André Vargas e Argôlo continuam presos, diz STF

Os ex-deputados André Vargas (PT-PR) e Luiz Argôlo (SD-BA) vão continuar presos, se depender da 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF). Os dois estão presos em decorrência da Operação Lava Jato. Para o ministro Teori Zavascki eles devem permanecer presos pois ainda podem interferir nos rumos das investigações e porque têm influências em órgãos governamentais. Vargas foi condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Já Argôlo foi condenado a pena de 11 anos e 11 meses de reclusão por lavagem de dinheiro e corrupção.

Deixe uma resposta