Apesar de tudo, o cenário se tornou favorável para Richa concorrer ao Senado

Com a eleição de Rafael Greca (PMN) em Curitiba começa-se a traçar o cenário para 2018 quando será disputado o governo do Paraná. Há quem diga que Beto Richa forneceu a musculatura necessária a Greca na reta final da campanha em que ele bateu Ney Leprevost.

No caso do Senado, serão duas vagas em disputa. Richa está de olho em uma delas e com chances, pois, apesar de toda a crise que seu governo alimenta com vários setores da sociedade, por enquanto não há no horizonte outros candidatos que sejam realmente fortes. Roberto Requião de Melo e Silva, do PMDB, deverá tentar a reeleição, porém estará com 77 anos e há um bom tempo deixou de ser aquele político combativo, hoje mais parece uma caricatura andante. Também deverá tentar a reeleição a senadora Gleisi Hoffmann, isso se não for derrubada de vez pela Lava Jato. E mesmo que a Justiça a poupe, o desempenho do PT no Paraná nas últimas eleições em nada sugere que ela consiga conquistar uma reeleição.

One thought on “Apesar de tudo, o cenário se tornou favorável para Richa concorrer ao Senado

  • 01/11/2016, 00:09 em 00:09
    Permalink

    Se eleger esse cara pra senador, melhor fechar as portas do estado e devolver ele pro Paraguai.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: