade vem passando. “O que a desembargadora disse foi que a decisão tem que ser do presidente da República que definiu quais são os serviços essenciais que podem ficar funcionando. Ora, em nenhum momento foi avaliado a estrutura que a cidade tem para combater o coronavirus. Hoje temos aqui mais leitos disponíveis em média do que países como a Alemanha. Hoje temos talvez a melhor estrutura do País”, disse Belinati.

Ainda conforme o prefeito, todas as decisões, desde o princípio, foram tomadas com base e apoio do Coesp – Centro de Operações de Emergências em Saúde Pública – formado por especialistas em várias áreas, entre elas infectologistas, pneumologistas, virologistas, epidemiologista, além de representantes de vários hospitais.

“Se não tivéssemos tomado as medidas certas lá atrás, hoje, a previsão era de que teríamos cerca de 26 mil pessoas com a doença”, disse Belinati.

3 thoughts on “Quando chegar a notificação, prefeitura vai recorrer

  • 28/04/2020, 21:01 em 21:01
    Permalink

    Será que ouvi direito o prefeito falar que o coronavírus vai continuar infectando os londrinenses e que o objetivo da secretaria da Saúde não é impedir essa contaminação mas apenas reduzir a velocidade dela para que o sistema de saúde possa atender os doentes? Será que entendi mal ou ele disse que as pessoas vão se infectando e adquirindo imunidade?
    Cacete! Essa é quase a mesma conversinha lazarenta do Bolsonaro. A diferença é que, pelo Bolsonaro, pode todo mundo se infectar ao mesmo tempo e sem interromper as atividades econômicas. Se morrer milhares ou milhões, será apenas um detalhe inevitável. Acho que um prefeito médico deveria estar se esforçando é em salvar vidas evitando a contaminação delas pelo coronavírus. Pelo relatos, morrer em casa, na rua ou num hospital de coronavírus é algo terrível. Garantir atendimento hospitalar aos infectados não é garantia de manter suas vidas já que não há cura pra essa doença. Então, prefeito, trabalhe para que menos londrinenses sejam infectados e encher ônibus de trabalhadores ao longo do dia não parece ser o caminho mais adequado para conseguir esse objetivo. E outra coisa, prefeito, onde está escrito que os infectados pelo coronavírus adquirem imunidade contra ele? A OMS não dá essa garantia nem alguns médicos que conheço.

    Resposta
  • 28/04/2020, 22:40 em 22:40
    Permalink

    Pelo novo Belinati que está se revelando, ele deve achar que as medidas lá atrás não foram boas. Se ele tivesse seguido os “conselhos” da Acil, da Sociedade Rural, do sindicato dos restaurantes e botecos etc., hoje Londrina teria, segundo ele mesmo, 26 mil pessoas com coronavírus. Como a mortalidade dos infectados pelo corona no Brasil anda em 7%, segundo a previsão do prefeito, hoje Londrina teria apenas 1.820 mortos e, vejam que maravilha, 24.180 londrinenses imunizados, isto é, prontos pra trabalhar sem problemas. Outra coisa, prefeito, comparar o nosso sistema hospitalar com o sistema da Alemanha é piada, não?

    Resposta
  • 29/04/2020, 02:15 em 02:15
    Permalink

    Não dá para entender o que esse cara fala. Ficou a primeira fase da Covid 19 defendendo o isolamento e fechou comércio, indústria, escola, igapó e Zerão. Ressaltou embasamento científico e técnico para a decisão do isolamento social. Mas diante da pressão dos parceiros das “pontes” – que para qualquer leigo é trambique mesmo – aglutinados naquela pré-organização criminosa que teimam em achar que representa a “sociedade civil” que engloba sindicatos de patrões entre outros acatou a abertura do comércio. Os patrões, sim, caro Belinati (e presta bem atenção) nao possuem nenhum critério técnico para pedir a abertira do comércio. É um bando de folgado. Dispenso mais adjetivos. E perderam na Justiça, algo que os deixa tão furiosos a ponto de ir na porta da mesma se achar e tentar fazer ela funcionar ao seu bel prazer. Isso quando não dão os calotes nos acordos e decisões contra eles, ricos mesquinhos. Prefeito Lava Jato – e do Centrão pois seu partido é da base do mesmo – não cumpre mesmo a Justiça. Parabéns Londrinense.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: