20 anos de falta de vontade política

E já se passaram duas décadas (quase o total do contrato de pedágio nas estradas estaduais) da solicitação para asfaltar três trechos que alterariam e muito a vida dos norte paranaenses: os 17 quilômetros que separam Apucarana de Londrina, bombardeada pela empresa de pedágio Viapar (em Arapongas) e seus amigos no DER do Paraná (https://bit.ly/2utm3oK) – “O prefeito de Apucarana Carlos Scarpelini está defendendo a pavimentação asfáltica do trecho que liga o distrito de Aricanduva – próximo do parque industrial da zona norte da Cidade – ao Patrimônio Regina, em Londrina.

O trecho de apenas 17 quilômetros, de acordo com Scarpelini, possibilitaria a ligação da BR-369 à PR-538, entre o Patrimônio Regina e o distrito de São Luiz.

Esta via, que dá acesso ao Parque Estadual Mata do Godoy, também alcança a PR-445, próximo à Universidade Estadual de Londrina (UEL) e ao Catuaí Shopping Center. 24 de julho de 1998.” https://bit.ly/2LkENRj Outros 2 trechos que os políticos deixaram de solicitar foram o asfaltamento da PR 532 até a mesma PR – 538, entre o distrito de Correia de Freitas (Apucarana) e Guaravera (Londrina), e a continuidade da Avenida Siriema, em Arapongas, pela Estrada do Bule em dois trechos – um até a Bratislava(Cambé) onde foi anunciado o novo viaduto na BR 369, e outro até o Patrimônio Regina, na PR 538.

3 comentários em “20 anos de falta de vontade política

  • 16/07/2018, 18:55 em 18:55
    Permalink

    Emilia Belinati 8 anos vice governadora de Jaime Lerner.
    Beto Richa 8 anos como governador
    Requião e suas estradas da liberdade – 8 anos

    5 mandatos de prefeito – 20 anos

    Ou seja enrolação tem nome e sobrenome

    Resposta
  • 16/07/2018, 20:17 em 20:17
    Permalink

    O estagiário tomou umas antes de ir trabalhar? KKKKK Mas a intenção é o que realmente vale. Absurdo que 20 anos depois da notícia destacada, quando Carlos Scarpelini era o prefeito de Apucarana, nada tenha sido feito para melhorar a vida de milhares de paranaenses com a pavimentação dos trechos citados. De qualquer maneira, esse fato só vem provar como a pedageira Viapar tem força política para impedir o progresso da região. Funcionários e políticos, por razões que cada um pode imaginar ou constatar, são “controlados” pela Viapar. Hoje, por exemplo, aqui em Arapongas todo mundo comenta que o prefeito é grande aliado da Viapar. A propósito, o prefeito Onofre está mais preocupado em tirar fotinha com todo servidor que é nomeado para divulgar na imprensa local do que enfrentar os interesses da Viapar.

    Resposta
  • 18/07/2018, 03:51 em 03:51
    Permalink

    Folha de Londrina:

    como comentou o avicultor Ronaldo Teixeira Góes, vizinho de Ferri.
    ”Normalmente os caminhões cortam caminho por esta estrada para evitar o pedágio e porque é mais perto, já que eles economizam 20 quilômetros até Arapongas. Mas faz três mandatos de prefeito que a estrada está abandonada”, assinalou Góes, que já teve seu caminhão atolado e sempre ajuda os caminhoneiros a retirar os veículos com seu trator

    . https://www.pacocacomcebola.com.br/geral/falta-pulso-ao-governo-do-parana-para-enfrentar-as-pedagieiras-e-empreiteiras/

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: