A esquerda procura o rumo perdido

do Antagonista

A captura de Cesare Battisti mostra que a esquerda está perdida, diz Merval Pereira.

E que “o maior adversário do governo Bolsonaro é ele mesmo”.

“O PSOL lamenta a prisão, considerando-a uma injustiça, e, juntamente com o ex-ministro da Justiça de Dilma, José Eduardo Cardozo, critica Evo Morales pela prisão. Some-se a isso a ida da presidente do PT, Gleisi Hoffman, à posse de Maduro na Venezuela, rejeitado pelas democracias ocidentais, tem-se a imagem de uma oposição fora da realidade, perdida em suas contradições.

O maior adversário do governo Bolsonaro é ele mesmo.”

É o pitbull mordendo o próprio rabo.

2 comentários em “A esquerda procura o rumo perdido

  • 14/01/2019, 15:26 em 15:26
    Permalink

    Quem realmente perdeu o rumo são os neoliberais, como esse Merval Pereira, com a eleição dos protoliberais do Bolsonaro. Pensaram que iam botar o Lula na cadeia e transformar o Brasil em país europeu politicamente. Mas tudo que fizeram foi eleger o Bolsonaro que também está levando o Brasil na direção da Europa… da Europa no período nazifascista.

    Resposta
  • 15/01/2019, 14:42 em 14:42
    Permalink

    Os jornalistas mamadores de dinheiro público estão cutucando o PT e seus apêndices para que parem com a jornada auto-destrutiva em que estão. Na ânsia de peitar e contrariar o novo governo, o PT anda tomando várias atitudes que reverberam mal com a população. Essa do Battisti foi uma: estava lá até o filho paralítico do joalheiro que foi assassinado pelo cara para celebrar a prisão do terrorista, e aí você vê a militância urrando que a prisão dele é injusta, que ele deveria ficar impune. Ou então dizer que voltamos pra 1964 enquanto a Venezuela é um bastião de democracia.

    Os tempos mudaram. Hoje qualquer um tem acesso à internet. É muito mais difícil você manter uma narativa falsa com redes sociais e portais informativos independentes.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: