A mordida sem piedade da Receita. Fazer o que.

Dias atrás comprei um microfone para minha câmera de um site chinês. O preço, 28 dólares, sem frete. A informação que eu tinha era de que produtos até 50 dólares não sofriam taxação.

O produto chegou e eu fui mordido pela Receita em mais 60% do valor da compra. Deixei pra receita R$ 60,00.

Agora o governo anuncia que acabou a colher de chá. O governo prepara medidas para restringir as compras em sites internacionais, como o chinês Alibaba e o americano Amazon. Hoje, encomendas de até US$ 50 entram no país sem imposto. A ideia é enterrar a regra, taxando todo tipo de remessa, ou adotar um valor apenas simbólico para a isenção. A iniciativa foi debatida por Henrique Meirelles (Fazenda) e Marcos Pereira (Indústria) nesta quinta (28) e é bem vista pela equipe econômica, que promete definir em breve as mudanças.

One thought on “A mordida sem piedade da Receita. Fazer o que.

  • 29/07/2016, 13:21 em 13:21
    Permalink

    O Michel Cunha está certíssimo. Se o rico tem que pagar imposto de importação sobre suas compras, por que o pobre vai ficar isento quando compra umas coisinhas do exterior? A Constituição diz que todos somos iguais. Então todo mundo tem que pagar imposto quando compra algo no exterior pela internet. Seja uma madame que compra uma bolsa de grife por dois mil dólares ou um mano que compra uma lanterna de LED que custa dez dólares. Esse negócio de ficar ajudando pobre é coisa de petista. E o PT já era! KKKKK

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: