Até no Peru as empreiteiras da Lava a Jato estão sendo investigadas

A princípio, ela tinha dois objetivos: integrar o Norte do Brasil ao Peru e encurtar o caminho dos produtos brasileiros rumo à China. Com mais de 2,5 mil quilômetros de extensão, a Interoceânica teve trechos executados por Odebrecht, Queiroz Galvão, Andrade Gutierrez e Camargo Correa e, desde 2011, liga a cidade de Rio Branco, no Acre, a portos estratégicos no Oceano Pacífico.
Mas, em vez de custar os cerca de US$ 810 milhões previstos inicialmente, a rodovia saiu por mais de US$ 2,8 bilhões.
É por aí que passam as denúncias e a investigação peruana. (veja mais)

Um comentário em “Até no Peru as empreiteiras da Lava a Jato estão sendo investigadas

  • 22/09/2015, 22:34 em 22:34
    Permalink

    Acho que o blog encontrou a grande resposta. Como essas empreiteiras fizeram grandes doações para o Aécio também, vai ver que o dinheiro veio do superfaturamento no Peru! Então o dinheiro dos tucanos realmente não veio da Petrobras nem era dinheiro benzido, abençoado e da encruzilhada.

    Resposta
  • 23/09/2015, 11:06 em 11:06
    Permalink

    Devo estar bem esquecido ou a tenda digital fez esquecer,disse que os kms entre Rio Branco e Lima no Peru,bagatela de 2146KM custar 810 milhões de dólares ou 3 bilhões de reais,atravessando os Andes etc e a nossa catedral de Barcelona,a 445 que já custou 300 milhões de reais em 14 km sem precisar passar pelos andes.A proposito paçoca,você já se perdeu nos Andes,vamos juntar a comunidade,beber todas e sair a sua procura.

    Resposta

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: