Agente de saúde que fraudou livro ponto tem bens bloqueados pela Justiça

do blog do Odair Matias

A Justiça autorizou o bloqueio de bens no valor de R$ 47 mil da agente comunitária de saúde de Cornélio Procópio que responde a processo criminal por falsidade ideológica. De acordo com o Ministério Público, ela assinava o cartão ponto sem cumprir a jornada de trabalho na unidade básica de saúde. O pedido de bloqueio foi feito em uma ação civil pública, que também propõe a condenação da servidora por improbidade.  (leia mais)

Deixe uma resposta