Álvaro Dias, como sempre, fazendo o próprio jogo

Cada vez mais Álvaro Dias só faz o jogo político pensando naquilo: nele. Em Londrina queria filiar o prefeito Alexandre Kireeff, do PSD no PV, não conseguiu. Depois fez chegar a antigos aliados do PSDB, PMDB e PP que não faria alianças locais no Paraná, pois quer o jogo nacional onde pretende ser o Presidenciável do ex-partido de Marina Silva e o dono da Natura. Agora em Curitiba diz apoiar a reeleição de Gustavo Fruet, do mesmo partido de seu irmão Osmar – o PDT, e com isso reeditar a dupla de 1994 – Alvaro e Osmar (Governador e Senador, ou Presidente e Governador ou se sobrar, Senador para o mano maringaense). 24 anos depois, o septuagenário (nasceu em 1944) ainda faz desfeita aos curitibanos, deixando o título eleitoral em Londrina, e não indo nem na Convenção Municipal de lá e deixando-os magoados: http://www.zebeto.com.br/sozinho-no-jogo/#.V5YJ8ZA4-rU

4 thoughts on “Álvaro Dias, como sempre, fazendo o próprio jogo

  • 25/07/2016, 10:38 em 10:38
    Permalink

    24 anos?
    Tá zoando com os números?
    Ele se elegeu vereador de Londrina em 1968 do Século Passado!
    São 48 anos de mandatos e desmandatos.

    Resposta
    • 26/07/2016, 12:20 em 12:20
      Permalink

      Idiota esse 48 anos. Que desmandos? O político mais limpo e de maior prestígio no Estado é uma excessao que honra o estado do Paraná. Deixa de ser canalha e se apresente Não se esconda para revelar sua ignorância

      Resposta
  • 26/07/2016, 09:59 em 09:59
    Permalink

    Apoiar quem? O senador fez quase 90% dos votos em Londrina. Porque deve apoiar alguém? Quanto a Ctba li declaração do senador que ficará neutro. Porque apoiaria Fruet? Portanto seu paçoca o senhor está desinformado

    Resposta
  • 26/07/2016, 13:20 em 13:20
    Permalink

    Cláudio, em respeito a você, aos seus leitores e principalmente à verdade dos fatos, deixo este comentário em seu blog, uma vez que as informações contidas neste post guardam pouca ou nenhuma relação com a realidade.

    Primeiro: Não é de hoje que Alexandre Kireeff manifesta publicamente a simpatia e o desejo de se filiar ao PV. Alega alinhamento ideológico com as causas da sustentabilidade, defendidas pelo partido. Em 2014, foi oficialmente convidado para ingressar na sigla, o que não ocorreu. Em janeiro de 2016, por ocasião da filiação do senador Alvaro Dias no Partido Verde, Kireeff manifestou, mais uma vez, desejo de se filiar ao PV, o que, por razões que apenas a ele dizem respeito, não aconteceu. O fatos, portanto, são exatamente o inverso do que vc afirma.

    Sobre as eleições municipais de 2016, Alvaro Dias tem dito e repetido (isso sim ele falou) que vai apoiar os candidatos do partido Verde a prefeito, vice-prefeito e vereador, em todo o Brasil, inclusive no Paraná, e assim tem feito.

    O auge da desinformação neste post diz respeito ao pleito eleitoral em Curitiba, uma vez que até o momento, Alvaro Dias não afirmou apoiar qualquer um dos pré candidatos, já que o próprio partido não terá candidato na cidade.

    No último fim de semana, quando aconteceu a convenção municipal do PV de Curitiba, Alvaro Dias participou de convenções municipais em três municípios do estado de São Paulo, e continuará percorrendo o Brasil com o intuito de fortalecer o Partido Verde nos quatro cantos do país, vai exatamente no sentido oposto ao que afirma sua publicação.

    Como leitor deste espaço, me sinto ofendido com a quantidade de desinformação contida neste post, do tipo que parece, mais uma vez, encomenda das viúvas do PSDB, que foram obrigadas a apoiar Marcelo Belinati 2012 e agora apresentam uma candidatura insossa e estão desesperados por não ter o apoio de quem fez 90% dos votos na cidade em 2014.
    Porque não buscam o apoio do governador e líder maior dos tucanos paranaenses?

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: