Agora, o alvo, Sercomtel Iluminação

Os vereadores que aprovaram o escorchante aumento do IPTU e alegam que foram enganados pelo Prefeito (como o famoso áudio de Vilson Bittencourt – PSB http://bit.ly/2GYQEiE) ou não leram o projeto como o professor Amauri Cardoso (PSDB) na Tarobá, mas na volta dos trabalhos legislativos foi categórico: “Se alguém disser que não sabia o que estava votando está mentindo”, agora fazem outra papagaiada.

Entregaram um relatório conclusivo feito por Felipe Prochet (PSD) sobre a Sercomtel Iluminação dando a chancela pelo vigor da empresa e sua regularidade administrativa, mas querem outra comissão especial. Tanto Amauri como Vilson querem saber se era necessário fazer em 2014 a delegação para a empresa pública em lei.
Vilson que até foi relator favorável à empresa na lei 12.194 ( http://bit.ly/2ER0DWQ), disse  pela assessoria de imprensa da Câmara: “O que não pode é restar qualquer tipo de dúvida” e Cardoso (com a desculpa de ter assumido como suplente em julho de 2015 após a lei ser aprovada) foi além: “Vamos protocolar um pedido de abertura de outra Comissão Especial para esclarecer os motivos que levaram à decisão de criar uma empresa pública para absorver o serviço na cidade.
Será que não teria sido mais compensador terceirizar o setor, por meio de licitação? Será que este foi mesmo o melhor caminho?” – http://bit.ly/2Bin0kV. O tema não é novo, pois foi aventado no início do mandato de Marcelo Belinati (PP) uma proposta de Parceria Público Privado (PPP) para iluminação pública.
O problema de fazê-la em Londrina reside nesta lei municipal que delega à empresa criada para executar a lei aprovada em 2014. Uma PPP similar já foi rejeitada por 10 a 5 pela Câmara de Maringá nesta semana – http://bit.ly/2nK3wBo. Mas aqui encontrou no primo do empresário Faiçal Jannani e do falecido José Janene (atuantes no ramo com as empresas FJannani, Mercoluz e Eletrojan) – o suplente Jamil Janene (PP) – o ferrenho defensor de tirar a Sercomtel Iluminação do páreo, não importando a lei que ele também ajudou a aprovar – http://bit.ly/2E9jmzxhttp://bit.ly/2C3O6fA.
Interessante foi o relatório aprovado pelos dois vereadores (Vilson e Amauri) apontar exatamente o contrário do que falam. Pelo jeito não leram de novo o que assinam. Diz o ditado mineiro: “Jabuti não sobe em árvore. Se ele está lá, ou foi enchente ou mão de gente.”

15 comentários em “Agora, o alvo, Sercomtel Iluminação

  • 08/02/2018, 15:14 em 15:14
    Permalink

    Amauri Cardoso não aprendeu nada do episódio da compra de voto pelo Rogerinho e Pinguim e o amigo de velha data Espinosa?
    Cuidado com quem andas vereador.
    Vilson aproveita que é seu último mandato e faz as coisas para sua família se orgulhar.
    Ou renuncia.
    O jabuti cai no pé também, viu?
    Esperteza demais dá dor de dente.

    http://www.gazetadopovo.com.br/vida-publica/decretada-prisao-preventiva-de-envolvidos-em-suposta-compra-de-votos-21i8qi1bcehxwkb0mfnkvrbri

    Resposta
  • 08/02/2018, 15:19 em 15:19
    Permalink

    A gestão Kireeff foi uma das melhores que teve em Londrina nos últimos anos. Excelente perto dessa zona do Bila sobrinho instalada. O Vilson é daqueles que gostam de passar a lábia no eleitor. Tem mais coisa nessa Câmara. Aguardem…

    Resposta
    • 08/02/2018, 17:55 em 17:55
      Permalink

      kkkkkk é pra rir ne?

      Resposta
  • 08/02/2018, 15:33 em 15:33
    Permalink

    Aproveita Vereador tucano e faz como o João Dória em São Paulo:
    Privatiza toda a Sercomtel
    Privatiza a Acesf
    Privatiza a FEL
    Privatiza o Moringão
    Privatiza o Parque Arthur Thomas
    Privatiza o Estádio do Café

    E estatiza o que vocês vereadores não controlam e fiscalizam mesmo:
    Coleta de Lixo
    Transporte Escolar
    Aterro Sanitário
    Merenda Escolar
    Transporte coletivo

    Sabe-se lá por que não fi$calizam

    Resposta
  • 08/02/2018, 16:09 em 16:09
    Permalink

    Kireff foi a Pior.

    Resposta
  • 08/02/2018, 16:17 em 16:17
    Permalink

    Mais uma coisa esquisita que o “grande gestor” que passou pela Sercomtel deixou no ar. Vai fundo Amauri, pelos comentários esfumaçados acima, realmente tem fogo nesse capim!
    E por falar nisso, será que o “grande gestor” que ficou pouquíssimo tempo na Postalis já devolveu os salários recebidos enquanto esteve afastado?

    http://www.paiquere.com.br/christian-schneider-e-afastado-da-presidencia-do-postalis/

    http://blogs.oglobo.globo.com/lauro-jardim/post/diretor-afastado-do-postalis-paga-os-proprios-salarios-por-periodo-nao-trabalhado.html

    Resposta
    • 08/02/2018, 16:25 em 16:25
      Permalink

      Vai fundo.
      Conta o que sabe do Roberto Coutinho ex presidente Sercomtel.
      Conta do tempo do entorno da Praça da Bandeira e do Bosque.

      Resposta
  • 08/02/2018, 16:22 em 16:22
    Permalink

    Elza(PMDB), Sandra(PP) e Lenir(PT)

    Quanta falta estão fazendo!!!

    Eram defensoras das empresas públicas!!!

    Não passavam a mão::::: cobravam qualidade de atendimento ao cidadão.

    Mas nunca entregariam nossas empresas::::

    Estavam sempre ao lado da cidade, e das empresas municipais, estaduais e federais que estão em Londrina.

    Elas poderiam fazer uma Câmara paralela. Pra defesa dos cidadãos de bem

    Resposta
  • 08/02/2018, 16:29 em 16:29
    Permalink

    VEREADORAS com V maiúsculo.

    Elza Correia (PMDB hoje PPS), Sandra Graça (PP e hoje PRB) e Lenir Assis (PT).

    Quanta falta estão fazendo!!! Eram defensoras das empresas públicas!!!
    Não passavam a mão: cobravam qualidade de atendimento ao cidadão.
    Mas nunca entregariam nossas empresas: Estavam sempre ao lado da cidade, e das empresas municipais, estaduais e federais que estão em Londrina.

    Elas poderiam fazer uma Câmara paralela.
    Para defesa dos cidadãos de bem.

    Resposta
  • 08/02/2018, 18:28 em 18:28
    Permalink

    foi se o sonhos dos iluminatis do Marcelo Belinati em levar a iluminação para a prefeitura, este povo não sabe fazer o O com o cu e quer tocar a cidade…..valei-me São Jose

    Resposta
  • 08/02/2018, 20:29 em 20:29
    Permalink

    Estao falando na Sercomtel Iluminação mas a Contact está a merda desde a época do (não sei) está na merda o acordo coletivo foi reprovado, tirando o diretor financeiro os gerentes e coordenadores que são os únicos que trabalham, os ostros diretores n fazem nada

    Resposta
  • 09/02/2018, 10:03 em 10:03
    Permalink

    A criação da Sercomtel Iluminação foi também um presente “mamão com açúcar” para a Sercomtel. Pra trocar lâmpadas na cidade, não é preciso pagar pra nenhuma empresa. Um departamento na secretaria de Obras faria o mesmo ou até melhor. Mas se o ex-prefeito Kireeff não queria assumir a manutenção da iluminação pública (Isso dá um trabalho danado… Atrapalha até a atualização no Face, não é, pessoal?) e entregar o serviço para uma empresa, deveria ter feito uma licitação, na minha modesta opinião. Mas, ainda insisto, uma prefeitura incapaz de manter a iluminação pública deveria fechar as portas.

    Resposta
  • 09/02/2018, 10:08 em 10:08
    Permalink

    Todas as empresas do grupo Sercomtel foram verdadeiras aberrações, criadas com um unico objetivo, servir de cabide de emprego para acomodar os correligionários, amigos, amantes , toda sorte de “ex” , familiares e parentes. Isso tá na cara e nao mudou. É so conferir os nones dos diversos diretores, assessores e presidentes.

    Resposta
  • 09/02/2018, 16:57 em 16:57
    Permalink

    O pior é a Sercomtel participações cujo cronograma consiste em presidente, diretores e gerentes e dois estagiários, pra dar conta de tanto serviço! Barbaridade tchê ex

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: