A responsa da CCJ na Assembleia

Tiago Amaral, de novo na CCJ

Confirmado.

O delegado Fernando Francischini, campeão de votos no Paraná – 427 mil votos – e surfando na onda bolsonarista, ungido pelo Palácio Iguaçu, é o novo presidente da Comissão de Constituição e Justiça.

E pela terceira vez, o deputado e advogado londrinense Tiago Amaral será novamente membro CCJ.

Depois da presidência da Casa, a CCJ é o espaço mais disputado. Aliás, disputado a tapa. O motivo é claro. É ali que começa a tramitação dos projetos, avaliado se são constitucionais, etc.

“A responsabilidade do que nós votamos aqui é fundamental inclusive para que a gente tenha qualidade na pauta que colocamos no plenário. É importante que muito mais do que coleguismos, que a gente tenha pela CCJ o respeito ao regimento de forma  muito especial à nossa constituição, às nossas competências e às leis que nos regem sob pena de não sermos apenas mais uma comissão”, disse Tiago Amaral, durante a instalação da CCJ na tarde desta terça-feira.

Deixe uma resposta