Reestruturação na PM pode dar mais segurança aos municípios da Amepar

Se tem uma coisa que os municípios da região de Londrina reclamam é a falta de policiamento preventivo, tarefa da Polícia Militar. Alguns municípios sequer tem um policial ou viatura para atender os chamados.

Hoje, durante a  inauguração da nova sede da Associação dos Municípios do Médio Paranapanema (Amepar) o comandante-geral da Polícia Militar do Paraná – PMPR, coronel Hudson Leôncio Teixeira, e o tenente-coronel Hilberaldi, comandante do 2º CRPM, apresentaram uma reestruturação do policiamento nos municípios da região.

As cidades de Alvorada do Sul, Bela Vista do Paraíso, Primeiro do Maio e Sertanópolis, passarão a ser atendidas pelo 4.ª Companhia da Polícia Militar, atualmente responsável pelo policiamento da zona norte de Londrina, com 220 mil habitantes, sob o comando do Major Tordoro.

Esses quatro municípios eram atendidos pelo 15.º BPM que agora ficará responsável pelo policiamento em dez municípios.

O convite para participar da reunião com os vinte e dois prefeitos da região partiu do deputado Tiago Amaral e do presidente da Amepar e prefeito Sérgio Onofre.

“Nós tínhamos um problema de logística de atendimento da polícia nos municípios e vínhamos trabalhando por essa reorganização. O 15.º Batalhão vinha sofrendo com a diminuição de efetivo e quem estava pagando a conta eram os pequenos municípios. A reorganização vai aliviar o 15.º BPM, que vai poder atender melhor esses dez municípios, e esses quatro passam a ser atendidos pela 4.ª Companhia, que tem uma grande estrutura e está do lado desses municípios. Os moradores vão sentir a diferença da presença da polícia”, afirma o deputado Tiago Amaral, que vinha pleiteando essa reorganização junto com o presidente da AMEPAR.

O próximo passo dessa reestruturação será a transformação da 4.ª Companhia da Polícia Militar em Batalhão.

2 thoughts on “Reestruturação na PM pode dar mais segurança aos municípios da Amepar

  • 16/07/2021, 19:59 em 19:59
    Permalink

    Embuste puro! Mentira! Vestindo um santo despindo outro! O funcionalismo público, incluindo a Policia Militar, tal qual a Policia Civil e demais categorias, estão com uma defasagem de 50% de seu efetivo. O DesGovernador Ratinho Junior desmantelou os serviços essenciais a população (saúde, educação e segurança pública), atribuições do Estado, em prol de ampliar a isenção fiscal aos empresários amigos dele e do papai, basta dar uma olhada na LDO votada essa semana na ALEP. Se faltava policiamento nesses municípios agora vai faltar, AINDA MAIS, policiamento na área de abrangência da quarta Cia em Londrina. Precisamos urgente de um GOVERNADOR.

    Resposta
    • 20/07/2021, 15:41 em 15:41
      Permalink

      Defasagem é um problema que encontramos em todos os setores da administração pública, uma vez que, temos um concurso da Polícia Militar em trâmite justamente para atender tal demanda. Entretanto, tão importante quanto o número de servidores é a logística, para que tenhamos um atendimento efetivo à população. O Governo do Estado, junto com as instituições – Amepar, Polícia Militar, sociedade civil e representantes políticos, como o Deputado Tiago Amaral, estão alinhados, realizando um excelente trabalho frente a essa necessidade.

      Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: