Ailás, a Odebrecht tinha até um departamento de propina

A construtora Odebrecht tinha um departamento reservado para o pagamento de propinas. Uma espécie de contabilidade para realizar pagamentos ilícitos.  Pelo menos R$ 66 milhões teriam sido distribuídos a pessoas relacionadas a diversas obras e serviços, em âmbito federal, estadual e municipal. Este valor identificado teria em apenas uma das contas administradas pelo departamento de pagamento de propina da empreiteira. Entre as obras estariam: a Arena Corinthians (SP), Porto Maravilha (RJ), Canal do Sertão (AL). De acordo com o Ministério Público este seria o maior esquema de movimentação de propinas descoberta na Lava Jato. Os pagamentos ilegais continuaram mesmo após o andamento da Operação Lava Jato.

Um comentário em “Ailás, a Odebrecht tinha até um departamento de propina

  • 23/03/2016, 11:08 em 11:08
    Permalink

    O problema surgiu quando a Odebrecht (mais as outras empreiteiras) passou a financiar as campanhas do PT. Antes o financiamento de partidos e campanhas eleitorais eram extremamente saudáveis, praticamente uma conversa animada em um convento. Mas tinha que aparecer o PT, né? Por isso que os golpistas precisam tomar o poder: pra continuar o financiamento eleitoral por empresas privadas (agora proibido por lei), mas antes eles precisam destruir o PT.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: