Aposentadorias dos governadores ainda não podem ser canceladas

Apesar de o Supremo Tribunal Federal ter considerado inconstitucional o pagamento de aposentadoria para ex-governadores do Paraná, o cancelamento do benefício não é feito imediatamente.

É preciso que o acórdão seja publicado e verificar se haverá recursos. Só depois é que o governo do Paraná poderá cancelar os pagamentos que consomem mais de R$ 4 milhões por ano.

No Paraná recebem o benefício os ex-governadores Paulo Pimentel, Roberto Requião de Mello e Silva, Jaime Lerner, Orlando Pessuti, Mário Pereira, Beto Richa, Cida Borgheti, João Elizio de Ferraz Campos e Emilio Hoffmann; e três viúvas, Arlete Richa, Madalena Mansur e Rosi Gomes da Silva.

3 comentários em “Aposentadorias dos governadores ainda não podem ser canceladas

  • 07/12/2019, 10:23 em 10:23
    Permalink

    Eu não sabia que a Cida já estava recebendo? È um absurdo, a mulher assumiu por 8 meses o governo do Paraná e conseguiu continuar mamando nas tetas do Governo Estadual????? Meus pêsames Cida, caiu do cavalo. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Resposta
  • 07/12/2019, 10:32 em 10:32
    Permalink

    E aí Cida, acabou rápido a mamata né? Vai ter que procurar outra teta pra mamar. Tenta na ALERJ, que lá o negócio é escancarado, e os caras não estão nem aí para o povão que paga imposto. Essa Assembléia do Rio de Janeiro possui cerca de 600 funcionários concursados e 5000 cargos comissionados. Uma barbárie com o dinheiro público, principalmente se tratando de um estado falido. Tenta lá Cida, vai que cola né?

    Resposta
  • 09/12/2019, 19:18 em 19:18
    Permalink

    Isso já existe a quase uma centena de anos e agora que o povo se deu conta. Igual o IPTU de Londrina , enquanto era tempo a população de Londrina podia ter pressionado o Prefeito e a câmara pra não aprovarem essa palhaçada, mas não ,povão curtindo o carnaval, um funk e tal … Depois não adianta reclamar e chamar político de ladrão. Agora terá uma infinidade de recursos , embargos , vistas , etc… Por enquanto quem recebe a aposentadoria está no seu direito …

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: