Agora é a vez da Reforma Tributária. O Relator Hauly e o Ministro da Fazenda, Meireles, conversam nos próximos dias

Depois da Reforma Trabalhista, a próxima é a Tributária na lista do presidente Michel Temer. Ainda esta semana o ministro da Fazenda, Henrique Meireles deve se reunir com o deputado Luiz Carlos Hauly, que é o relator da Reforma Tributária, para discutir a proposta e afinar o discurso.

Veja abaixo a entrevista que Hauly deu ao blog falando sobre as mudanças pretendidas na Reforma:

9 comentários em “Agora é a vez da Reforma Tributária. O Relator Hauly e o Ministro da Fazenda, Meireles, conversam nos próximos dias

  • 18/07/2017, 11:20 em 11:20
    Permalink

    O deputado milionário e suas obviedades. Ele está realmente tão preocupado com os pobres que votou no confisco dos direitos trabalhistas, chamado erroneamente de reforma, proposto pelo governo Temer. Aliás, Hauly e seus companheiros Marcelo B. e Alex Canziani derrubaram um governo trabalhista para pôr Temer e o PSDB em seu lugar.

    Resposta
    • 18/07/2017, 11:57 em 11:57
      Permalink

      Pelo visto do comentário vemos que você não defende pontos sobre as reformas ou não. E sim o governo pseudo trabalhista do PT. O partido e governo que mais roubaram na história.

      Resposta
      • 18/07/2017, 21:22 em 21:22
        Permalink

        Escreveu que o PT e o governo petista foram os que mais roubaram na história e escreveu besteira! O Jorge neto deveria ler mais, se informar melhor. Acho besteira esse tipo de comparação mas o amigão aí não deve saber de sabe sobre a famosa privataria tucana, o trensalão tucano em São Paulo, sobre o caso Banestado cujo juiz, o próprio Moro, não botou ninguém na cadeia até hoje. E por aí vai… E no campo individual, o amigo aí não deve ter lido que o José Serra, que não é do PT, foi acusado de receber numa única tacada 23 milhões de dólares na Suíça. E o Aécio, parceirão do Hauly, que levou numa tacada R$ 2 milhões do Joesley? Fora a acusação de que Aécio, do mesmo partido do Hauly e que posou alegrinho ao lado do juiz Moro, recebeu 3% de uma obra que custou R$ 2,1 bilhões. Jorge neto, não fica repetindo essas sandices do Dória, do MBL, da Globo… Pega mal!

        Resposta
  • 18/07/2017, 12:03 em 12:03
    Permalink

    Alô Hauly! Não é só o pobre que paga muito imposto, a classe média também. O assalariado que ganha R$ 4.897,92 recolhe a mesma alíquota do imposto de renda de quem ganha R$ 100 mil por mês. Aliás o pobre que ganha mensalmente o salário (que na verdade nem renda é!) de R$ 1.999,19 é obrigado a pagar imposto de renda. Alô Hauly! Nós sabemos muito bem o que significa o senhor se reunir com o carniceiro da economia, o ex-empregado do Joesley, o ministro Henrique Meireles, para afinar o discurso: nós vamos ser ferrados por vocês mais do que já somos!

    Resposta
  • 18/07/2017, 23:32 em 23:32
    Permalink

    Hoje pobre paga mais imposto do que os ricos. Hoje, ontem e amanhã… se depender do presidente do Hauly. Temer não abaixa o imposto dos pobres mas promete que vai ajudar os ruralistas ricos a pagarem menos impostos devidos à Receita Federal. Igualzinho no governo do Beto Richa onde quem mais se ferra é o pobre. Aqui até arroz de terceira paga ICMS… imposto que é repassado pro consumidor pobre pagar. Em vez do Hauly ir lá conversar com o ministro do Temer, deveria é conversar com o seu companheiro Beto Richa, o campeão nacional em tarifaço e aumento de ICMS.

    Resposta
    • 19/07/2017, 11:52 em 11:52
      Permalink

      O Temer vai interferir na Receita Federal para ajudar os ruralistas e deputados federais que devem mais de R$ 500 milhões de impostos vão aprovar um Refis (perdão de dívidas) que vai beneficiá-los. Dá pra acreditar que o governo Temer, do qual Hauly é aliado, vai mudar o sistema tributário para ajudar os pobres? Só imbecil para acreditar. O Hauly odeia os petistas mas ele tem que admitir que o presidente que deu mais ouvido às suas propostas foi o Lula quando Hauly foi o relator do Estatuto da Microempresa. A única proposta do Hauly a ser aceita pelo Temer é a volta da CPMF que o deputado disfarça com outro nome. Por isso que morro de rir dos coxinhas que devem estar adorando pagar impostos para o presidente que eles puseram no lugar da Dilma.

      Resposta
  • 20/07/2017, 19:37 em 19:37
    Permalink

    Parabéns ao deputado que por anos tem feito excelente trabalho por Londrina, pelo Paraná e pelo Brasil.

    Resposta
    • 24/07/2017, 21:06 em 21:06
      Permalink

      Jessuuuuis…

      Resposta
  • 23/07/2017, 15:52 em 15:52
    Permalink

    O presidente do Hauly acabou de tomar medida que prova que pobre paga mais imposto do que rico. O aumento dos impostos na comercialização dos combustíveis pega todo mundo, mas pega muito mais o pobre que, além do combustível mais caro para atividades básicas e necessárias, vai pagar mais caro conforme o aumento da inflação que virá com certeza. Mas o Hauly não marcará reuniãozinha com o Meirelles pra dar um esculacho no ministro do Temer. Afinal, todos estão no mesmo barquinho…

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: