A incoerência das manifestações pela volta da ditadura

Ontem o ministro Celso de Mello rejeitou um pedido apresentado pelo deputado Enio Verri (PT-PR) para que a Polícia Federal impedisse e investigasse uma manifestação convocada para hoje contra o Supremo.

Num video, que circula pela internet, dois caras vestidos com um quase uniforme em que está escrito “Soldados Pelo Brasil” dizem que pelo menos 300 caminhões estão indo para Brasilia para “acabar com essa palhaçada dos ultimos 35 anos, e sugerem uma união do narcotráfico, esquerda e STF para prejudicar o Brasil.

Celso de Mello negou o pedido sabiamente alegando a liberdade de expressão e manifestação.

Curiosamente e absurdamente esses caras que pregam em manifestações a volta da ditadura, o fechamento do Congresso e do STF, usando o direito constitucional da livre expressão e manifestação, não conseguem entender que a primeira coisa que acontece em uma ditadura é exatamente a proibição da livre manifestação e da liberdade de expressão. Em uma ditadura eles nunca poderiam fazer esse tipo de manifestação.

Vai entender esse povo.

5 thoughts on “A incoerência das manifestações pela volta da ditadura

  • 08/05/2020, 13:06 em 13:06
    Permalink

    Pessoas envolvidas nesses movimentos de direita são aglutinados em torno de grupos como o MBL, Vem pra Rua, etc, que recebem recursos de ongs ligadas ao governo e bancos como o Itaú e instituições como a Fiep. É o mesmo jogo sujo que eles criticam quando praticado pelo PT e outros partidos que eles consideram de esquerda. Um piqueteiros da CUT é o mesmo que esses burroes de verde amarelo. Um que agrediu uma enfermeira tinha até cargo no governo. E o objetivo deles é sim suprimir a livre manifestação. A cara de pau desses trambiqueiros que estão no poder é tamanha que dão dinheiro a que não faz nada. Como diria Nelson Rodrigues, os burros vão dominar o mundo.

    Resposta
    • 08/05/2020, 14:36 em 14:36
      Permalink

      Eu nunca vi piqueteiro da CUT convocando 300 caminhões e não sei quantos fascistas para avançarem contra o STF e intimidarem seus ministros. Se a CUT desse aval a esse comportamento, certamente sua sede seria invadida por forças legalistas e cassado seu registro.

      Resposta
      • 09/05/2020, 10:50 em 10:50
        Permalink

        Longe de mim querer passar pano pra CUT e seus piqueteiros, mas, de fato, o gado jeca verde e amarelo conseguiu ir muito além em agressividade. Eles violentam o bom senso de maneira singular.

        Resposta
        • 09/05/2020, 17:45 em 17:45
          Permalink

          Dick e Edgar, realmente reconheço o motivo de ambos e decreto: os burroes são mais mal educados que o pão com mortadela. E mais vem providos também, com bons cargos no governo para xingar e agredir pessoas na rua.

          Resposta
  • 09/05/2020, 10:48 em 10:48
    Permalink

    Será que o ministro seria tratado como sábio se tomasse medida semelhante se os manifestantes fossem petistas fazendo a mesma acusação e ameaças ao membros do STF?

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: